wetbrush wet brush escova cabelo cerdas javali boar review pluricosmética opinião resenha desconto beauty blog beleza cc cronograma capilar

Já vos tinha mostrado aqui, há muito tempo, que tinha encontrado a escova de cabelos dos meus sonhos.

Se, tal como eu, têm o cabelo muito espesso e em quantidade abundante, preferencialmente comprido, saberão que a hora de pentear é uma odisseia.

Então, se têm caracóis, o cenário ainda se complica: esta tarefa tem mesmo de ser feita no banho, porque não se penteiam cabelos encaracolados quando já estão secos (a menos que queiram assemelhar-se a vassouras).

Fiquei tão contente com a descoberta, que para além da escova amarela ainda tenho uma roxa e uma azul, e assim as vou deixando um pouco por todo o lado.

Se têm sarilhos a pentear o cabelo, ou se têm crianças, confiem: experimentem isto que não se arrependem.

Quando passei no stand da Pluricosmética na última edição da In Beauty, vi que tinham uma edição limitada da Wet Brush, colorida em degradé, e que havia uma versão que nunca tinha visto.

Falo da Shine Brush.

Teve de vir comigo! Percebem porquê, não percebem? Degradé roxo e rosa, maneirinha, estava em promoção, cerdas especiais de javali mongol para cumprir devidamente as suas funções… Quero. Preciso. Tenho!

O que é que há assim de tão diferente para as outras versões da Wet Brush? Na verdade, devo dizer que o que me saltou logo à vista foi o tamanho da escova.

Não é minúscula como as de viagem (creio que continua a faltar uma escova com protecção para andar na mala!), mas também não é do tamanho das escovas normais.

Ao que parece, as cerdas de javali nos interstícios entre os “dentes” normais da escova, ajudam a distribuir melhor os óleos naturais do cabelo e a deixá-lo mais brilhante.

Diz a marca que, para além do uso típico, também se adequa muito bem a quem usa champô seco.

Tendo em conta que, assim que se fina a época balnear, prefiro alisar (ou quase) o cabelo, não necessito de o lavar com tanta frequência. Uma vez por semana chega, e se necessito de mais opto mesmo pelo champô seco.

Assim sendo, também já experimentei a Wet Brush com o cabelo seco e da forma sugerida e posso dizer que se mantém com o estatuto de melhor escova de sempre, sem puxões de cabelo nem gritos.

2 comments on “The Wet Brush #2 – The Shine Brush”

Deixar uma resposta