perfume victorinox victoria swiss army edt eau de toilette fragrância

Sim, leram bem, a Victorinox é mesmo a marca dos famosos canivetes suíços.

Bem vos disse que tinha uma boa sugestão para vos dar para o Dia da Mãe. Faltam poucos dias e por vezes deixamos os presentes para o último minuto.

Se as vossas mães que gostam de fragrâncias frescas e primaveris, aconselho-vos a irem a uma perfumaria cheirar o Victoria: é um eau de toilette floral muito bom na minha opinião.

Não é enjoativo, não cheira a garota de 12 anos e lembra o campo. É muito delicado e lembra-me outros perfumes da mesma família que me agradam. Nesta matéria, há que ter em conta que não costumo ser fã de perfumes florais.

O Victoria é sofisticado e adequa-se facilmente a um grande leque de idades (que já se sabe que há muitas filhas que gostam de catrapiscar os toucadores das mães!).

Nas notas que constituem a fragrância, constam a rosa da Bulgária, a violeta e o lírio do vale.

perfume victorinox victoria swiss army edt eau de toilette fragrância

O melhor é que, de momento, junto com o perfume, vem um vaporizador a condizer, com a forma dos tradicionais canivetes da Victorinox. Até traz a pinça e o palito do costume!

Por isso, este é um presente dois em um.

Perguntem pelo vaporizador nas perfumarias quando adquirirem o Victoria.

Desconhecia que a Victorinox é mais para além dos canivetes, pelos quais nutro um carinho especial. Não se assustem se algum dia, no meio da rua, eu decidir descascar a minha frutinha à moda de muitos velhotes deste país.

Gosto de ter comigo pequenos canivetes, nunca se sabe quando podem ser úteis.

Tenho preferência pelos que são decorados com detalhes femininos, como os de madrepérola ou estampados, e por isso fiquei com o que emparelha com o Victoria debaixo de olho. Alguém me ajuda a encontrá-lo, please?

Com certeza, não terei sucesso se procurar nas perfumarias.

perfume victorinox victoria swiss army edt eau de toilette fragrância canivete

3 comments on “Victoria – Victorinox”

    • Eu tenho os meus favoritos, mas apesar disso contento-me com facilidade. Gosto de ser surpreendida com fragrâncias novas que não me façam dores de cabeça nem piquem o nariz. E, já agora, que não cheirem a garota pré-adolescente 😀

  1. A história da Victorinox começa a ser escrita em 1884 numa altura em que a Suíça era um dos países mais pobres da Europa. Contrariando a conjuntura económica, Karl Elsener decide abrir uma oficina na cidade de Ibach Schwyz para fabricar canivetes para o exército suíço. Elsener queria um canivete compacto e resistente que combinasse várias funções numa só ferramenta, longe de imaginar que se viria a tornar num objeto de culto em todo o mundo.

Deixar uma resposta