Etiqueta: Hidratação

Bio-Oil – A família cresceu

O Bio-Oil é um dos meus cosméticos favoritos de todo o sempre.

Deveria ter dedicado todo um post ao Bio-Oil há muito tempo. Conheço-o desde que chegou a Portugal mas só comecei a dar-lhe o devido valor durante a gravidez. Nunca mais nos largámos. O entusiasmo inicial passou, mas como se tornou essencial e nunca faltou no meu armário, acabei por ir esquecendo o assunto. Por ser algo tão natural.

Trata-se de uma mistura de óleos de plantas, vitaminas e um ingrediente exclusivo e patenteado pela marca que dá pelo nome de PurCellin Oil. A quem interessar esta questão, não é um óleo 100% vegetal, já que contém parafina. É prático, fácil de aplicar, é rapidamente absorvido e funciona.

bio oil

O resto vocês já sabem por alto: falei dele aqui, utilizei-o para prevenir as estrias da gravidez e o facto é que não tenho nenhuma. Mas as potencialidades do Bio-Oil são muitas, e da cabeça aos pés faz sentido utilizá-lo para atenuar manchas, estrias, cicatrizes, hidratar todas as partes do corpo (até os lábios!), nutrir o cabelo…

É mesmo polivalente e, no meu entender, havia um problema: os frascos eram demasiado pequenos para quem usa o produto em áreas extensas do corpo. Acabava até por sair caro! A Portugal, só tinha chegado o formato de 60ml. Só há coisa de 1 ano é que chegou o formato de 125ml, que era melhor mas ainda não era o ideal.

Este mês, finalmente, passámos a poder comprar por cá o frasco de 200ml (e eu pude festejar esse momento!). Tratando-se de algo tão bom e versátil, recomendo a toda a gente. É um produto compatível com a preguiça e capaz de agradar à maioria das pessoas. Se não conheciam, façam o que sugiro e depois digam-me de vossa justiça!

bio-oil

A minha experiência Blue Therapy

youzz

Há cerca de um mês, chegou às minhas mãos um kit da Biotherm por parte da Youzz (uma plataforma online onde se podem inscrever para testar produtos – o meu código de apadrinhamento é 74pbspobj8), com produto da linha Blue Therapy. Combinámos que iria experimentar devidamente e que partilharia o meu feedback no blog (não fui a única, daí haver tanto conteúdo sobre este assunto a ser publicado por estes dias!).

Esta linha propõe-se a proteger a pele de agressões externas enquanto repara sinais de envelhecimento como manchas, rugas e falta de firmeza, sendo enriquecida com extractos de algas (Alaria esculenta) e raiz de baicalina, antioxidantes.

Recebi um boião do creme de dia Multi-Defender com FPS 25 e duas amostras: uma do sérum e outra do creme de noite da mesma linha. Por óbvios motivos, o foco da minha análise recai sobre o primeiro produto, já que os restantes não continham quantidade suficiente que me permitisse retirar grandes conclusões.

Passando ao que interessa!

Bem sei que o boião não é o melhor formato de apresentação, porque para além de não ser o mais higiénico, leva a que o conteúdo se deteriore mais rapidamente. Consciente destes factos, contudo, aqui me assumo apoiante deste recipiente à antiga, que eleva o ritual da aplicação do creme a outro nível. E este boião é qualquer coisa, robusto, de vidro azul com tampa de metal prateado!

Não fiquei fã do aroma: não cheira mal,é floral, mas é demasiado fresco e evidente e “pica-me” o nariz. Preferia uma fragrância mais suave, ou a ausência dela.

A textura, que é mencionada como sendo “areada e leve”, apesar de ser diferente dos hidratantes habituais, diria ainda assim que pesa um pouco, especialmente se tivermos em conta que é um produto que se destina a peles mistas. É um creme algo consistente, mas muito fácil de espalhar e é absorvido rapidamente.

youzz

É um creme confortável de utilizar se não aplicar maquilhagem a seguir. Não se torna oleoso ao longo do dia e a fragrância que tanto me incomoda desaparece após alguns minutos. Nos dias em que uso maquilhagem, evito utilizar este produto: torna-se pesado e fica tudo oleoso com maior rapidez.

Apesar de ter algumas ressalvas, ao fim de praticamente um mês a utilizar este hidratante, gostei dos resultados. Tenho algumas dificuldades em encontrar um hidratante que respeite a minha pele do rosto, que é mista, com muita oleosidade na zona T, mas ainda assim desidratada. Este portou-se muito bem e não sou só eu a ver as mudanças: a minha pele está visivelmente mais hidratada, mais viçosa. O problema com a oleosidade não foi agravado.

Não serei a melhor pessoa para falar da acção em sinais de envelhecimento, já que estou a atravessar aquela fase em que já não sou assim tão jovem mas também ainda não tenho muito por onde me queixar, mas espero que a utilização do produto tenha algum contributo que seja visível daqui a alguns anos 🙂

Eis o veredicto final:

O Blue Therapy Multi-Defender SPF 25 é um bom produto, mas no meu entender não oferecerá melhores resultados nem terá melhor desempenho que outros disponíveis no mercado, muitos deles a preços mais acessíveis (ronda os 60€ em perfumarias).

Talvez num pacote promocional compense, mas em condições normais não será o meu favorito para investir. Tendo como termo de comparação outras linhas que já utilizei até mesmo dentro da marca Biotherm, haveria outros produtos pelos quais optaria muito mais rapidamente.

10 do Momento

Comecei por ter um blog de beleza,

Embora considere que grande parte da essência do blog passe por aí mesmo. Só decidi que me daria à liberdade de escrever sobre o que quisesse e, às tantas, acabo por me esquecer que vocês gostam tanto quanto eu de saber das lides dos betumes e tintas. Verdade ou mentira?

Vai daí, desde Junho de 2015 que não faço um apanhado dos 10 cosméticos que mais tenho gostado ultimamente. Está na hora de partilhar convosco os meus aliados e desenganem-se se pensam que, com os tempos, se mudam todas as vontades. Só mudam algumas!

favoritos beleza
Os meus 10 favoritos actuais. Da esquerda para a direita, de cima para baixo.

Eis o meu top, sem ordem específica.

  • Bio Oil – Comecei a utilizar quando estava grávida e nunca mais o larguei. Até no rosto o utilizo, à laia de sérum. Nunca fui muito rigorosa (sei que há grávidas que têm todo um ritual de aplicação de cremes e mistelas 2 ou 3 vezes por dia, mas eu que sou preguiçosa tinha dias em que nem sequer utilizava nada), mas o facto é que a pele se mantém elástica, hidratada e sem estrias.
  • Quenching Serum SOS, Caudalíe – Não me canso de falar dele, se não se lembram podem espreitar o que já disse aquiaqui, aqui e aqui. Preciso de dizer mais alguma coisa?
  • BB Cream Beyond the Solution, Lioele – Não é novo e já falei dele neste post. Agora, mais que nunca, dou-lhe o devido valor. Muito boa cobertura, hidratante, não fica empoado tipo estuque mas também não me deixa com cara de fritadeira. Agora tenho menos tempo que antes para me arranjar, pelo que gosto de atalhar caminho no que diz respeito à preparação da pele para a maquilhagem.
  • Protector Solar SPF 50 gel-creme para peles oleosas, Youth Lab – Foi a Ana que mo deu a conhecer e nunca mais o larguei. Todos, mas todos os dias, faça chuva ou faça sol, utilizo protector solar. Se já tinha todo um historial de alergias ao sol, a gravidez deu-me a conhecer a realidade das manchas e rugas. Mais vale prevenir do que remediar, e este protector solar é o melhor do mundo para o rosto porque não pesa, não tem aquele cheiro a “sintético” a praia nem fica todo oleoso na cara. Como bónus, tem uma ligeira corzinha. Há dias em que acabo por nem aplicar mais nada no rosto.
  • Poudre de Riz de Java, Bourjois – É uma reedição do famoso produto da Bourjois, em comemoração dos seus 150 anos. É um pó solto translúcido com subtis cintilâncias que nos deixam o rosto com um ar polido e iluminado. Não acumula nem tende a ficar oleoso. A embalagem é prática, contendo uma patilha “doseadora” que não deixa que saia demasiado pó do compartimento. Esta parte é completamente secundária mas também tem de ser referida: tem um cheirinho tão bom!
  • Batom Color Sensational Vivid Matte, Maybelline – Eu sei que não tem uma durabilidade imaculada, que nem sequer fica mate e que só chegaram 4 cores a Portugal. Se procuram um daqueles batons líquidos mate à prova de tudo, esqueçam. Ainda assim, são dos que mais tenho usado, especialmente a cor 50 (Nude Thrill). A aplicação é super confortável, não resseca os lábios, efectivamente confere o conforto de um gloss sem ser pegajoso nem brilhante. E tem um sabor/aroma bastante agradável.
  • Blindagem Capilar, Novex – Já falei dela aqui e nem me vou alongar mais que isto: poupa-se muito tempo na secagem e preservação do penteado. Xô, humidade!
  • Emulsão de Banho, Anjinho – Só para contextualizar, a Anjinho/Angelito/Babyheart (há-de ter outros nomes noutros países) é a marca de produtos de higiene para bebé do Aldi e está muito subvalorizada. É mesmo muito boa e muito barata e volta e meia trago alguns produtos para a Teresa. A emulsão de banho é um deles e também a utilizo. Adoro! Não resseca a pele no banho, é um mimo. Se tiverem um Aldi por perto, não olhem para este produto (nem para o resto da marca) de lado!
  • Gel de Limpeza 2 em 1 Pure Active, Garnier – É para peles oleosas e surpreendeu-me muito porque é delicado. Não arde nem resseca a pele – palminhas por terem compreendido que as peles oleosas podem ser sensíveis e desidratadas e criarem um produto que respeita estas características! É eficaz, é prático e é económico (a embalagem é gigantesca para o que é habitual num gel de limpeza de rosto – tem 200ml).
  • Purelan, Medela – Este é aquele produto do qual possivelmente nunca ouviriam falar se não estivessem grávidas/fossem mães. O Purelan é um creme muito espesso e hidratante de lanolina pura. Tipicamente, utiliza-se nos mamilos quando estão gretados/sensibilizados pela amamentação. Mas também serve para muitas outras coisas! Para peles muito secas e sensíveis (como os lábios), garanto-vos que não há melhor que isto. Há quem gaste muito pouco, ao longo da amamentação. Eu já vou na segunda bisnaga à conta da função multi-usos.

E é o que tenho para dizer por agora. Pode parecer aborrecido, mas é mesmo o que mais tenho utilizado e que mais me tem surpreendido. E nem é necessário dizer que utilizo tudo exaustivamente, pois não?

Produtos Botilicious

Isto de estar grávida e ter as hormonas todas aos pulinhos tem muito que se lhe diga. Por norma, existem produtos cosméticos que de tão apetitosos para os restantes sentidos, dão vontade de comer. Agora, tem sido de mais. E um dos grandes responsáveis por estas vontades surreais é O Boticário, quem mais faz produtos tão gostosos?

mel esfoliante

Se tiverem atenção às lojas por estes dias, verão que tenho razão: já viram o Mel Esfoliante da linha Nativa Spa Terapia dos Óleos Indianos? Pois, é de coisas assim que falo. Ainda não o vi ao vivo, ainda não o cheirei, mas só o nome dá vontade de lhe espetar a colher. Gostava de vos deixar aqui o link, mas ainda nem está na loja online (que por sinal está com um desconto de 25% em tudo até dia 6 de Maio). Passem por uma loja física, que eu logo farei o mesmo.

Mas pensam que é coisa nova, esta de nos darem vontade de comer o que foi feito para alimentar a pele? Então, eu avivo-vos a memória com alguns dos produtos que O Boticário já teve (ou tem) nas lojas e que são um autêntico atentado ao nosso juízo porque dão vontade de comer.

O Boticário

Na edição limitada Fun Tropical, havia o Hidratante Frescor de Coco. Já vos tinha dito que tenho muitas saudades dele, e aposto que vocês também têm. Parecia uma espécie de sobremesa fresquinha e gelatinosa de Verão. Aliás, toda a colecção tinha um aspecto bastante comestível!

O Boticário

E da Calda Hidratante Exótica de Castanha de Kukui e Tâmaras, quem gosta? Também já falei dela aqui e acho que não é preciso dizer mais nada, porque com um nome destes só poderia tratar-se de um produto docinho e guloso.

O Boticário

A linha Nativa Spa tem sido, definitivamente, aquela que mais texturas, cores e aromas traz que lembram comida. Isso e nomes! Por quê? Porque… Pitaya: vejam bem isto, há Açúcar Esfoliante e Souflé Hidratante. Caso não se lembrem, até mostrei fotos das texturas. Devo dizer que nunca tinha comido uma pitaya antes desta linha existir, que fiquei muito curiosa e que quando finalmente experimentei fiquei mesmo muito desiludida porque não sabe a nada comparando com o cheiro docinho e bom destes produtos.

O Boticário

Mais recentemente, foi na linha de Flor de Ameixa que surgiu um Iogurte Esfoliante Exótico. Iogurte. Iogurte, senhoras! Depois não querem que uma pessoa tenha apetites estranhos.

O Boticário

E deste, quem se lembra? Era um dos meus favoritos. Embora não tivesse nome de comida, o Creme Hidratante Água de Coco + Baunilha tinha um aroma e consistência que lembravam pudim. Mas sem ser excessivamente doce!

Digam-me lá, não vos trouxe uma sobremesa boa?

Gravidez 101 – Edema

peixe balão

Falemos sobre coisas sérias e chatas, que na gravidez nem tudo é um mar de rosas. Sem dúvida que é uma fase linda, mas também tem os seus inconvenientes. Bem que se ouve falar deles, mas nunca lhes damos valor até os sentirmos na pele. Hoje é dia de falar sobre o edema, que é o nome correcto daquilo a que vulgarmente chamamos inchaço.

Não é um problema exclusivo das grávidas, mas durante a gestação é mais frequente terminarmos o dia com as pernas e os pés mais inchados, desconfortáveis e por vezes dolorosos. Nalgumas situações, o edema é generalizado. Há motivos para que isto aconteça: durante a gravidez, há uma maior produção de fluidos para que o corpo se possa preparar para o bebé que se está a desenvolver. Assim sendo, é mais fácil que estes fluidos se acumulem mais facilmente nos tecidos, em especial nas extremidades. Isto faz, também, com que os factores que já ajudavam a desencadear o edema (calor, esforço físico em demasia ou permanecer muito tempo de pé/sentada, excesso de sal, cafeína) o façam ainda com mais facilidade.

edema

Ser frequente não significa que é bom nem que devemos ignorar, já que se é desconfortável é um problema (o nosso corpo é bom a comunicar!) e, a longo prazo, o edema pode trazer muitas complicações. Nalgumas situações é, aliás, uma consequência de problemas graves (quando é muito repentino ou exacerbado, quando se manifesta apenas numa perna e eventualmente até é doloroso, é aconselhável procurar ajuda médica com alguma urgência!). Já todas ouviram falar das inestéticas, dolorosas e perigosas varizes, certo? Não queremos que aconteçam connosco, portanto mais vale prevenir do que remediar. Eis algumas medidas que podem ajudar a diminuir o edema dos membros inferiores durante a gestação:

  • Hidratação! Não se esqueçam de assegurar que estão a beber água suficiente, cerca de 2l por dia.
  • Massagem dos pés e das pernas. É muito simples e não se metam em aventuras: quando aplicarem o hidratante depois do banho ou, caso prefiram, um gel refrescante, exerçam alguma pressão em direcção ascendente, dos pés para o cimo da perna. Querem melhor? Peçam aos vossos companheiros que vos façam a massagem.
  • Evitem permanecer paradas de pé muito tempo, ou sentadas. Invistam em caminhadas! O movimento ajuda a promover a circulação e evitar a estase de fluidos nos tecidos.
  • Utilizem calçado confortável. Já falei deste assunto aqui. Evitem, também, as roupas demasiado justas/apertadas.
  • Repousem com as pernas ligeiramente elevadas, para facilitar o retorno venoso.
  • Minimizem o consumo de sal e cafeína.
  • Não tomem medicação sem prescrição médica, por inofensiva que pareça.
  • Se possível, utilizem meias de compressão. Contrariamente ao que possam imaginar, hoje em dia há modelos que se confundem com as meias e collants habituais e que em nada se assemelham ao estereótipo das meias à velhota, muito frequentes no pós-operatório e em situações de doença venosa. É o exemplo da Segreta, que tem uma gama bastante ampla de meias compressivas para todos os gostos e até tem a linha Maman para as grávidas, com costuras especiais que não aplicam qualquer desconforto sobre a barriga.

Quanto a este último ponto, garanto-vos, faz uma diferença enorme nas pernas! Irei dedicar-lhe um post. Se é chato perder coisa de 5 minutos a vestir uns collants? É, mas compensa pelo conforto que ganhamos ao longo do dia, e olhem que a diferença no volume é enorme à vista, mesmo de relance.

Portanto, que o post já vai longe: protejam as vossas pernas e a vossa saúde!

Mantenham-se atentas, que logo falo melhor sobre as meias de compressão, que são tão nossas amigas mas toda a gente desconfia delas. Se tiverem alguma dúvida ou sugestão sobre o tema do post, por favor, entrem em contacto.

Sugestões de S. Valentim #1 – Lush

Fevereiro é, por predefinição, o mês do amor. No próximo dia 14, celebra-se o Dia de São Valentim, também conhecido por Dia dos Namorados. Uma das questões que surge para quem liga a datas comemorativas é o que oferecer.

Tão complicado é para eles como para elas, mas creio que posso dar uma ajudinha a quem pretende oferecer um presente a uma donzela e não sabe para onde se virar. Ontem comecei oferecer um vale de 100€ para gastar numa loja online, podem concorrer neste post. Agora, resta-me sugerir coisas boas e bonitas. Comecemos por vislumbrar as propostas da Lush que chegaram às minhas mãos por estes dias.

Lush São Valentim Valentines

Mesmo que não houvesse uma edição limitada destinada a esta data, seria muito fácil escolher um monte de coisas boas que qualquer namorada (ou namorado, que também há artigos para homem!) gosta com toda a certeza.

Mas, mesmo assim, a Lush decidiu ser especial. De entre vários produtos especiais, destaco os da imagem:

  • A espuma de banho Unicorn Horn, que contém óleo de lavanda e neroli para ajudar a relaxar e melhorar o humor.
  • O gel de duche Prince Charming, que contém sumo de romã, óleo de toranja, raiz de malvaísco, vagens de baunilha e manteiga de cacau. É calmante mas, em simultâneo, dá aquele toque de frescura e limpeza que pretendemos quando tomamos duche, mas sem deixar a pele a repuxar.
  • O esfoliante de lábios The Kiss. Se ainda não conhecem os esfoliantes de lábios da Lush, deviam, porque são milagrosos e… Deliciosos. Ups. Contém sal fino, açúcar, manteiga de cacau, óleo de amêndoa e mandarina, bem como corações comestíveis. É esfregar nos lábios com o dedo e saborear!
  • O bálsamo de lábios The Kiss, com manteiga de karité, óleos de melancia-do-mato e de ilipê orgânico, xarope de agave e jojoba orgânica. Brilho e hidratação com um ligeiro toque de cor.

Vale a pena dizer que muitos dos ingredientes destes produtos são provenientes do Comércio Justo e que todos eles são desprovidos de ingredientes potencialmente perigosos para o organismo. Caso necessitem de mais informações sobre os produtos ou como os encontrar, é só clicar nas imagens abaixo!

Top 5 dos Produtos d’O Boticário que Deixaram Saudades

Há uns dias, dei por mim a praguejar porque terminei o meu stock de talco líquido d’O Boticário. É verdade, ele desapareceu há uns anos e eu ainda consegui afiambrar-me a uns poucos, que resistiram até agora. Era muito bem cheiroso e cumpria aquilo a que se propunha: era um produto líquido, fácil de aplicar, que secava tipo talco. Sem poeiras nem coloração indesejada. Não há muitas (se é que há!) alternativas no mercado, e as saudades são muitas. Tal como o talco líquido, outros produtos vieram, foram embora e deixaram muitas saudades. Apresento-vos o meu top 5.

talcoliquido

1. Talco Líquido Desodorante – É, já que comecei por aqui, é mesmo por aqui que vamos. Estava disponível na linha Nativa Spa numa única variedade, Tapioca + Vitamina E, com uma fragrância que era óptima e muito suave, democrática, amiga de todos os narizes. Era como o pó de talco, só que em versão líquida (com a ressalva de não dever ser aplicado em regiões sensíveis). Era muito prático e útil. Devia ser feita uma petição para o trazer de volta!

frescordecoco2. Hidratante Frescor de Coco – Fez parte da edição limitada Fun Tropical e nunca mais voltou. Alguém se lembra? Tinha um cheirinho delicioso frutado, com grande destaque para o aroma a coco, e era uma delícia espalhá-lo no corpo, já que era parcialmente composto por um gel, que era das coisas mais refrescantes e deliciosas para o Verão.

eyelinerroseshine

3. Eyeliner Rose Shine – Gabei-o aqui pelo blog, e com motivos. Aposto que se este eyeliner ainda existisse, continuaria a ser vendido que nem pãezinhos quentes. O motivo? Roxo-beringela com purpurinas prateadas, fluidez no ponto e o melhor pincel de eyeliner (pelo menos para mim!) de sempre. Fez parte da edição Secrets. A sério, fazia o risco do costume em menos de nada e nunca falhava. E não me venham cá com histórias de novos formatos ergonómicos!

duolabial

4. Duo Labial Ultratinted São Paulo Modern Red – É um dos meus batons preferidos e não compreendo como nunca mais houve nada semelhante. A duração é perfeita e o tom de vermelho fechado (que não corresponde à cor da embalagem) é lindo e já o vi em muitos tons de pele diferentes, sem ficar mal uma única vez. Pode ser utilizado sozinho ou com o gloss que o acompanha. Na minha opinião, é um produto essencial de maquilhagem e deveria constar da linha permanente da marca.

fluido hidratante

5. Fluido Hidratante Facial – Eu sei que muitas novidades surgem e que não é assim tão difícil encontrar um hidratante de rosto como deve ser, mas este da linha Nativa Spa, disponível no grupo Equilibrar, versão Kiwi, era baratinho e ia de encontro às minhas necessidades. Era mesmo fluido, super fácil de aplicar, refrescante e deixava a pele hidratada sem desatar a pingar óleo. Faz falta cá em casa!

Foi este o episódio de nostalgia de hoje, tinha mesmo de desabafar convosco. E vocês, lembram-se de algum produto que, lamentavelmente, já não exista? Desafio a Let’s Talk About Beauty, a La Femme d’Argent, a Sempre na Moda e quem mais se quiser juntar a responder. Se quiserem, taggem mais blogs. Depois, enviem-me os links para partilhar! Ah, ando há anos a matutar na ausência do perfume Ma Cherie… Acho que tenho recordações suficientes para escrever um livro.

In Beauty 2015 – O Rescaldo

Chegou ao fim mais uma edição da In Beauty, uma das feiras de beleza de grande relevo que temos no nosso país. Foram 3 dias (3 a 5 de Outubro) em que, na Meo Arena, houve muitas promoções e demonstrações de novidades no campo da estética e beleza. Na minha opinião, tem havido melhorias de ano para ano e é maior a oferta, a credibilidade deste tipo de eventos e também as boas oportunidades têm aumentado. Ainda assim, continua a ser algo muito voltado para os profissionais e com um grande foco nas unhas e no cabelo, ficando o domínio da maquilhagem na penumbra.

Já começo a ter uma ideia dos stands presentes nestas iniciativas e dos produtos que quero comprar, porque têm preços muito apelativos e compensam bastante. Quando falo (eu e outras bloggers!) em produtos que não se encontram com tanta facilidade nas grandes superfícies e perfumarias, aqui têm: na maior parte dos casos, são de lojas especializadas e estão muitas vezes presentes nas feiras (Expocosmética/InBeauty) que acontecem uma ou duas vezes por ano.

inbeauty

Posto isto, fiz a minha lista para não me perder, e a verdade é que, desta feita, acabei por nem sequer ver a feira toda. Visitei o que me interessava, cumprimentei parceiros do blog, comprei só o que queria (e o que não planeava comprar a curto prazo, mas valia a pena!) e por aí fiquei.

Queria repor o meu stock de vernizes especiais da Kinetics, mas a marca não esteve presente nesta edição. Comprei tintas de cabelo – uso as da Farmavitta, à venda na Pluricosmética, que estão sempre baratíssimas nestas feiras por aproximação do fim da validade; duas escovas de cabelo, também na Pluri; e o Tratamento Selante Pré-Escova Blindagem Capilar da Novex na banca de um dos seus clientes (ainda não usei, mas tenho ouvido maravilhas sobre ele!).

No stand da Hair & Body, havia promoções fantásticas no champô e máscara que utilizo habitualmente da Real Natura (tudo abaixo dos 5€). Contudo, não me pareceu muito sensato carregar com garrafões de 5l de champô e máscaras de 1kg, sendo que o regresso a casa ainda iria tardar e, de qualquer forma, a loja costuma ter promoções que, não sendo tão boas, também são muito jeitosas.

Vim de lá mimada com mais umas poucas coisas: à entrada, foi-me oferecido um pequeno kit com gomas (que já marcharam!), um hidratante corporal (que já ofereci) e três vernizes Inocos. A Andreia oferecia um kit com 2 vernizes da sua colecção Grey’s Attraction e três vernizes 14Ever (já os tinha, pelo que estes últimos são para vocês). A Nativa do Brasil encheu-me de mimos: um gel-duche de litro, um sabonete esfoliante, um creme para os pés e um hidratante corporal. Da Pluricosmética, ainda trouxe um montão de amostras.

No total, gastei cerca de 20€. No fim das contas, o saldo foi bastante positivo! Com calma, vou falar de tudo o que vos mostrei.

Testado – Kérastase Résistance Thérapiste

resistancetherapiste

Através do Youzz, tive a oportunidade de experimentar a nova linha de cuidados capilares da Kérastase, a linha Résistance Thérapiste. Tenho muitas coisas para vos contar sobre cabelos e nem estava bem nos meus planos experimentar novos produtos para já, que estava muito satisfeita com a rotina que mantinha. Só que convites destes não se recusam e, assim sendo, estou há um mês a experimentar esta novidade, em conjunto com a minha mãe.

Esta linha destina-se a cabelos muito danificados e submetidos a processos químicos. Tanto eu como a minha mãe (ela mais que eu), temos cabelos super ruins. Espessos, muito secos, rebeldes, sujeitos a colorações frequentes, muito calor e, no meu caso, um alisamento (melhor tomada de decisão de sempre!). Recebi três produtos para testar: o Bain Thérapiste, que é o “champô”; a Masque Thérapiste; o Sérum Thérapiste. Recebi, também, um montão de amostras de cada produto para distribuir.

O champô tem uma textura inovadora para o que estava habituada: assemelha-se mais a um condicionador consistente e quase não produz espuma (ainda menos que os champôs sem sulfatos habituais, sim!). Não deixa o cabelo ressequido. A máscara é super consistente e hidratante, mas não tanto como a que utilizava anteriormente. O sérum é eficaz, ajuda a texturizar o cabelo deixando-o solto mas domado, sem pesar, mas não considero que traga algo de novo. Toda a linha tem uma fragrância intensa e característica, que fica no cabelo por dias. Agrada-me ter o cabelo super bem cheiroso, mas não sei até que ponto a fragrância não poderá ser responsável por eventuais irritações do couro cabeludo.

Posso dizer que esperava mais desta linha. Não é má, de todo, mas face à rotina que já tinha adoptado antes de conhecer a Résistance Thérapiste, ficou abaixo das minhas expectativas. Sinto que, a nível de hidratação, não cumpre todas as necessidades do meu cabelo, e ainda menos as do cabelo da minha mãe. Sou eu que penteio o cabelo dela e bem noto a diferença! O cabelo não está tão maleável como antes, parece mais áspero. Das pessoas a quem distribuí as amostras, obtive dois tipos de opiniões (ah, é de salientar que os pacotinhos tinham tamanhos generosos e cada amostra deu para duas utilizações, no geral): as semelhantes à nossa cá de casa; as das amigas com cabelos mais “normais” mas ainda assim secos, que adoraram os produtos e que os apresentavam visivelmente mais brilhantes, macios e domados. 

Neste momento, só sobra o champô para contar a história. Este é um dos dramas de quem tem cabelos complicados e que as marcas ainda não entenderam: gastamos máscaras e produtos complementares à velocidade da luz. Adorava que pensassem nisto e concebessem embalagens maiores.

Resumindo e concluindo, é uma linha boa mas não creio que justifique o valor que lhe está associado. Ainda assim, caso estejam interessadas em experimentar (recomendo o champô, o champô!), podem encontrar tudo em salões de cabeleireiro. Em breve, sim, contem com um post com a rotina que deixa o meu cabelo super feliz!

Hidratar no duche? #3

Parece que a febre dos hidratantes/condicionadores de banho já passou, mas nem por isso dei como terminada a minha busca pelo produto perfeito. Porque se é para ser preguiçosa, que seja com eficácia! Assim sendo, tenho para partilhar convosco testemunhos de dois produtos da linha Nativa Spa que tenho utilizado nos últimos tempos e que chegaram ao fim. Em simultâneo. Sim, imaginem o que é hidratar o corpo às prestações para deixar os frascos vazios, vazios. E é com muita pena que este fenómeno acontece, porque já se sabe como são os cheirinhos d’O Boticário e é sempre motivo de tristeza quando chegam ao fim. Nem tudo é mau, e é assim que se abre espaço para abrir e usar novos produtos (a sério, oiçam o conselho que vos dou: não se metam a abrir novos produtos à maluca sob pena de criarem pequenos caos no quarto de banho!). Avante com o que importa:

hidratanteameixa

  • O Hidratante de Banho Exótico de Ameixa é aquele aroma lindo de viver que toda a gente quer para si. Posso assegurar-vos que até em terras estrangeiras a ameixa arrebata corações, está mais do que comprovado. Posto isto, adorava que este tivesse sido o hidratante de duche perfeito, mas não é. É bom, sim senhores, mas não é tudo na vida! O produto em si é muito prático, num frasco com doseador. Efectivamente, deixa a pele algo hidratada, mas para mim não é suficiente. Não é o tal. Talvez quem tenha a pele normal se dê na perfeição com ele, ou então que seja utilizado antes de um hidratante comum, mas se for assim, qual é o sentido? A minha pele seca pede mais.

caldahidratante

  • Um bocadinho diferente do que é habitual neste domínio, há a Calda Hidratante Exótica de Castanha de Kukui & Tâmaras. Diferente, porque não tem o aspecto nem a consistência de um hidratante, mas também não é um óleo. É uma espécie de gel que se utiliza da mesma forma que qualquer outro hidratante de banho. Só pelo nome, parece a coisa mais apelativa do mundo, e é. O cheiro é docinho qb, e é uma delícia de se utilizar no fim do duche. Aqui, sim, encontrei o que pretendo num hidratante de banho! É muito eficaz e prático. Só é pena que não existam mais fragrâncias disponíveis, mas acho que vivo bem só com a existência desta.

Tenho mais para dizer sobre produtos desta família, mas fica para outros posts, que a história já vai longa e era mesmo destes dois meninos que vos queria falar. Já conheciam algum deles? Que “cromos” têm para a troca nesta questão dos hidratantes de banho?