the wet brush escova cabelo review resenha pluricosmética

Há anos que não usava uma escova de cabelo para me pentear.

Quem tem cabelo forte, seco e encaracolado, especialmente se for comprido, saberá perfeitamente qual é a justificação para este facto: os puxões de cabelo são sempre tantos, que o melhor é mesmo encontrar rituais alternativos.

Pessoalmente, dava preferência a pentes de dentes largos durante ou logo após o duche, com o cabelo molhado.

Quem disser que pentear os cabelos molhados faz mal é porque não tem caracóis, de certeza, e porque não conhece…

… A Wet Brush!

Dentro da panóplia de escovas que têm aparecido no mercado ultimamente com promessas milagrosas de cabelos penteados sem sofrimento, estava curiosa com a Wet Brush desde que chegou a Portugal.

Não fui a correr comprá-la porque tive desilusões com outras escovinhas de dentes pequeninos que muita gente adora e o preço não era assim tão convidativo.

Trouxe-a comigo há menos de uma semana porque no stand da Pluricosmética, na In Beauty, custava 3,99€ e, assim, mesmo que não gostasse dela o prejuízo não seria grande. Mal sabia eu que esta é A Escova.

A única, ideal e perfeita para cabelos complicados como o meu.

Aparentemente, não tem nada de especial que a distinga das outras escovas. Mas, minhas amigas e meus amigos, desenganem-se, que esta não é uma escova normal. Segundo os criadores da escova, as cerdas têm uma formulação exclusiva e patenteada denominada IntelliFlex.

Basicamente, são cerdas finas, muito flexíveis mas também muito fortes, que têm a capacidade de ser muito flexíveis numa primeira passagem e, na seguinte, serem firmes. Na prática, o cabelo fica desembaraçado muito facilmente e sem puxões.

O melhor é que o uso ideal desta escova é feito no cabelo ainda molhado (e assim não há caracóis desfeitos!), embora para mim também seja perfeita quando utilizada no cabelo seco (quando o aliso, ou ao natural quando quero fazer algum tipo de apanhado).

Esqueçam os receios: esta escova é muito resistente, e consta que as cerdas não ficam deformadas.

Ao invés de outras escovas semelhantes, a Wet Brush não nos deixa com ar de quem meteu os dedos numa tomada eléctrica, de cabelos em pé com a electricidade estática.

Creio que existe outro grupo de pessoas que iria beneficiar imenso se conhecesse a Wet Brush: as crianças! Eu lembro-me bem das torturas que sofria cada vez que a minha mãe me penteava.

Fiquei mesmo maravilhada com a descoberta desta escova e só me arrependo de não ter comprado mais para ter em diversos locais e para oferecer a algumas pessoas.

4 comments on “The Wet Brush”

  1. olá Guida! tenho exactamente o mesmo problema que tu: cabelo forte e encaracolado e, no meu caso, muito comprido…ganha muitos nós e muitas vezes até choro para o desembaraçar (mesmo com mascaras e condicionador e spray e tudo e tudo), mas realmente comprei esta escova e é fantástica! acabou-se o partir e puxar ao pentear…é mesmo 5 estrelas!

  2. Ola Guida. Tenho uma duvida: nao tenho problemas a desembaraçar o cabelo, tendo em conta q ele é liso liso. No entanto, o penultimo paragrafo chamou me a atencao, pq tenho smp uns cabelos em pé p causa da electricidade estatica :p Achas q esta escova iria ajudar?

    • Na questão da electricidade estática, posso falar dos meus pontos de comparação: as escovas com cerdas plásticas como esta tendem a provocar no meu cabelo muita electricidade estática, até apanho choques. Com a Wet Brush não aconteceu 🙂 É só por aí, não sei se resolveria esse problema, mas fico curiosa para saber se experimentares!

      Beijinhos

Deixar uma resposta