beauty bag box secret subscrição review resenha swatch maquilhagem

Estávamos todas mortinhas para saber da The Secret Bag de Outubro, eu sei.

Eu porque ainda não a tinha recebido, apesar de ter visto a pirraça da parte de quem a recebeu mais cedo.

Depois de a ter nas mãos, na passada quarta-feira, ainda não tinha conseguido um tempinho para vos vir mostrar tudo.

E eu sei que algumas de vós provavelmente não viram o conteúdo do saquinho e estavam interessadas porque até é o mesmo que uma de vós vai receber graças ao passatempo que está a decorrer aqui no blog, cortesia da própria Secret Bag.

Ó Guida, a edição anterior não foi tão bombástica como outras.

Já sabem a minha opinião, continuou a compensar e eu continuei muito satisfeita.

Para quem tinha certas minhoquices, tungas: na edição de Outubro vem um full size do óleo facial Rose Miracle Makeover da Superfacialist, que cobre o gasto e ainda dá troco, e é um produto com muito boa conotação que eu estava mortinha por experimentar.

Estou muito empenhada nas minhas experiências com ele!

Como nem só do Rose Miracle Makeover é composta a bag, destaco também os outros tamanhos grandes.

O hidratante para pés da Anatomicals.

Que tive de ir a correr experimentar e, apesar de não ser o hidratante mais poderoso que conheço, é sem dúvida o que tem o cheiro mais refrescante – e a proposta da marca é mesmo que o chulé mais mal cheiroso seja todo eleminado.

E o perfume Masaki em versão roll on de 10ml.

Querem uma boa descrição da fragrância? Cheira a Fructis!

Há também duas unidoses de máscaras capilares: uma de hidratação da Anatomicals e outra de queratina da Karisa (curioso, que na In Beauty estive com estas unidoses na mão no stand da Carlos Santos e até pensei em comprar uma ou duas).

Também há algumas amostras, de um sérum de olhos e de um sérum de rosto da Anne Moller, e de perfume (o novo White Musk Smokey Rose da The Body Shop e o Enjoy da Custo Barcelona).

Caso queiramos adquirir a máscara da Karisa no formato de boião, dentro do saquinho há um desconto de 5€.

Parece que esta edição teve um planeamento das cores (parece que tudo combina entre si), e veio particularmente pesada.

Fazendo contas, os produtos que estão à venda com os mesmos formatos encontrados dentro da The Secret Bag rondam um valor de 42,70€.

É mais do que o preço de duas bags juntas (relembro que cada uma, com portes incluídos, custa 18€)! Para mim, dentro da diversidade de negócios do género, a The Secret Bag continua a ser a melhor em todos os aspectos (frequência, conteúdos, preço e atendimento).

Alguma de vós comprou esta edição? De que produtos gostaram mais?

2 comments on “The Secret Bag – a 5ª edição”

    • O perfume é um espectáculo porque, como disse, cheira-me a Fructis, com a vantagem de não trazer alergias. Acho que foi um dos meus transtornos da adolescência: adorar o cheiro dos champôs e não poder usá-los. Assim, fazem-se as pazes! Já comecei a experimentar o óleo e, para já, estou a gostar muito e apesar de ter muito boas críticas não esperava, de todo, que fosse tão agradável de utilizar!

      Beijinhos

Deixar uma resposta