Etiqueta: Óleo Corporal

Bio-Oil – A família cresceu

O Bio-Oil é um dos meus cosméticos favoritos de todo o sempre.

Deveria ter dedicado todo um post ao Bio-Oil há muito tempo. Conheço-o desde que chegou a Portugal mas só comecei a dar-lhe o devido valor durante a gravidez. Nunca mais nos largámos. O entusiasmo inicial passou, mas como se tornou essencial e nunca faltou no meu armário, acabei por ir esquecendo o assunto. Por ser algo tão natural.

Trata-se de uma mistura de óleos de plantas, vitaminas e um ingrediente exclusivo e patenteado pela marca que dá pelo nome de PurCellin Oil. A quem interessar esta questão, não é um óleo 100% vegetal, já que contém parafina. É prático, fácil de aplicar, é rapidamente absorvido e funciona.

bio oil

O resto vocês já sabem por alto: falei dele aqui, utilizei-o para prevenir as estrias da gravidez e o facto é que não tenho nenhuma. Mas as potencialidades do Bio-Oil são muitas, e da cabeça aos pés faz sentido utilizá-lo para atenuar manchas, estrias, cicatrizes, hidratar todas as partes do corpo (até os lábios!), nutrir o cabelo…

É mesmo polivalente e, no meu entender, havia um problema: os frascos eram demasiado pequenos para quem usa o produto em áreas extensas do corpo. Acabava até por sair caro! A Portugal, só tinha chegado o formato de 60ml. Só há coisa de 1 ano é que chegou o formato de 125ml, que era melhor mas ainda não era o ideal.

Este mês, finalmente, passámos a poder comprar por cá o frasco de 200ml (e eu pude festejar esse momento!). Tratando-se de algo tão bom e versátil, recomendo a toda a gente. É um produto compatível com a preguiça e capaz de agradar à maioria das pessoas. Se não conheciam, façam o que sugiro e depois digam-me de vossa justiça!

bio-oil

10 do Momento

Há muito tempo que não publico um post destes.

A bem da verdade, pouco publico ultimamente, não é? Não pode ser e tenho de ver se encarrilo de uma vez por todas.

Já sei que é difícil acreditar, mas um dos motivos que levou a que não publicasse nenhum destes tops que antes eram algo frequentes aqui no blog foi mesmo o facto de não ter experimentado muitas coisas.

Elas chegam às minhas mãos, é verdade, mas nem sempre é fácil dar conta do recado em tempo útil.

Poderia falar aqui dos produtos que se tornam constantes na minha vida (em equipa que ganha, não se mexe!) ad infinitum, mas se já sabemos que os produtos são bons, para quê passar a vida a bater no ceguinho?

Então, ou há coisas novas para acrescentar ou não vale a pena. Nesse sentido, gosto de testar tudo como deve ser. Preciso de tempo para tal, e tem sido complicado gerir tudo o que tem acontecido na minha vida.

Às vezes, temos de redefinir prioridades.

resenha review top beleza beauty swatch opinião maquilhagem makeup blog

Agora, cá estou eu com duas mãos cheias de coisas boas para vos dizer. Porque ultimamente tenho descoberto autênticos milagres e recuperado outros tantos, e não se pode deixar passar um evento destes!

Não há muito para dizer sobre maquilhagem, que não tenho utilizado muita. Assim, e com jeitinho, cá vamos nós:

  1. Creme Reparador de Calosidades com aroma a coco, Nativa do Brasil (lojas especializadas)- Trouxe este creme da Expocosmética e já sabia que seríamos bons amigos. Tem muita vaselina, mas não tem só vaselina e noto grandes diferenças na hidratação dos meus pés. Aplico antes de dormir e calço meias (que o creme é mesmo muito rico e consistente e torna-se pegajoso). De manhã, acordo com pés de bebé. O cheirinho a coco é um bónus!
  2. Máscara de Elasticidade Afro, Real Natura (lojas especializadas)- Comprei por sugestão da Ana Rita, que comprou por recomendação da Thaisa. Esta é, sem sombra de dúvidas, a melhor máscara de cabelo que já experimentei (no meu cabelo e no da minha mãe) e o melhor é que é barata (1kg custa 7€ e picos, quando não há promoções nas lojas!). Merece um post só para ela, mas só posso gabá-la e aconselhá-la a toda a gente que tem cabelos encaracolados ou muito frisados, espessos e secos/danificados. Experimentem! Agora, até fico desgostosa de pensar que tenho umas poucas máscaras para gastar antes de se justificar repor esta.
  3. Leite Corporal Multiconforto Cold Cream, Mixa (super e hipermercados) – A marca francesa Mixa chegou a Portugal há pouco tempo e eu tenho para testar um saco cheio de produtos. Só pelo cheiro a bebé, vale a pena espreitar a oferta da marca no mercado. Não me vou alongar muito por agora, mas tenho de partilhar convosco que sou fã de cold cream e foi muito fácil decidir que queria começar por testar este hidratante. Normalmente, é um martírio utilizar o mesmo creme até ao fim da embalagem sem intercalar com outros, mas desta feita está a ser um prazer. Tudo é perfeito: o cheiro, a textura do cold cream sem ser pesada, a sensação de hidratação, a ausência de desconforto…
  4. Quenching Serum SOS, Caudalíe  (farmácias e parafarmácias, está com desconto na Skin)- Já falei dele aqui, aqui e aqui, e dificilmente volto a dispensá-lo. Fi-lo para dar lugar a outros séruns temporariamente e a minha pele queixou-se logo. A sério, se não o conhecem, dêem-lhe uma oportunidade e vão ver que será um casamento feliz!
  5. Champô Crina, Real Natura (lojas especializadas)- Está visto que ando apaixonada pelos produtos de cabelo da Real Natura. Comprei este por ter feito milagres pelo cabelo de um amigo meu, deixando-o forte e muito crescido em tempo record, e decidi dar-lhe uma oportunidade. Cumpre as promessas propostas e eu não poderia pedir mais! Ok, se calhar tenho de fazer mesmo um post com a minha rotina capilar de ultimamente, porque ando mesmo satisfeita.
  6. Nano Shark Nail Treatment, Kinetics (lojas especializadas) – Já era fã do secante rápido e de alguns vernizes mais extravagantes, pelo que decidi experimentar esta base endurecedora (que também pode ser utilizada como top coat). Faz milagres! Promove uma boa aderência do verniz à unha e impede que esta quebre tão facilmente. Custou-me 5€ na Expocosmética e deixa-me mais feliz que produtos semelhantes de marcas mais caras.
  7. Spray Leave-in Protecção da Cor Vinoterapia, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Escolhi este produto por ter FPS e, sendo líquido e em spray, dá um jeitaço no Verão. Posso dizer-vos que não é pegajoso, deixa o cabelo mais hidratado e tem um cheiro delicioso. É uma espécie de protector solar para o cabelo e isso faz com que não o dispense da minha bolsa de praia/piscina. Merece uma Medalha de Bronze, lá chegaremos!
  8. Champô Seco Cool & Crisp Fresh, Batiste (loja online Maquillalia) – Desde que fiz um alisamento progressivo em Setembro, tornou-se muito fácil manter o cabelo liso ou pouco ondulado (sim, os efeitos perduram!). Como tal, não necessito de o lavar com tanta frequência e quando preciso e estou com pressa, posso recorrer ao champô seco. Estou fã, super fã. Já falei deste meu amor aqui. E, sim, ainda é o mesmo spray.
  9. Óleo de Massagem Exótico Baobá + Tamanu, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Bom, não tenho muita experiência no que toca à parte de receber massagens mas na perspectiva de as fazer tenho de dar o mérito a este óleo. Fluido sem ser demasiado líquido (não escorre!), não seca logo mas não fica super pegajoso, é super bem cheiroso e provoca uma sensação de calor bastante agradável. Adoro!
  10. Infallible Lips 2 Step na cor 506 Red Infallible, L’Oréal Paris (perfumarias, super e hipermercados) – Vocês sabem que sou apaixonada por batom vermelho. Se for de longa duração, melhor ainda! É o que se passa com este: primeiro, aplica-se o batom líquido. Depois, o bálsamo hidratante. Não é o meu primeiro batom desta linha, nem o primeiro vermelho, mas é a cor do momento. É super confortável, não deixa a pele dos lábios a repuxar e garanto que é à prova de noitadas e tudo!

Já sabem que, em momentos oportunos, dedicarei posts aos produtos que aparecem nesta lista e ainda não foram falados no blog.

Para as carteiras apertadas, fear not!

Não adicionei os preços dos produtos porque não sei, já que muitos deles foram comprados em promoção e nem tenho informação das marcas para complementar.

Contudo, asseguro-vos que à excepção do sérum da Caudalíe (cujo preço ronda os 28€), todos os produtos custam menos de 10€.

Espero que gostem tanto desta selecção quanto eu!

Rotina de Verão #1

Tal como prometido, partilho convosco a rotina de utilização de cosméticos que funcionou comigo em tempo de férias.

Vai ter de ser em duas partes, que tenho muito para dizer. Na primeira parte, vou falar um pouco dos produtos que utilizei para o cabelo e para o corpo. No próximo post, falarei dos produtos de rosto e da protecção solar.

Há que salientar que saí de Lisboa carregada de tralha e que nem tudo o que utilizei se revelou eficaz, houve estratégias que tiveram de ser repensadas muito rapidamente e o conteúdo deste post foi o que, efectivamente, utilizei e que me encheu as medidas.

Não acho descabido publicar esta espécie de review extensa em Setembro.

Não só porque o Verão ainda decorre e há muita gente que está ou há-de ir de férias, mas também porque muitos destes produtos podem ser (ou serão mesmo) utilizados durante o resto do ano.

verão cabelos review beauty routine hair opinião resenha cc cronograma capilar

A rotina dos cabelos foi aquela onde mais arrisquei.

Sol, praia e água da rede super calcária são grandes inimigos da saúde capilar. Tenham em conta que o meu cabelo é super espesso, denso, seco e frisado, para além de o pintar com alguma frequência.

1. O champô escolhido para a temporada de praia foi o Ultra Suave Solar com Óleo de Monoi e Neroli.

É uma novidade no mercado e que não me desiludiu. Era o único produto que desconhecia totalmente deste grupo. Foi utilizado e aprovado por toda a família.

Limpa o couro cabeludo sem ser agressivo e os cabelos ficam super macios, leves e bem cheirosos, sem ressecar. Não é muito consistente, embora produza muita espuma. É fácil de espalhar e enxaguar.

2. Esqueci-me de levar comigo quaisquer máscaras ou condicionadores.

Dentro da oferta disponível nos supermercados locais, optei pela máscara Adeus Danos da Fructis. Já sabem que tenho aversão aos champôs da marca, mas as máscaras, séruns e espumas têm sido uma agradável surpresa.

Não tinha experimentado esta anteriormente, mas já conhecia outros produtos da mesma linha nos quais confio. É consistente e eficaz, super hidratante mas sem deixar o cabelo pegajoso.

Um boião de 400ml custou cerca de 5€, utilizei o produto em todas as lavagens de cabelo, não recorri a condicionadores e ao final de mais de um mês ainda estou longe de ver o fundo da embalagem. É melhor, a milhas, que muitas máscaras de marcas profissionais.

3. Que disse eu de confiar na linha Adeus Danos da Fructis?

Em equipa que ganha, não se mexe, e hei-de comprar e recomprar o sérum SOS Repair. É fluido, quase como um óleo, não pesa e a verdade é que deixa as pontas do cabelo bonitas, hidratadas e brilhantes.

Com ar de cabelo novo, sabem? Do que há no supermercado, baratinho, este é dos melhores séruns, para mim.

4. Quem tem cabelo espesso, seco e encaracolado sabe que hidratar nunca é de mais.

Mesmo, mas que é preciso ter cuidado com os produtos que utilizamos depois da lavagem sob pena de o resultado ser uma mixórdia pesada e pegajosa.

Privei-me de espumas e outros produtos muito elaborados, mas o leave-in é sempre essencial para uma caracoleta bonita e de aspecto saudável.

Apostei no Nativa Spa Frutoterapia Ultra Hidratante Monoi e Argão, após o duche à noite, que é dos melhores produtos do género que já conheci para deixar os caracóis bem definidos mas soltos e leves (já para não falar no cheirinho delicioso).

Durante o dia, por causa do sol (e por considerar que não seria de mais reforçar a hidratação), optei sempre por aplicar o Golden Plus Termoactivado.

Já era um favorito da época balnear anterior e que mesmo sendo consistente e hidratante não pesa no cabelo depois de seco e ainda protege do sol e de outros agentes nocivos. Ambos os produtos são d’O Boticário.

protecção solar protector protetor fps spf hidratação beauty beleza review blog opinião

A questão dos produtos de duche é um pouco irrelevante e a escolha dos géis e sabonetes foi quase aleatória dentro de tudo o que consigo utilizar sem reacções alérgicas.

Interessa a hidratação, e nesse aspecto tive uma super equipa comigo.

1. Ainda no duche, antes de sair, contei com o óleo Nativa Spa Monoi e Argão d’O Boticário.

Tem truque, é para aplicar na pele molhada (e há quem passe por água, mesmo assim) porque é muito denso e hidratante. Só por si, já é um grande passo na hidratação corporal e…

Confesso, nos dias de preguiça foi suficiente para que não ficasse a parecer um deserto em forma de gente. Não se atrevam a aplicá-lo na pele seca, que não será absorvido e ficam eternamente pegajosas.

2. Para não haver oportunidade de a pele das pernas começar a descamar (habitual por estas bandas).

Precisei mesmo de um produto que me garantisse toda a hidratação de que a minha pele necessita.

Sou alérgica ao sol, como sabem, pelo que nesta época evito produtos com fragrâncias e outros aditivos irritantes que possam ajudar a criar situações desagradáveis.

Contei com o Lipikar Lait da La Roche-Posay que é super consistente e hidratante, mas ainda assim fácil e agradável de utilizar. Rende imenso, para compensar o facto de não ser dos hidratantes mais baratos.

3. Apesar de o Lipikar Lait ser mais do que suficiente, eu ainda quero mais consistência nos primeiros dias de praia.

Sou muito cautelosa, utilizo protector solar, mas quero mesmo assegurar-me que estou bem hidratada.

Bálsamo Intensivo Pós-solar da Oriflame é daqueles que se assemelha mesmo a uma manteiga, há quem considere um martírio utilizá-lo por ser mesmo muito, muito rico.

Mas garanto-vos que não há melhor para as áreas do nosso corpo que têm tendência a ficar mais secas e desidratadas. Acabei por utilizá-lo muito, também, nas maçãs do rosto, que sofrem sempre nesta temporada de sol e calor.

4. A loção Sesame Suntan da Lush é um bónus que recebi a tempo de testar nas férias e que adorei.

É um capricho. A marca considera que é um protector solar, mas… Tem FPS 10! Big no no, mas como loção corporal naqueles dias em que saía do duche e ainda vinha para a rua com algum sol ao fim da tarde, foi um prazer utilizá-la.

É muito fluida mas bastante hidratante e cheira a… Bom, cheira-me a manteiga de amendoim (óleo de sésamo, diz a Lush) e dá vontade de a comer.

Sim, tive os meus receios que pudesse haver alguma alergia demoníaca, mas consta que a fragrância era mesmo a natural do óleo de sésamo e, à data, nunca tive problemas com este nem com nenhum dos restantes ingredientes (que podem conferir aqui) que compõem o produto.

Não se esqueçam, a seguir sairá um post com o resto desta rotina maravilhosa que não me deixou ficar mal, mesmo fora da minha zona de conforto.

Clarins Sun Care Oil Spray – Medalha de Bronze

clarins sun care oil spray fps spf protector solar óleo seco review opinião beleza beauty blog

Isto de ser alérgica ao sol tem muito que se lhe diga.

Ou, melhor, não querer pôr a vida em jogo tem muito que se lhe diga.

Apanhar sol faz bem, com moderação e com os devidos cuidados.

Toda a gente sabe da importância da protecção solar e dos riscos inerentes à sua negligência. Um descuido hoje pode significar uma doença grave amanhã, e o melhor é mesmo prevenir.

No léxico do ambiente de praia, existe algo que me agrada à vista: a pele brilhante, radiante, reluzente de óleo. Ok, sem exageros, dispenso ver pessoas que parece que acabaram de sair de uma frigideira, qual fartura acabada de fritar.

Sabem o que quero dizer? Aquele brilho bonito que não é pegajoso nem too much.

O problema é que, até há pouco tempo, eu sequer conhecia um produto seguro que conferisse este efeito. Por que motivo é que as pessoas continuam a besuntar-se em óleo mineral sem qualquer protecção para ir torrar para a praia?

Conheci Sun Care Oil Spray da Clarins e, olhem, fiquei fã dele porque é justamente o que eu pretendia e por isso merece uma Medalha de Bronze.

É fácil de aplicar, dado que a embalagem é um spray e assim é impossível que ocorram derrames daqueles que tornam não só o produto mas tudo o que se encontre num raio de largos quilómetros intragável de escorregadio.

Assim, também é mais fácil de dosear e evitar excessos de produto que levem ao tal aspecto de fartura que mencionei. É muito leve, não é pegajoso e, o mais importante, tem FPS 30.

Ainda por cima, dá para utilizar no corpo e no cabelo (sim, não se esqueçam que o cabelo também tem de ser protegido do sol!).

Utilizei-o diversas vezes sem qualquer inconveniente a mencionar, e a continuar assim será um favorito por muito tempo e com necessidade de reposição constante.

Caudalíe Jambes Divines – Medalha de Bronze

caudalie caudalíe jambes divines teint huile bougie review opinião swatch bronzeado bronze bronzer blog maquilhagem

Este ano, a distribuição das Medalhas de Bronze começa cedo.

Não só de sol a mais e Verão se faz o bronze, já o tenho dito, e já que a Primavera vem tímida mas em grande força, há que aproveitar dias como hoje para começar a deixar de lado todos os agasalhos pesados e camuflagens do Inverno.

O mal da maior parte das pessoas tem solução e é a Medalha de Bronze de hoje.

Nós bem queremos andar de perna ao léu mas, ups, parecemos umas lulas. A loção hidratante Jambes Divines da Caudalíe foi uma ajuda boa no ano passado, e este ano tenho-a novamente como aliada.

É uma loção não pegajosa que confere um ligeiro tom bronzeado às pernas, natural, mas que funciona e faz a diferença.

Sai no banho, mas não se preocupem, que à excepção dos dias de calor extremo, não mancha a roupa. O cheiro é bastante agradável, contrariamente à maior parte dos produtos deste género.

Como a questão da esfoliação e hidratação são muito importantes, achei por bem não deixar as Jambes Divines sozinhas e trazer para este post os seus companheiros:

  • O Gommage Divin, que é um esfoliante corporal eficaz sem ser demasiado agressivo (é açúcarado, é dos bons!);
  • E o Huile Divine, que é um óleo hidratante super versátil, podendo ser utilizado no corpo e nos cabelos.

Já que o cheiro a Caudalíe é divino (quem cheirou, sabe do que falo), por que não completar com a Bougie Divine a aromatizar a casa?

Impossível x Acessível #4

Confessem lá, já tinham saudades de mais um Impossível x Acessível, não é? Cá vem um fresquinho com coisas boas para o Verão.

verniz purpurinas

Verniz confetti.

Começando com as unhas, quem me conhece sabe que me fartava de barafustar por não encontrar vernizes com misturas de purpurinas de várias cores e texturas a preços acessíveis.

Cá em Portugal não havia nada do género. Lá fora, pela Internet, até encontrava duplos interessantes mas que encareciam brutalmente com os portes (visto que vasculhava as lojas sem o intuito de comprar qualquer outro produto).

Como com tudo o resto nesta vida, basta ter purpurinas pirosas para eu andar com a pulga atrás da orelha. Estes topcoats com purpurinas multicolores são lindos porque tiram o ar aborrecido a qualquer outro verniz que possamos ter.

  • O Impossível – Deborah Lippman na cor Happy Birthday (12,50€)
  • O Acessível – Essence Special Effect Topper na cor 02 Circus Confetti (2,50€)

óleo cintilante

Ah, óleos corporais secos, iluminadores, com cor de quem andou na praia!

Discretos e óptimos principalmente para quem não tem tempo para dar um olá ao sol mas também não quer ficar com um ar artificial ao usar produtos bronzeadores. Se tiverem cheiro a Verão, um tanto melhor!

  • O Impossível – NARS Body Glow (40,50€)
  • O Acessível – The Body Shop Honey Bronze Shimmering Dry Oil (20,00€)

batom lilás

Andamos a atravessar uma onda de batons esquisitos de cores inesperadas e eu adoro.

No entanto, ainda não consigo pensar em batom azul e tenho medo do dia em que decidam surgir com batons verdes. Bom, batom lilás.

Acho que é diferente sem deixar de ser aceitável e é lindo, delicado, meigo e fofinho. Em pele bronzeada do Verão, então, melhor! Quem se atreve?

  • O Impossível – MAC Quite Cute (18,00€ e já desaparecido de muitas das lojas, visto que foi edição limitada)
  • O Acessível – Stargazer 115 (2,00€)

eyeliner

Em tempo de sol, calor e praia, ninguém quer saber de maquilhagens de olhos muito compostas.

Na melhor das hipóteses, aplica-se um delineador colorido e está pronto.

Verde sereia está mais do que adequado!

  • O Impossível – MAC Minted (16,00€)
  • O Acessível – Essence Sun Club 03 Blue Lagoon (1,99€)

eyeliner

Ainda na mesma onda de preguicite para maquilhagens de olhos, nas festas e saídas à noite queremos algo mais glamuroso.

Por que não investir nuns olhos de gatinho purpurinados?

Nada mais simples: usa-se um delineador preto que já tem as ditas, muito subtilmente.

  • O Impossível – Bourjois Liner Glitter Fizz 01 Black Star (7,50€)
  • O Acessível – Essence Glam Liner 01 (3,50€)

Cabaz Nativa Spa d’O Boticário: Crítica

boticario

Para os mais esquecidos, ou para quem ainda não lia o blogue da Guida, há uns tempos houve por cá um sorteio com a ajuda d’O Boticário.

Houve bastantes participantes e a sorteio estava um cabaz de cinco produtos da linha Nativa Spa. No final, acabou por ganhar um rapaz, o Carlos, que optou por oferecer o prémio a uma amiga, a Paula.

A Paula tem uma vida bastante ocupada mas cumpre sempre com o prometido.

Como tal, deixei-a à vontade para escrever a crítica prometida para quando pudesse e já tivesse experimentado tudo. Ela podia ter usado as coisinhas uma vez ou duas e despachado o assunto, mas preferiu esperar mais algum tempo e formular uma opinião mais acertada dos produtos.

E foi durante o fim-de-semana que recebi o texto da Paula! E cá vai ele:

Olá Guida,

Como o prometido é devido, aqui está a tão esperada crítica do Cabaz do Boticário Nativa SPA, sorteado no blogue. Ora bem, vamos então começar…

Em relação ao Creme para Mãos de Altéia + Minerais (1.), só tenho coisas boas a dizer. Desde o cheirinho maravilhoso até ao efeito que tem nas mãos… Divinal.

Só para terem uma melhor noção do efeito do creme nas minhas mãos vou fazer um pequeno aparte: eu toco numa orquestra de percussão e as minhas mãos têm um grande desgaste e são muito afectadas pelas baquetas e maços, chegando a ter muitas vezes bolhas que mais tarde se transformam em calos.

Acabado o aparte, quero dizer que os meus famosos calos das mãos ficaram muito mais suaves e a pele muito macia e com óptimo aspecto.

Entre o Flan Hidratante Corporal de Framboesa + Mirtilo (2.) e o Óleo Exótico Hidratante de Ameixa (3.) só distingo o Óleo pelo cheiro. Têm os dois um óptimo efeito na pele, fica muito mais hidratada e macia. No entanto, destaco o óleo pela duração do cheiro, pois apesar de o cheiro do creme durar bastante, o óleo ainda dura mais.

Vejam bem a qualidade do cheiro, que nos dias que punha o óleo nem perfume usava e o aroma ameixa ficava na minha pele, durante o dia inteiro.

Querem os cabelos mais fortes? Aconselho vivamente o Champoo (4.) e o Condicionador (5.) Força de Amora + Sândalo. Normalmente cai-me bastante cabelo durante e depois do banho, mas com estes nossos amiguinhos, o acumulado no pente e no chão diminuiu bastante.

No entanto, têm um pequeno contra. Não são muito aconselháveis a quem quer definição de caracóis. Digo isto porque o meu cabelo encaracolado perdeu bastante a definição e andava com o cabelo um pouco “selvagem”, mas nada do outro mundo.

Ah, já falei do cheiro absolutamente delicioso? Sim, também o champô e o condicionador têm um cheiro mesmo, mas mesmo bom.

Em conclusão, aconselho vivamente todos estes produtos porque para além de todos os maravilhosos resultados, o cheirinho de todos é… Delicioso, maravilhoso, fantástico, bem acho que já deu para perceber.

A sério, só o cheirinho já merecia a pena mesmo que os produtos não fizessem nada. Mas vejam o bom da coisa, que os moços até têm bons resultados.

Gostava de poder deixar um bocadinho do cheirinho destas coisinhas boas, mas como a tecnologia ainda não o permite, deixo aqui um enorme beijinho.

A Paula pensa que o texto não é grande coisa, mas cá por mim está mais do que completo e diz tudo o que é importante sobre os produtos. Muitíssimo obrigada, Paula!

A acrescentar, só tenho o facto de a tal história dos caracóis ser facilmente resolvida com um creme de modelar ou espuma. Já conhecia a linha e reconheço esse “problema”. Como uso sempre espuma, não é por aí que o gato vai aos bolos! Ah, e se não encontrarem o amaciador com o formato apresentado na imagem…

É porque cá em Portugal o frasco é mesmo diferente. Não consegui encontrar a imagem certa na Internet, mas o frasco é idêntico ao do óleo. Na loja vocês dão pela diferença sem problemas.

Espero que vejam assim esclarecidas eventuais dúvidas e que não tenham medo em trazer produtos cosméticos deliciosos da loja. Não são dos mais caros, sequer, e se estiverem atent@s até conseguem apanhar bons descontos em certas alturas do ano!