Etiqueta: Máscara Capilar

Cronograma Capilar

cronograma capilar beleza cabelos máscara como lavar rotina cabelos

O último ano foi duro para o meu cabelo.

Por mais cuidado que haja, já se sabe: a gravidez e o bailarico de hormonas que lhe é adjacente tem influência no estado do nosso cabelo.

Pela altura do parto, tinha uma juba de caracóis looonga e invejável. O cabelo ganhou brilho por si próprio, estava forte e lindo. Depois?

Depois, pensei que ia ficar careca e posso dizer-vos que só passados cerca de 8 meses é que a coisa começou a melhorar. Fiquei com entradas e só não foi pior porque, de qualquer forma, tenho cabelo para dar e vender.

O cabelo estava mesmo a necessitar de intervenções, foi por isso que falei com a minha Íris e em Março decidi que estava na altura de dar um corte valente e fazer um alisamento.

Não pesco assim tanto do assunto, mas não fiquei surpreendida quando a Íris me disse que o meu cabelo estava demasiado poroso. O meu cabelo, habitualmente forte e saudável, estava poroso. Sentia-se.

Por que é que não fazes aquilo do cronograma capilar? Olha que ia ser bom!

Sugeriu a Íris. E eu, sem saber muito do assunto, comprometi-me a ir ler e pôr em prática o ritual. Já tinha lido umas coisas aqui e ali, já tinha lido o post d’A Garota de Ipanema há muito tempo.

Até há grupos gigantes no Facebook sobre o assunto, é algo simples e eu nunca tinha dado grande atenção!

O cronograma capilar é uma rotina que pode ser adoptada por qualquer pessoa e que tanto ajuda a manter saudável o cabelo que está bom como a reparar aquele que está muito danificado.

Explicando de forma muito simples e resumida:

  • Existem três fases – hidratação, nutrição e reconstrução;
  • Durante cada uma destas três fases, devolve-se ao cabelo tudo o que ele vai perdendo no dia-a-dia, tanto naturalmente como através de processos químicos (colorações, descolorações, alisamentos, …);
  • Consoante a fase, devem escolher uma máscara diferente (entre outros produtos e rituais, se quiserem) com ingredientes adequados – assim, irão precisar de três máscaras, cada uma com características distintas;
  • O champô e condicionador podem ser sempre os mesmos;
  • Existem esquemas mais adequados a cada tipo de cabelo – encontram-nos muito facilmente, basta procurarem “cronograma capilar” no Google;
  • Devem passar pelo menos 48h entre as diferentes fases/lavagens;
  • É uma rotina para toda a vida.

Como referi, o que necessita de maior atenção são as máscaras que utilizamos, porque teremos de as escolher consoante os ingredientes que as compõem. De grosso modo:

  • Máscaras de hidratação – À partida, terão na sua composição coisas como Pantenol, vitamina A, proteína de trigo, mel.
  • Máscaras de nutrição – Regra geral, são as que contêm óleos. Argão, azeite, óleo de coco, por aí fora.
  • Máscaras de reconstrução – Nestas encontramos queratina.

Para complementar, existem sempre os séruns que podemos utilizar depois, protectores de calor, humidificadores, humectações, ampolas e toda uma série de procedimentos que dariam um manual sobre o assunto.

Não irei aqui falar de todos os esquemas disponíveis nem de produtos, mas poderei explicar futuramente o que tenho feito pelo meu cabelo nos últimos meses e que tem dado os melhores resultados!

Vale a pena lembrar que sou amadora, procurem sempre ajuda profissional em caso de dúvida, sim?

Testei – Avon Advance Techniques Absolute Perfection BB

Há cerca de um mês, recém chegada das férias, recebi para experimentar a linha capilar Absolute Perfection BB da Avon. O conjunto, composto por champô, condicionador, máscara e bálsamo leave in, vinha mesmo a calhar e no melhor timing possível. Creio que toda a gente sabe que, por mais cuidado que tenhamos, o tempo de praia faz maldades grandes ao cabelo. O meu ficou mais seco que o habitual, e com as pontas a gritarem por ajuda (é de salientar que a última vez que dei uma tesourada foi por volta da Páscoa).

Vocês sabem, que eu costumo dizer, que não experimento estes produtos de cabelo só em mim. Habitualmente, tenho ao meu cuidado os cabelos de algumas mulheres que me são próximas. Para além do meu cabelo, que é espesso e seco, tenho ao meu dispor para estas experiências (eu sei que parece que estou a falar de cobaias de laboratório, ignorem esse detalhe) cabelo ainda mais espesso e mais seco que o meu, e cabelo liso normalíssimo.

avonbb

Segundo a Avon, esta linha de cuidados tem filtros UV e uma tecnologia nova chamada Advanced Shield, propondo-se a hidratar, proteger e nutrir o cabelo, deixando-o maleável, suave e sedoso, resistente à humidade e recuperando-o de agressões externas, como são o sol e o mar. Diria que em cabelos normais e/ou oleosos, esta linha tem potencial. Vi resultados no “cabelo normal” que se mostrou disponível para experimentar, que ficou visivelmente mais brilhante e domado. Se for este o vosso caso, invistam à vontade (já sabem que a aquisição de produtos da marca é feita junto de revendedoras, e caso não conheçam nenhuma, falem comigo!).

Tenho a destacar o efeito curioso da máscara, que forma uma película evidente nos fios de cabelo, mas está longe de ser tão boa (para os meus cabelos) quanto outras que a Avon comercializa. O champô, que é o produto da linha que mais me agrada, limpa bem o cabelo, sem o deixar ressequido. O condicionador é demasiado fluido, embora evidentemente mais espesso que o champô. Não fiquei fã do bálsamo, e considero que é o item mais fraco da linha. Aparentemente, não deixa resíduos. Contudo, também não é hidratante, pelo contrário.

Para cabelos secos, não considero que esta seja a melhor opção. Encontram alternativas bem melhores na Avon – já fui revendedora  e experimentei muitas coisas, como as linhas Moroccan Argan Oil e Lotus Shield (fui procurar referências no blog e não as encontrei, e nem sei bem como nunca falei nos produtos! Vou resolver a falha, prometo).

Testado – Kérastase Résistance Thérapiste

resistancetherapiste

Através do Youzz, tive a oportunidade de experimentar a nova linha de cuidados capilares da Kérastase, a linha Résistance Thérapiste. Tenho muitas coisas para vos contar sobre cabelos e nem estava bem nos meus planos experimentar novos produtos para já, que estava muito satisfeita com a rotina que mantinha. Só que convites destes não se recusam e, assim sendo, estou há um mês a experimentar esta novidade, em conjunto com a minha mãe.

Esta linha destina-se a cabelos muito danificados e submetidos a processos químicos. Tanto eu como a minha mãe (ela mais que eu), temos cabelos super ruins. Espessos, muito secos, rebeldes, sujeitos a colorações frequentes, muito calor e, no meu caso, um alisamento (melhor tomada de decisão de sempre!). Recebi três produtos para testar: o Bain Thérapiste, que é o “champô”; a Masque Thérapiste; o Sérum Thérapiste. Recebi, também, um montão de amostras de cada produto para distribuir.

O champô tem uma textura inovadora para o que estava habituada: assemelha-se mais a um condicionador consistente e quase não produz espuma (ainda menos que os champôs sem sulfatos habituais, sim!). Não deixa o cabelo ressequido. A máscara é super consistente e hidratante, mas não tanto como a que utilizava anteriormente. O sérum é eficaz, ajuda a texturizar o cabelo deixando-o solto mas domado, sem pesar, mas não considero que traga algo de novo. Toda a linha tem uma fragrância intensa e característica, que fica no cabelo por dias. Agrada-me ter o cabelo super bem cheiroso, mas não sei até que ponto a fragrância não poderá ser responsável por eventuais irritações do couro cabeludo.

Posso dizer que esperava mais desta linha. Não é má, de todo, mas face à rotina que já tinha adoptado antes de conhecer a Résistance Thérapiste, ficou abaixo das minhas expectativas. Sinto que, a nível de hidratação, não cumpre todas as necessidades do meu cabelo, e ainda menos as do cabelo da minha mãe. Sou eu que penteio o cabelo dela e bem noto a diferença! O cabelo não está tão maleável como antes, parece mais áspero. Das pessoas a quem distribuí as amostras, obtive dois tipos de opiniões (ah, é de salientar que os pacotinhos tinham tamanhos generosos e cada amostra deu para duas utilizações, no geral): as semelhantes à nossa cá de casa; as das amigas com cabelos mais “normais” mas ainda assim secos, que adoraram os produtos e que os apresentavam visivelmente mais brilhantes, macios e domados. 

Neste momento, só sobra o champô para contar a história. Este é um dos dramas de quem tem cabelos complicados e que as marcas ainda não entenderam: gastamos máscaras e produtos complementares à velocidade da luz. Adorava que pensassem nisto e concebessem embalagens maiores.

Resumindo e concluindo, é uma linha boa mas não creio que justifique o valor que lhe está associado. Ainda assim, caso estejam interessadas em experimentar (recomendo o champô, o champô!), podem encontrar tudo em salões de cabeleireiro. Em breve, sim, contem com um post com a rotina que deixa o meu cabelo super feliz!

10 do Momento

Há muito tempo que não publico um post destes. A bem da verdade, pouco publico ultimamente, não é? Não pode ser e tenho de ver se encarrilo de uma vez por todas. Já sei que é difícil acreditar, mas um dos motivos que levou a que não publicasse nenhum destes tops que antes eram algo frequentes aqui no blog foi mesmo o facto de não ter experimentado muitas coisas. Elas chegam às minhas mãos, é verdade, mas nem sempre é fácil dar conta do recado em tempo útil.

Poderia falar aqui dos produtos que se tornam constantes na minha vida (em equipa que ganha, não se mexe!) ad infinitum, mas se já sabemos que os produtos são bons, para quê passar a vida a bater no ceguinho? Então, ou há coisas novas para acrescentar ou não vale a pena. Nesse sentido, gosto de testar tudo como deve ser. Preciso de tempo para tal, e tem sido complicado gerir tudo o que tem acontecido na minha vida. Às vezes, temos de redefinir prioridades.

10junho15

Agora, cá estou eu com duas mãos cheias de coisas boas para vos dizer. Porque ultimamente tenho descoberto autênticos milagres e recuperado outros tantos, e não se pode deixar passar um evento destes! Não há muito para dizer sobre maquilhagem, que não tenho utilizado muita. Assim, e com jeitinho, cá vamos nós:

  1. Creme Reparador de Calosidades com aroma a coco, Nativa do Brasil (lojas especializadas)- Trouxe este creme da Expocosmética e já sabia que seríamos bons amigos. Tem muita vaselina, mas não tem só vaselina e noto grandes diferenças na hidratação dos meus pés. Aplico antes de dormir e calço meias (que o creme é mesmo muito rico e consistente e torna-se pegajoso). De manhã, acordo com pés de bebé. O cheirinho a coco é um bónus!
  2. Máscara de Elasticidade Afro, Real Natura (lojas especializadas)- Comprei por sugestão da Ana Rita, que comprou por recomendação da Thaisa. Esta é, sem sombra de dúvidas, a melhor máscara de cabelo que já experimentei (no meu cabelo e no da minha mãe) e o melhor é que é barata (1kg custa 7€ e picos, quando não há promoções nas lojas!). Merece um post só para ela, mas só posso gabá-la e aconselhá-la a toda a gente que tem cabelos encaracolados ou muito frisados, espessos e secos/danificados. Experimentem! Agora, até fico desgostosa de pensar que tenho umas poucas máscaras para gastar antes de se justificar repor esta.
  3. Leite Corporal Multiconforto Cold Cream, Mixa (super e hipermercados) – A marca francesa Mixa chegou a Portugal há pouco tempo e eu tenho para testar um saco cheio de produtos. Só pelo cheiro a bebé, vale a pena espreitar a oferta da marca no mercado. Não me vou alongar muito por agora, mas tenho de partilhar convosco que sou fã de cold cream e foi muito fácil decidir que queria começar por testar este hidratante. Normalmente, é um martírio utilizar o mesmo creme até ao fim da embalagem sem intercalar com outros, mas desta feita está a ser um prazer. Tudo é perfeito: o cheiro, a textura do cold cream sem ser pesada, a sensação de hidratação, a ausência de desconforto…
  4. Quenching Serum SOS, Caudalíe  (farmácias e parafarmácias, está com desconto na Skin)- Já falei dele aqui, aqui e aqui, e dificilmente volto a dispensá-lo. Fi-lo para dar lugar a outros séruns temporariamente e a minha pele queixou-se logo. A sério, se não o conhecem, dêem-lhe uma oportunidade e vão ver que será um casamento feliz!
  5. Champô Crina, Real Natura (lojas especializadas)- Está visto que ando apaixonada pelos produtos de cabelo da Real Natura. Comprei este por ter feito milagres pelo cabelo de um amigo meu, deixando-o forte e muito crescido em tempo record, e decidi dar-lhe uma oportunidade. Cumpre as promessas propostas e eu não poderia pedir mais! Ok, se calhar tenho de fazer mesmo um post com a minha rotina capilar de ultimamente, porque ando mesmo satisfeita.
  6. Nano Shark Nail Treatment, Kinetics (lojas especializadas) – Já era fã do secante rápido e de alguns vernizes mais extravagantes, pelo que decidi experimentar esta base endurecedora (que também pode ser utilizada como top coat). Faz milagres! Promove uma boa aderência do verniz à unha e impede que esta quebre tão facilmente. Custou-me 5€ na Expocosmética e deixa-me mais feliz que produtos semelhantes de marcas mais caras.
  7. Spray Leave-in Protecção da Cor Vinoterapia, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Escolhi este produto por ter FPS e, sendo líquido e em spray, dá um jeitaço no Verão. Posso dizer-vos que não é pegajoso, deixa o cabelo mais hidratado e tem um cheiro delicioso. É uma espécie de protector solar para o cabelo e isso faz com que não o dispense da minha bolsa de praia/piscina. Merece uma Medalha de Bronze, lá chegaremos!
  8. Champô Seco Cool & Crisp Fresh, Batiste (loja online Maquillalia) – Desde que fiz um alisamento progressivo em Setembro, tornou-se muito fácil manter o cabelo liso ou pouco ondulado (sim, os efeitos perduram!). Como tal, não necessito de o lavar com tanta frequência e quando preciso e estou com pressa, posso recorrer ao champô seco. Estou fã, super fã. Já falei deste meu amor aqui. E, sim, ainda é o mesmo spray.
  9. Óleo de Massagem Exótico Baobá + Tamanu, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Bom, não tenho muita experiência no que toca à parte de receber massagens mas na perspectiva de as fazer tenho de dar o mérito a este óleo. Fluido sem ser demasiado líquido (não escorre!), não seca logo mas não fica super pegajoso, é super bem cheiroso e provoca uma sensação de calor bastante agradável. Adoro!
  10. Infallible Lips 2 Step na cor 506 Red Infallible, L’Oréal Paris (perfumarias, super e hipermercados) – Vocês sabem que sou apaixonada por batom vermelho. Se for de longa duração, melhor ainda! É o que se passa com este: primeiro, aplica-se o batom líquido. Depois, o bálsamo hidratante. Não é o meu primeiro batom desta linha, nem o primeiro vermelho, mas é a cor do momento. É super confortável, não deixa a pele dos lábios a repuxar e garanto que é à prova de noitadas e tudo!

Já sabem que, em momentos oportunos, dedicarei posts aos produtos que aparecem nesta lista e ainda não foram falados no blog. Para as carteiras apertadas, fear not! Não adicionei os preços dos produtos porque não sei, já que muitos deles foram comprados em promoção e nem tenho informação das marcas para complementar. Contudo, asseguro-vos que à excepção do sérum da Caudalíe (cujo preço ronda os 28€), todos os produtos custam menos de 10€.

Espero que gostem tanto desta selecção quanto eu!

Rotina de Verão #1

Tal como prometido, partilho convosco a rotina de utilização de cosméticos que funcionou comigo em tempo de férias. Vai ter de ser em duas partes, que tenho muito para dizer. Na primeira parte, vou falar um pouco dos produtos que utilizei para o cabelo e para o corpo. No próximo post, falarei dos produtos de rosto e da protecção solar.

Há que salientar que saí de Lisboa carregada de tralha e que nem tudo o que utilizei se revelou eficaz, houve estratégias que tiveram de ser repensadas muito rapidamente e o conteúdo deste post foi o que, efectivamente, utilizei e que me encheu as medidas.

Não acho descabido publicar esta espécie de review extensa em Setembro. Não só porque o Verão ainda decorre e há muita gente que está ou há-de ir de férias, mas também porque muitos destes produtos podem ser (ou serão mesmo) utilizados durante o resto do ano.

veraocabelo

A rotina dos cabelos foi aquela onde mais arrisquei. Sol, praia e água da rede super calcária são grandes inimigos da saúde capilar. Tenham em conta que o meu cabelo é super espesso, denso, seco e frisado, para além de o pintar com alguma frequência.

1. O champô escolhido para a temporada de praia foi o Ultra Suave Solar com Óleo de Monoi e Neroli, que é uma novidade no mercado e que não me desiludiu. Era o único produto que desconhecia totalmente deste grupo. Foi utilizado e aprovado por toda a família. Limpa o couro cabeludo sem ser agressivo e os cabelos ficam super macios, leves e bem cheirosos, sem ressecar. Não é muito consistente, embora produza muita espuma. É fácil de espalhar e enxaguar.

2. Esqueci-me de levar comigo quaisquer máscaras ou condicionadores e dentro da oferta disponível nos supermercados locais, optei pela máscara Adeus Danos da Fructis. Já sabem que tenho aversão aos champôs da marca, mas as máscaras, séruns e espumas têm sido uma agradável surpresa. Não tinha experimentado esta anteriormente, mas já conhecia outros produtos da mesma linha nos quais confio. É consistente e eficaz, super hidratante mas sem deixar o cabelo pegajoso. Um boião de 400ml custou cerca de 5€, utilizei o produto em todas as lavagens de cabelo, não recorri a condicionadores e ao final de mais de um mês ainda estou longe de ver o fundo da embalagem. É melhor, a milhas, que muitas máscaras de marcas profissionais.

3. Que disse eu de confiar na linha Adeus Danos da Fructis? Em equipa que ganha, não se mexe, e hei-de comprar e recomprar o sérum SOS Repair. É fluido, quase como um óleo, não pesa e a verdade é que deixa as pontas do cabelo bonitas, hidratadas e brilhantes. Com ar de cabelo novo, sabem? Do que há no supermercado, baratinho, este é dos melhores séruns, para mim.

4. Quem tem cabelo espesso, seco e encaracolado sabe que hidratar nunca é de mais, mesmo, mas que é preciso ter cuidado com os produtos que utilizamos depois da lavagem sob pena de o resultado ser uma mixórdia pesada e pegajosa. Privei-me de espumas e outros produtos muito elaborados, mas o leave-in é sempre essencial para uma caracoleta bonita e de aspecto saudável. Apostei no Nativa Spa Frutoterapia Ultra Hidratante Monoi e Argão, após o duche à noite, que é dos melhores produtos do género que já conheci para deixar os caracóis bem definidos mas soltos e leves (já para não falar no cheirinho delicioso). Durante o dia, por causa do sol (e por considerar que não seria de mais reforçar a hidratação), optei sempre por aplicar o Golden Plus Termoactivado, que já era um favorito da época balnear anterior e que mesmo sendo consistente e hidratante não pesa no cabelo depois de seco e ainda protege do sol e de outros agentes nocivos. Ambos os produtos são d’O Boticário.

veraocorpo

A questão dos produtos de duche é um pouco irrelevante e a escolha dos géis e sabonetes foi quase aleatória dentro de tudo o que consigo utilizar sem reacções alérgicas. Interessa a hidratação, e nesse aspecto tive uma super equipa comigo.

1. Ainda no duche, antes de sair, contei com o óleo Nativa Spa Monoi e Argão d’O Boticário. Tem truque, é para aplicar na pele molhada (e há quem passe por água, mesmo assim) porque é muito denso e hidratante. Só por si, já é um grande passo na hidratação corporal e… Confesso, nos dias de preguiça foi suficiente para que não ficasse a parecer um deserto em forma de gente. Não se atrevam a aplicá-lo na pele seca, que não será absorvido e ficam eternamente pegajosas.

2. Para não haver oportunidade de a pele das pernas começar a descamar (habitual por estas bandas), precisei mesmo de um produto que me garantisse toda a hidratação de que a minha pele necessita. Sou alérgica ao sol, como sabem, pelo que nesta época evito produtos com fragrâncias e outros aditivos irritantes que possam ajudar a criar situações desagradáveis. Contei com o Lipikar Lait da La Roche-Posay que é super consistente e hidratante, mas ainda assim fácil e agradável de utilizar. Rende imenso, para compensar o facto de não ser dos hidratantes mais baratos.

3. Apesar de o Lipikar Lait ser mais do que suficiente, eu ainda quero mais consistência nos primeiros dias de praia. Sou muito cautelosa, utilizo protector solar, mas quero mesmo assegurar-me que estou bem hidratada. O Bálsamo Intensivo Pós-solar da Oriflame é daqueles que se assemelha mesmo a uma manteiga, há quem considere um martírio utilizá-lo por ser mesmo muito, muito rico, mas garanto-vos que não há melhor para as áreas do nosso corpo que têm tendência a ficar mais secas e desidratadas. Acabei por utilizá-lo muito, também, nas maçãs do rosto, que sofrem sempre nesta temporada de sol e calor.

4. A loção Sesame Suntan da Lush é um bónus que recebi a tempo de testar nas férias e que adorei. É um capricho. A marca considera que é um protector solar, mas… Tem FPS 10! Big no no, mas como loção corporal naqueles dias em que saía do duche e ainda vinha para a rua com algum sol ao fim da tarde, foi um prazer utilizá-la. É muito fluida mas bastante hidratante e cheira a… Bom, cheira-me a manteiga de amendoim (óleo de sésamo, diz a Lush) e dá vontade de a comer. Sim, tive os meus receios que pudesse haver alguma alergia demoníaca, mas consta que a fragrância era mesmo a natural do óleo de sésamo e, à data, nunca tive problemas com este nem com nenhum dos restantes ingredientes (que podem conferir aqui) que compõem o produto.

Não se esqueçam, a seguir sairá um post com o resto desta rotina maravilhosa que não me deixou ficar mal, mesmo fora da minha zona de conforto.

10 de Fevereiro

favoritos maquilhagem beleza top 10 new in novidades review swatch opinião

Na verdade, são 11 produtos porque a Lingerie de Peau fez-se emplastra e decidiu ficar na foto.

Acidentes acontecem!

  1. Máscara capilar Repair & Care, Mildeen
  2. Spray Desumidificante, Lee Stafford
  3. Sabonete de Enxofre, Confiança – post aqui
  4. Radiance Primer, The Body Shop – post aqui
  5. Base Lingerie de Peau, Guerlain – post aqui
  6. Batom Líquido Intense Cor Intensa 12, O Boticário – post aqui
  7. EDT La Petite Robe Noire, Guerlain – post aqui
  8. Blush Meteorito Make B Mineral, O Boticário
  9. Tea Tree Oil, The Body Shop – post aqui
  10. Sombra Iridiscente 02 Mirifique, PB Cosmetics
  11. Creme Benamôr, Nally – post aqui

Linha Capilar Nativa Spa Restaurar d’O Boticário

Já viram, com certeza, que O Boticário lançou há pouco tempo novos produtos da linha Nativa Spa, nomeadamente produtos capilares.

Pessoalmente, amo a marca e sempre fui usando muitos produtos, a maioria desta linha e, preferencialmente, os de cor laranjinha, Activar, porque são aqueles cujos cheiros dizem mais ao meu nariz!

Desta feita, chegaram às lojas novos produtos de três sub-linhas Nativa Spa específicas para os diferentes tipos de cabelo, com montes de ingredientes especiais:

  • A linha Purificar (verde) para os cabelos oleosos;
  • A linha Activar (laranja) para cabelos pintados;
  • E a linha Restaurar (vermelha/vinho) para cabelos secos ou/e estragados.

nativa spa cabelos

Um dos mimos que recebemos n’O Boticário na passada sexta-feira foi um conjunto destes produtos, adequados às necessidades de cada uma de nós, chegando até a ter em conta as nossas preferências por determinados tipos de produto (cada uma de nós teve a oportunidade de expressar o seu maior agrado por máscaras ou leave-ins).

Tendo eu cabelos secos e encaracolados, foi-me proposto experimentar a linha Restaurar (lá se foram os laranjinhas…), e optei pelo leave-in.

Desde sábado que tenho estado a usar estes novos auxiliares para tomar conta do meu cabelo e, sabem que mais? Não podia estar mais satisfeita!

Comecei logo por abrir as embalagens todas para sentir os cheiros e fiquei com vontade de comer tudo. O champô e o condicionador cheiram a cereja e o leave-in tem uma mistura de amora e sândalo.

Quem já experimentou produtos d’O Boticário sabe que são super cheirosos e que graças a isso quase nem se justifica usar perfume. Por isso, fiquei logo cheia de vontade de experimentar tudo.

Na hora de experimentar, fiquei super feliz por descobrir que basta uma quantidade muito pequena de champô para conseguirmos ter o cabelo limpinho. Por isso (alô, Daniel!), desta vez o orifício estreitinho da embalagem é um ponto a favor, pois evita o desperdício!

O mesmo se pode dizer do amaciador, que apesar de ser fluido deixa o cabelo muito macio e visivelmente hidratado. Sendo eu uma pessoa que facilmente desenvolve alergias a produtos cosméticos, especialmente os que utilizamos no banho, tenho a dizer que esta linha é perfeita porque não provocou irritação de género algum.

Depois do banho, o cheiro a cereja pairou pelo ar da casa por um bom bocado.

Agora, chega a parte engraçada desta história toda. Na loja, uma das funcionárias disse que os leave-in da marca eram óptimos e que o que eu trouxe era óptimo para cuidar caracóis.

Até à data, qualquer produto do género que tivesse utilizado dava uma grande ajuda para conferir ao cabelo um aspecto saudável, mas não me dispensava o uso de espuma ou gel, para além de que no geral eram sempre todos espessos e, após algum tempo, deixavam o cabelo com um aspecto pesado e feio.

Após pentear o cabelo ainda molhado, apliquei um nadinha do leave-in de amora e sândalo (amo o cheiro, de paixão!) e a primeira coisa que pude verificar, à semelhança dos restantes produtos, foi a fluidez e leveza do mesmo.

Assim, senti-me bastante confortável ao aplicá-lo.

Como estava sem tempo para mais festivais, acabei por sair de casa sem colocar mais nada no cabelo. Espantem-se, almas! O cabelo foi secando durante o dia, e manteve-se sempre macio e no sítio. Nunca tal se tinha passado comigo.

Com certeza, este conjunto passa a fazer parte das minhas preferências. Se os produtos são caros? Bem, não custam o mesmo que os produtos de supermercado mas também não custam tanto como os do cabeleireiro. A meu ver, são produtos de muito boa qualidade a preços acessíveis.

Para além disso, há que ter em conta que as embalagens trazem sensivelmente a mesma quantidade que outros produtos semelhantes mas duram muito tempo: para cada utilização, não é preciso gastar muito produto. Como remate, convém lembrar que não encontram produtos tão cheirosos com muita facilidade.

Fica aqui a minha recomendação. Se puderem experimentar, façam-no pois não se arrependem.

A Guida Aprova – Skala

skalaDescobri as máscaras desta marca brasileira há um ano e trouxe para casa um pote para experimentar, até porque o preço era bastante simpático.

Por 1kg, que dura eternidades, paguei 3€ e qualquer coisa.

Prejuízo não daria, por que não tentar?

Fiquei bastante contente com os resultados, tanto que tratei logo de armazenar dois ou três boiões para durarem o ano todo, visto que nunca tinha encontrado nada da Skala em Lisboa. Trouxe um pote azul para cabelos pretos e os restantes eram Lama Negra (maravilha!). Não se deixem intimidar nem pelo nome nem pelo aspecto, porque a máscara tem cheirinho a alecrim e é óptima!

Segundo o rótulo, dá para ser usada como amaciador (mais eficaz do que este, na minha opinião) ou como máscara, se a aplicarmos no cabelo húmido e deixarmos actuar por cerca de quinze minutos.

Desta última forma, vão ver que maximizam tudo o que a máscara faz de bom e os vossos cabelos vão ficar novinhos que nem saídos do cabeleireiro!

Agora tenho estado a usar a máscara de Sundae, que é bicolor (baunilha e rosa) e cheira a gomas. É igualmente boa!

Tenho apenas a avisar à malta de cabelos loiros, platinados, brancos ou grisalhos que me parece que têm que ter cuidado ou tingem os cabelos sem querer! Será impressão minha?

Experimentei também todos os produtos da linha capilar de chocolate e amei, até o creme de pentear é óptimo! Para quem isto for relevante, o champô não tem sal.

Vão lá fazer uma busca, espreitem o site da marca e experimentem também! Os produtos são super baratos, até mais do que os que costumamos comprar no supermercado. Pelo que sei, há aqui na Petrocoop em Santo André e em alguns Intermarchés e Ecomarchés.