Agências para crianças – A minha opinião de mãe

agência para crianças bebés casting

Conversas de mãe e filha vaidosas, com sapatilhas Chuck Taylor da Converse e Adidas Stan Smith mini.

Exposição fotográfica de crianças – sim ou não?

Hoje falo-vos de um tema que pode gerar alguma controvérsia, mas que anda aqui a remoer há algum tempo. Não creio que exista uma forma certa ou errada de lidar com o assunto, sendo que deve imperar o bom senso e cada encarregado de educação deve decidir, em plena consciência, o que acha ou não razoável.

Num destes dias, num passeio familiar, fomos interpelados por uma pessoa que dizia representar uma agência de modelos infantil perto do casino, onde por vezes tomamos café (para a rara jogatina, aproveitamos algum código promocional Estoril Sol Casinos). Tinha uns folhetos, disse estar a observar-nos e ter percebido que a pequena adora tirar fotos.

Não é a primeira vez que nos fazem uma abordagem destas.

Eu e o pai da Teresinha decidimos não expô-la em demasia e desnecessariamente enquanto ela não consegue expressar a sua opinião sobre o tema. Não creio que haja um perigo enorme por mostrar uma fotografia dela, mas embora compreenda que as pessoas têm interesse em acompanhá-la, não é esse o foco da minha actividade online. Menos ainda noutros âmbitos da minha vida pessoal!

Não é a primeira vez que nos fazem uma abordagem destas, do nada. Em parques infantis, a meio das compras, na praia. É assustador! Já viram o que é estarem muito bem na vossa vida e, de repente, aparece alguém que não conhecem de lado nenhum e que vos esteve a observar e quer ficar com contactos, com o claro intuito de envolver as nossas crianças no assunto? Nem sequer deveria ser permitido este tipo de abordagem.

Vale a pena?

Nunca me passaria pela cabeça inscrever a minha filha numa agência ou levá-la a castings de qualquer espécie em tão tenra idade, embora aceite perfeitamente que outros pais o façam. Por aqui, sou da opinião que nenhum dinheiro do mundo vale o envolvimento de uma pequena pessoa que ainda não tem noção daquilo em que está metida.

Fico, também, um pouco apreensiva a reflectir sobre o que anda à solta pelo mundo, debaixo dos nossos narizes, e nós sem desconfiar. Mesmo que parta do pressuposto que as intenções destas pessoas que dizem representar negócios legítimos são boas, quantas pessoas más andarão por aí, sorrateiramente, no mesmo registo de observação?

Portanto: enquanto a Teresa não tiver voto na matéria, esta história da fotografia merece, da minha parte, um não rotundo. Mais para a frente, logo revemos a questão quando e se assim tiver de ser.

Gostava de saber qual a vossa opinião sobre a temática!


Related Posts

InstaxDay Barcelona – Passatempo Instax Mini 8

InstaxDay Barcelona – Passatempo Instax Mini 8

Eu bem disse que tinha trazido um recuerdo da minha ida a Barcelona para vocês, e está na hora de o dar a um sortudo ou sortuda que o deseje e que cumpra os requisitos que a seguir vou propor. Tenho uma Instax Mini 8 branca […]

Maquilhagem Clinique – Novidades

Maquilhagem Clinique – Novidades

Na semana passada, a tive a oportunidade de ir à tarde da apresentação da maquilhagem da Clinique, nos escritórios da marca em Lisboa. Foi muito bom e calhou mesmo na altura certa. Não houve apresentações aborrecidas com detalhes técnicos que por vezes não são úteis […]



1 thought on “Agências para crianças – A minha opinião de mãe”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


%d bloggers like this: