Etiqueta: Zomato

Less by Miguel Castro e Silva

less-restaurante

Tenho de vos falar do primeiro Zomato Gold meetup em Lisboa.

Se houve surpresas boas ultimamente, esta foi uma delas. Enquanto a bebé era muito pequenina e os tempos eram de grande contenção, praticamente deixámos de fazer algo que adoramos: jantar fora.

Ainda não estamos à vontadinha, mas estamos a retomar a normalidade e já nos podemos dar ao luxo de comer fora de vez em quando. Assim que ouvi falar do Zomato Gold, subscrevi logo – assim, sempre poupamos nas nossas saídas. Esta parte vocês já sabiam.

restaurante lisboa

Relembro, se colocarem o código “AGUIDA” no checkout, têm 25% de desconto na subscrição.

O plano de 3 meses está a 10€, menos de metade do que quando subscrevi!

Não esperava receber nada em troca, pelo que fiquei feliz por ser convidada para o primeiro jantar entre subscritores Gold. Infelizmente, coincidiu com um turno do maridão. Foi da maneira que aproveitei para pôr a conversa em dia com o meu primo preferido, que não via há séculos.

less restaurante
A minha companhia: o meu primo Diogo, que vale por irmão!

O jantar decorreu no restaurante Less by Miguel Castro e Silva (Príncipe Real), um espaço lindo dentro do edifício da Embaixada. Apesar de a sala ser aberta, o espaço onde decorrem as refeições está bem delimitado e o ambiente é muito acolhedor e romântico – fica a dica para os casalinhos!

Habitualmente, há uma carta. Nesta noite, fomos presenteados com um menu especial, onde constavam alguns pratos que nunca haviam sido servidos ao público. O grupo escolhido para esta aventura não poderia ser melhor!

restaurante lisboa
Começámos por descontrair com um gin lover sour e uma couvert de pão, tostas e manteiguinhas especiais.

zomato meetup

Fiquei agradavelmente impressionada quando vi o que nos seria servido. Hoje em dia, é muito habitual encontrarmos menus impossíveis de decifrar, tanto na carta como no prato. Aqui, e de acordo com o lema less is more, apesar de haver um certo factor surpresa, dava para ter uma boa ideia do que se avizinhava. Gosto muito pouco de surpresas com a comida, pelo que gostei muito do conceito. O que nos foi servido:

 atum

  • Tártaro de atum com cebolete – Não sou a maior fã de peixe, nem de tártaros, nem sequer de cebolete! Ainda assim, consegui comer este prato e… Gostei! É incrível a capacidade que o atum tem de absorver bons molhos e ficar delicioso.

zomato gold

  • Brandade de bacalhau com compota de tomate seco – Estava muito bom! Mais uma vez, não sou fã de peixe e ainda menos de comida tipo empadão, mas este prato estava delicioso. Crosta crocante, contraste de sabor, humidade certa… Gostei. Gostei muito!

zomato gold

  • Ravioli de abóbora assada com amêndoa – A foto não faz, de todo, justiça ao prato. Consta da carta habitual e percebe-se porquê. Porque é o quê, é o quê? Delicioso. Por mim, funcionaria muito bem como sobremesa tal é o doce da abóbora. Adorei o contraste entre doce e salgado e os mooontes de parmesão às lascas por cima.

foodie

  •  Risotto de trompetas com vitela crocante – Este foi o meu prato favorito do jantar. Este risotto foi dos melhores que já comi, estava divino! A carne, por outro lado, estava um pouco seca, cozinhada de mais. O risotto compensa e creio que futuramente a carne será apresentada de outra forma, já que este prato foi uma nova experiência do chef Miguel.

zomato

  • Crumble de pêra com zabaglione de Disaronno – Houve uma pequena alteração ao que constava da nossa ementa e parece-me que saímos beneficiados. Também estava delicioso e foi o remate perfeito para este jantar.

Todos os pratos foram acompanhados por vinhos de produção do chef Miguel, que esteve presente e comunicou com o grupo. O atendimento é rápido e muito simpático, no geral. Há uma grande atenção aos detalhes.

Este é um espaço onde quero regressar e que recomendo muito. Só há que ter atenção a um pormenor: convém fazer reserva previamente, já que o restaurante costuma estar cheio.

Less by Miguel Castro e Silva Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Zomato Gold

zomato gold

Depois de ter falado da minha visita ao Dote para comer umas belas francesinhas e de ter mencionado o Zomato Gold, foram várias as pessoas que me perguntaram no que é que consistia e se valia a pena subscrever o serviço.

Fui tentando responder a todos, mas ter estas informações aqui condensadas pode ser útil para mais gente e o melhor é que tenho um código de 25% de desconto na subscrição, para quem quiser/precisar!

Ora, o serviço Gold do Zomato consiste numa funcionalidade especial que vos concede coma 2 pague 1 (em dois menus, um é-vos oferecido) numa rede de mais de 300 restaurantes e bares em Lisboa e arredores. Obviamente, não são tooodos os restaurantes de Lisboa mas é um bom leque e garanto que há espaços daqueles que visitamos, voltamos a visitar e vamos querer sempre regressar.

Com base nisto, assim que apareceu, eu própria aproveitei um desconto de lançamento e fiz uma subscrição de 3 meses para experimentar e posso dizer-vos que em duas visitas já compensa o investimento. Consoante o plano que subscrevem, têm direito a mais ou menos visitas a cada estabelecimento (eu, por exemplo, no plano base de 3 meses, tenho direito a 2 visitas/restaurante).

Código: AGUIDA – 25% de desconto

Se têm o hábito de comer fora pelo menos 1 ou 2 vezes por mês (em Lisboa), eu diria que é algo que vale muito a pena. Se quiserem fazê-lo e utilizarem o código AGUIDA no checkout, têm direito a 25% na vossa subscrição. É um miminho que eu não tive, por isso toca a aproveitar!

Francesinhas no Dote

Era o aniversário do Luís e decidimos que iríamos almoçar fora.

Tinha de ser algo especial, algo de que gostasse mesmo muito, mas não nos apetecia ir muito longe. Não é só no meio de Lisboa que existem bons restaurantes e mesmo dentro do leque dos que detêm várias casas com o mesmo nome, a expansão para as nossas bandas tem acontecido e sempre dá para visitar os sítios badalados de que falam todos os nossos amigos sem nos metermos no meio do trânsito.

francesinha
Claro que a minha é sem ovo!

Ficou decidido, após pesquisa no Zomato, que o almoço seria no Dote (Colinas do Cruzeiro, Odivelas). Inicialmente, não tínhamos a certeza se iríamos ao Dote ou ao Marco, mas optámos pelo primeiro tendo em conta a opinião da Telma e do Pedro. Uma das primeiras coisas que descobrimos assim que chegámos foi que a nossa indecisão era desnecessária, já que ambas as casas pertencem à mesma entidade e servem os mesmíssimos pratos. Assim, faz sentido que se situem frente a frente!

Devo dizer que, apesar de não ser perita em francesinhas, tenho um paladar exigente e sei analisar quando o prato é bom ou não. Parti para esta experiência com outras duas ou três para servir de comparação. Bom, não é o mesmo que a francesinha em forno de lenha, tradicional, mesmo no Porto. Mas olhem que não é nada, nada má!

Pedimos ambos a opção mais simples, tradicional, sem inovações, que dá pelo nome de Top. A minha tem a particularidade da ausência de ovo estrelado, já que é algo de que não gosto. Estava deliciosa, com boa batatinha frita caseira e temi não conseguir comer tudo, mas lá fiz o enorme sacrifício de não deixar restos no prato (há sempre espaço para boa comida!). O molho estava presente em abundância e deixaram-nos à vontade para pedir mais, caso desejássemos. E a comilança ficou por aqui? Não!

cheesecake

Quando ouvimos falar em sobremesa, o empregado que nos atendeu teve o desplante de mencionar um cheesecake de frutos vermelhos. Que golpe baixo! Escusado será dizer que eu, que dizia estar para lá de cheia e que não iria conseguir comer mais nada, pedi uma fatia para mim. Já ouviram falar naquele estômago extra para guloseimas? Pois.

Claro que nem só de comida se faz um restaurante, pelo que tenho de destacar também a simpatia extrema e a amabilidade dos funcionários. Deixaram-nos à vontade e foram muito queridos com a Teresa – aliás, nada temam se quiserem levar as vossas crianças, porque as instalações estão preparadas para elas. Os preços são acessíveis e o melhor é que este é um dos parceiros do Zomato Gold (é um serviço que podemos subscrever e que nos concede 2 por 1 em 300 restaurantes de Lisboa).

Só falta dizer que talvez seja aconselhável fazerem reserva, porque consta que o espaço enche muito rapidamente. No nosso caso, apanhámos um momento de calmaria, já que fomos quase fora de horas num dia de semana.

Se gostam de francesinhas, recomendo muito o Dote!

Dote Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Restaurante Maria Albertina

Restaurante Maria Albertina

Numa destas noites, como bons comilões que somos, aceitámos o convite do restaurante Maria Albertina e rumámos à Parede para jantar. Após andarmos perdidos por ruas até então desconhecidas, conseguimos encontrar o local. Quem o vê por fora, se não conhecer, não imagina o que está escondido por trás da porta.

O Maria Albertina é um estabelecimento que serve comida típica portuguesa, com uma configuração um pouco diferente do típico e velhinho restaurante: o espaço é amplo mas acolhedor, com uma decoração que alia elementos tradicionais e antigos à modernidade dos dias que correm.

Os menus são conhecidos e apreciados pela população portuguesa, no geral, mas têm um toque especial dado pelo Chef Eduardo Cardoso, responsável pela cozinha e cuja carreira inclui vários restaurantes nacionais e internacionais com Estrelas Michellin. Optámos por pedir pratos que fossem familiares ao nosso paladar.

O L. optou por ficar pelas típicas entradas (pão com manteiga, queijos e afins), mas eu experimentei os cogumelos frescos salteados. Bem sei que é um petisco simples, mas é dos que mais gosto e nem sempre fica perfeito. Aqui, não tenho nada a apontar! Estavam no ponto, deliciosos.

Posteriormente, optámos por pedir ambos o mesmo prato (neste restaurante, aconselho que peçam 1 dose por pessoa!): abanicos de lombo de porco ibérico com puré de maçã. Por norma, viria com batata a murro, mas preferimos trocar por batata frita (porque somos gulosos). Sobre eles, tenho a dizer que estavam muito bons. Não estavam demasiado passados, estavam bem condimentados (como pede o paladar do português) e os acompanhamentos estavam igualmente bem confeccionados.

Passámos à sobremesa, com muitas indecisões. É que a oferta é muito variada e as sobremesas tinham óptimo aspecto. O L. pediu mousse de chocolate preto e eu escolhi o cheesecake de framboesa à chef (mas fiquei a meditar nas farófias!). As sobremesas são servidas em dose generosa e ambas estavam deliciosas.

Outro dos aspectos que nos fez adorar a experiência e ficar com vontade de a repetir foi, sem dúvida, o atendimento: o staff é super atencioso e simpático, e mesmo com a casa cheia não escapou nenhum detalhe, o serviço foi rápido e quiseram sempre ter a certeza que tudo estava do nosso agrado.

Os preços habituais não são nada do outro mundo, sendo que, em média, gastarão cerca de 25€/2 pessoas por refeição. Aconselho que façam reserva com antecedência, já que aos fins-de-semana o restaurante fica cheio. Fomos informados que, durante a semana, costuma haver menos movimento. Pareceu-me um espaço com bastante potencial para jantares de grupo, e inclusivamente decorreram dois ou três durante a nossa visita.

Sem dúvida, foi uma boa surpresa e é uma óptima opção para comer fora sem ir à falência nas imediações de Cascais.

Maria Albertina Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Rota de Tapas – 5ª Edição

5ª Edição Rota de Tapas Estrella Damm Lisboa

No dia 21 de Maio, começou a 5ª edição da Rota de Tapas Estrella Damm em Lisboa (3ª edição no Porto). Até ao próximo dia 7 de Junho, será possível tapear pelos bairros da Madragoa, Bairro Alto, Príncipe Real, Alfama, Cais do Sodré e Rossio (Baixa e Ribeira no Porto), degustando diversas tapas com ingredientes dentro do mote Sabores da Terra e do Mar.

Por 3€, será possível degustar 1 tapa + 1 mini Estrella Damm e coleccionar os carimbos no mapa do percurso. Com dois carimbos, podem andar à boleia de Tuk Tuk entre os diferentes estabelecimentos. Com três carimbos, podem habilitar-se a uma viagem a Barcelona e um jantar no famoso restaurante Ticket.

11267702_10204103740304765_2015909174_n

Esta é uma oportunidade de passear e provar novos sabores, e nesta edição parece que até o clima ajuda e convida a que participemos. Eu já dei a minha voltinha, tendo começado pelo Tapa Bucho, pela Velha Gaiteira e pelo Kizzy. Devo dizer que a tapa do Tapa Bucho foi a minha favorita (podem ver do que se trata no mapa e aconselho que provem).

Vão aproveitar ou já aproveitaram para ir tapear?