Adeus, caracóis! #2

Já passaram mais de duas semanas desde que fiz o alisamento progressivo G-Hair da Inoar e está mais do que na altura de fazer um ponto da situação.

Já consigo informar-vos muito melhor sobre os resultados do que se o tivesse feito praticamente de imediato.

Como sabem, que eu já disse, fiz o alisamento com a Íris, que atende no seu domicílio, perto do Estoril, e num salão na Póvoa do Varzim, mediante marcação.

Podem entrar em contacto com ela via Facebook ou através do contacto telefónico 965 090 970.

Os preços variam consoante o comprimento dos cabelos. Para terem uma ideia, tenho o cabelo acima do peito e o preço ronda os 70€.

Pensem que os resultados compensam e que se poupa muito tempo (e muitos resfriados e respectivos tratamentos, no caso de terem cabelos rebeldes e serem preguiçosas para secar o cabelo, como eu).

cabelos escova progressiva alisamento inoar alemã review opinião beleza beauty blog

As fotografias foram tiradas há coisa de uma semana atrás, já com algumas chuvadas e lavagens pelo caminho.

Como podem verificar, o cabelo ficou mesmo liso.

Bom, podia ficar ainda mais liso, tal e qual como no dia do alisamento, se eu utilizasse uma placa quente nas pontas. Sinceramente, acho desnecessário e acho que o efeito fica mais natural assim. Tenho o cabelo bonito, super brilhante e macio. Estou satisfeitíssima.

Mas, Guida, como é que funciona mesmo essa história do alisamento progressivo e que cuidados é preciso ter?

Em primeiro lugar, há que salientar que este é um procedimento que pode ser efectuado em todos os tipos de cabelo, mesmo quando são expostos a procedimentos químicos, como as colorações.

Contudo, não se aventurem a fazer alisamentos em casa! Convém evitar quaisquer procedimentos uma semana antes e depois da realização da escova progressiva.

No caso específico das colorações, o alisamento pode aclarar ligeiramente a cor, pelo que se recomenda que seja feita posteriormente (ainda assim, posso dizer-vos que pintei o cabelo no início de Setembro e continua super preto e brilhante).

O efeito do alisamento dura até três meses com os devidos cuidados.

O alisamento em si é um procedimento cómodo e indolor.

Há quem se queixe do odor de alguns tipos de alisamento e de eventuais incómodos respiratórios e oftalmológicos, mas no que toca à escova alemã G-Hair não tenho inconvenientes a relatar. Achei o cheiro agradável e não senti qualquer desconforto durante a aplicação.

Por alto, o procedimento consiste em três passos. Primeiro, o cabelo é lavado com um champô anti-resíduos que limpa em profundidade e ajuda a tornar os fios mais “penetráveis”. Posteriormente, é aplicado o produto alisador.

O cabelo é seco com uma placa quente et voilá! Sejam bem-vindas ao mundo dos cabelos sempre lindos e apresentáveis sem esforço.

cabelos escova progressiva alisamento inoar alemã review opinião beleza beauty blog g hair

Até poder lavar o cabelo novamente, é preciso deixar passar, no mínimo, 48h. Esta primeira lavagem é feita só com máscara hidratante. Sim, sem champô nem nada.

Daí para a frente, as lavagens são feitas normalmente (convém não lavar o cabelo diariamente), com a ressalva de só poderem ser utilizados champôs sem sal/sem sulfatos, e de serem de evitar os condicionadores, máscaras e quaisquer outros produtos capilares com álcool ou com silicones.

Há quem não goste de utilizar champôs sem sal, referindo que não fazem espuma nem lavam devidamente. Nunca tive tais queixas e, por norma, já utilizava champôs com estes requisitos (excepto na época balnear, não me perguntem por quê).

Para experimentar, tenho utilizado o champô, o condicionador e o leave in da linha Pós Progress da Inoar e estou satisfeita. O cheiro e as texturas são agradáveis. O condicionador é super consistente e hidratante.

O leave in hidrata e deixa o cabelo super brilhante mas sem pesar. Creio que o champô não é dos mais desagradáveis para quem gosta da espuma habitual. Semanalmente, continuo a utilizar máscaras hidratantes.

Também gosto de aplicar produtos protectores do calor e óleos/séruns nas pontas do cabelo. Estão bonitas e saudáveis, e é assim que as quero manter. Há que ter cuidado!

Após o alisamento, é normal que o couro cabeludo fique oleoso mais rapidamente.

Por aqui, notei a diferença, mas não é nada que me aborreça. Antes, poderia passar mais de uma semana sem lavar o cabelo.

Contudo, acabava por ter de o fazer quase diariamente para conseguir escová-lo e mantê-lo apresentável. Agora, na pior das hipóteses, deixo passar quatro dias entre lavagens.

Por ser um tratamento termoactivado, convém utilizar sempre um secador após cada lavagem.

Pode parecer um sacrifício, mas a verdade é que para além de o cabelo secar muito mais rápido após o alisamento, não é preciso utilizar o secador logo depois do banho.

Dá perfeitamente para deixar o cabelo secar ao natural quase na totalidade e só depois recorrer ao calor (não se preocupem, que não precisam de fazer malabarismos com a escova, só têm de se preocupar em secar o cabelo em direcção ao chão).

Se já fiz a experiência de deixar o cabelo secar completamente ao natural? Já, e posso dizer-vos que fica ligeiramente ondulado, lindo, sem volume nem frisado.

Logo a seguir, porém, utilizei a placa quente e em menos de nada (2, 3 minutos?) consegui ter o cabelo super liso, com temperaturas baixas (antes, se queria utilizar a placa alisadora, precisava de temperaturas superiores a 200ºC. Agora, os 120ºC mínimos que a minha placa atinge são suficientes).

Estou encantada! Por ora é isto, creio que ficam com um bom lamiré de todo o procedimento e com a minha opinião pessoal. Assim que houver mais novidades relevantes, venho a correr contar-vos tudo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *