Ou a Guida foi apanhar uma sova à Microsoft. Acho que tenho de ir investigar que aulas de ginástica é que o Centro de Dia aqui da minha zona tem destinadas à terceira idade, porque no estado em que estou parece-me que só nessas sessões é que me safo.

A convite da Microsoft, na semana passada fui conhecer o jogo Nike Kinect Training para a Xbox 360. A ideia era passar um momento descontraído a experimentar os exercícios, mas ao fim de 2 minutos a mexer-me eu estava KO. Não faz mal, alguém tem de ficar de fora a tirar fotografias (que havia mais pessoas) e eu assumi boa parte desse enooorme sacrifício.

Confesso que nunca tinha prestado grande atenção ao Kinect porque apesar de saber que não há comandos necessários e que o sensor detecta os nossos movimentos, pensei que podia fazer batota como na Wii e assim tudo perdia a piada. Senti no corpo o meu erro. Ó se senti! O lado positivo disto é que fiquei a saber que ainda há maneira de estar entretida a mexer o meu rabo gordo em prol de um estilo de vida mais saudável sem estar sujeita a figuras tristes aos olhos de terceiros. Atrevo-me a dizer que o pijama e os pantufos passam a ser vestuário mais do que adequado para as tarefas dos treinos físicos.

O jogo foi criado em parceria com a Nike e tudo foi pensado ao detalhe: existem dois personal trainers da marca, o Alex e a Mary, que foram colocados no Kinect Training e logo à partida temos de escolher um deles para nos acompanhar ao longo das nossas sessões de exercício. É feito um teste inicial com dados como a nossa altura e peso, regularidade com que praticamos exercício e quais são os nossos objectivos. Depois, criamos um compromisso quanto à regularidade dos treinos. Há exercícios para todos os gostos (força, cardio), com graus de dificuldade diferentes e com vários tempos de duração. Nós escolhemos um treino de 15 minutos que mais pareceu uma eternidade e cada pessoa do grupo teve a sua oportunidade de tomar o lugar principal em frente ao Kinect (porque em casa é suposto treinarmos individualmente!). A nossa PT foi a Mary e, olhem, ela é uma chata que nos dá nas orelhas se não fazemos tudo como deve ser. Esqueçam a batota!

No final, tivemos direito ao merecido (ou não, que para a meia dúzia de calorias queimadas fomos logo à lambonice) lanche e um bom momento de conversa.

Eu que não gosto de desporto e sou a maior lontra de sofá fiquei com vontade de trazer a Xbox 360 e o Kinect comigo para poder jogar o Nike Kinect Training à vontade. Entre outra jogatana!

Deixar uma resposta