Polly Pocket – Trouxe dos 90s

polly pocket brinquedos vintage

Há séculos que vos prometo este post e hoje é o dia!

Por quê? Porque tinha de o fazer mostrando-vos fotografias do que sobreviveu à minha infância. Senão, nem teria a mesma graça!

Quem se lembra das brincadeiras intermináveis com cidades inteiras e de caixinhas e bonecas de tamanho liliputiano?

bonecas polly pocket
A evidência de que a Polly cresceu!

A Polly Pocket apareceu em 1989 sob o domínio da Mattel, inspirada num estojo de bonecas que um senhor alemão, Chris Wiggs, criou para a sua filha em 1983. Ainda no final dos anos 90, a Polly começou a ficar maior em tamanho.

Já neste século, deixou de ser o brinquedo único que era na minha infância: ficou do tamanho de outros bonecos já existentes (algures entre o Pinypon, o Playmobil e alguns Lego).

polly pocket sereias mermaids

Creio que entendem agora por que é que fiz mesmo muita questão em guardar (quase) tudo o que fazia parte da minha colecção e as demais que surgiram no meu caminho (eram das minhas primas): são uma brincadeira preciosa que já não se faz e que quero oferecer à minha Teresinha. Aposto que vai adorar!

polly pocket


Related Posts

Guida aos caracóis é Guida feliz

Ora, cá está a lã já lavadinha e ao natural. Linda, não? Leve, com volume, muitos caracolinhos e canudos, super fácil de pentear… Aos anos que não sabia o que isto era! Ah, será que ficam tão contentes quanto eu por ter encontrado uma Funtime […]

Ó Barbie,

explica-me como é que aos 52 anos é possível gostar de um tipo que parece o Zac Efron. Foi alguma crise de meia idade ou foram estes planos de mudança de imagem que deram origem ao vosso divórcio há uns tempos atrás? (Sim, pessoas lindas […]



1 thought on “Polly Pocket – Trouxe dos 90s”

  • Que giro, Guida!!!
    Eu também adorava a Polly Pocket e sempre adorei miniaturas.
    Esse livrinho é lindo! Adoro todos os pequeninos detalhes do interior!
    Fiquei com imensa pena por terem mudado a Polly. Agora já não está tão gira!
    Obrigada por esta viagem à nossa infância! 🙂

    Beijinhos
    Maria
    Words of Mary

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *