Bettie Page. Autoria desconhecida
Bettie Page. Autoria desconhecida

Estou, à força, desligada da máquina. Quase! É que Agosto é, por predefinição, o mês das férias. Já sabem que em Agosto não quero nada com Lisboa. Bom, no resto do tempo também não sei se sou assim grande fã da cidade, mas essa é a história que vocês já estão fartinh@s de saber.

Pois bem: tenho um rascunho enorme de coisas para postar mas a Internet, essa bandida que nunca está acessível quando é necessário, não coopera. O sinal é fraco, o cenário só piora quando se fala de rede móvel e dados, e utilizar o WordPress ou consultar o email são filmes dramáticos, daqueles pesadões que nos deixam a chorar baba e ranho. Eu creio que liguei o aviso das férias do Gmail, mas se enviaram alguma coisa e não receberam notificação nem resposta, não estranhem e tenham piedade aqui da je. Limito-me às coisas rápidas do costume como o Facebook (esqueçam as páginas, que é toda uma outra app daquelas que só dá sarilho a quem tem net tão fantástica como a que havia em 2001), o Instagram e pouco mais. Descobri que o Pinterest até funciona bem por estas bandas e tenho andado entretida por lá.

Por isso, se quiserem ver o que se tem passado comigo, encontrem-me nesses sítios todos com o username do costume: aguidaequesabe. Já agora, que estamos com as mãos na massa, alguém me explica no que consiste o Dubsmash? E ninguém tem perguntinhas para me entreter a responder no Snapchat?

Até ao final do mês, é mais ou menos esta a lengalenga. Valham-me os passeios, as pinturas e restauros, os cadernos e eventuais visitas do meu rapaz (ui ui, sim, há novidades, há um namorado lindo e fofo que me dá beijinhos e flores e que até já conhece a minha família e a terrinha do coração!). Logo falaremos melhor.

Deixar uma resposta