A ver se é desta que nos entendemos. Tenho cá para mim que estas choraminguices dos últimos dias são por minha causa, não é? Ficas triste cada vez que pensas nesta criaturinha miserável que só faz asneiras e pões-te a chorar, qual São Pedro disfarçado. Pois já te vou dizendo: a culpa é toda tua. Preparas uns arranjinhos mal feitos, e depois é isto!

Eu bem que te acendo velinhas (a ti e a eles!), eu bem que sou uma menina bonita, educada, bem aparentada, desenrascada, agradável e tu só me trazes mafarricos. É assim a nossa vida?  Vê lá bem se fazes melhor o teu trabalhinho, que já caio mais aos 30 que aos 20 e não me está a apetecer ficar para tia. Ouviste?

Olha que eu vou à tua festa mais logo, sou muito tua amiga e mereço mais que isto. Sim? Estamos entendidos?

2 comments on “Ó Santo Antoninho,”

Deixar uma resposta