Etiqueta: Expocosmética

Expocosmética 2017 – O Rescaldo

expocosmetica
Nós no stand da Blogazine. Desculpem a qualidade maravilhosa e contra a luz, foi a fotografia que se arranjou e está mui linda ♥

Se eu podia viver sem ir à maior feira de estética e beleza que acontece no nosso país?

Podia, mas não era a mesma coisa!

Cheguei à conclusão que já ando nestas aventuras de partir num autocarro para abastecer de tintas, cremes e betumes há quase 7 anos. Quem corre por gosto não cansa e por muito desgastantes que estes eventos possam ser, em proveito da vaidade justifica-se a proeza. Foram raríssimas as ocasiões em que falhei a minha visita.

Manter um blog tem-me dado o privilégio de conseguir uma credencial especial nos últimos anos que me poupa as filas intermináveis para entrar e ainda dá direito a algumas novidades para experimentar, o que agradeço à organização do fundo do coração. Tenho que dizer que acima do networking, o que continua a fazer com que abdique de folgas e descanso ao fim de tantos anos são as compras.

Não estarei a exagerar se vos disser que em cada uma destas visitas poupo centenas de Euros. Com o PVP habitual? Não compraria 1/10 dos cosméticos e que, sim, utilizo e volto a comprar uma e outra vez. Não trago só as minhas compras: aproveito e levo a lista de compras das mulheres (e homens, vá) da família. Trago o mínimo possível porque não há costas que aguentem nem tempo para bisbilhotar tudo. Pensem, por exemplo, em tintas para o cabelo e não me venham cá com tretas de que só pinta o cabelo quem quer. Há quem goste do cabelo grisalho, mas não é o meu caso. Para mim, no que diz respeito à minha imagem, é só uma vulnerabilidade, é sinal de velhice e desleixo e não é algo que queira mostrar.

Adiante, blogs. Adoro conhecer quem, como eu, mantém blogs. Adoro a humildade e o esforço da organização da Expocosmética para nos dar uma oportunidade digna e percebo que não consigam controlar tudo o que se passa tanto por parte dos autores convidados como pela que compete aos stands e marcas. Eu iria de qualquer forma, com ou sem convites.

expocosmetica
A Maria, eu e o Luís. Foto pela Ana Isabel.

Este ano, o Luís voltou a ir comigo. Porque quis! Que eu cá não obrigo ninguém a fazer nada, mas agradeço a companhia e a ajuda. Durante a maior parte do tempo, a Maria esteve connosco e lá fizemos os três (os quatro!) o nosso percurso.

Adorei rever caras que já são constantes na Expo como a Embelleze, a Andreia e a Inoeh. Trouxe novidades de todas elas e estou mortinha por mostrar tudo. Sucedeu o mesmo com a Flormar, marca que praticamente desconhecia (apesar de ter um batom deles há anos e uma loja muito perto de mim), com a By Simone G. e a Lupa/Bioseivas, que são novas para mim e deixaram-me em êxtase com os seus produtos capilares bastante promissores.

Passei noutros expositores para fazer compras e ainda dei um saltinho aos que estavam no roteiro enviado a todos os bloggers convidados, estando marcados como pontos de interesse com novidades para nós. Não vou dizer nomes.

Tenho de referir algumas situações que presenciei e que foram desagradáveis.

Cada acção gera uma reacção e não há cooperação possível quando as partes envolvidas não sabem o que estão a fazer. Passo a descrever:

  • No stand de uma das marcas mais importantes de estética do nosso país – à nossa frente, estava uma amálgama de miúdas com blogs. Não consegui ouvir o que as representantes da marca estavam a dizer, mas ouvi as meninas a dizerem entre si que ainda faltava passarem nos sítios x, y e z para irem buscar as suas borlas. Uma dizia “Ai, será que também me dão? Ao pé de vocês ainda sou um bebé!”. Tenho vergonha alheia.
  • No stand do ponto anterior – quando, finalmente, conseguimos alcançar as senhoras da marca, o que nos disseram foi… Bom, não nos disseram nada a não ser que os brindes que tinham para bloggers tinham acabado. Assim, a seco. Fiquei sem perceber o que se passava ali porque não se apresentaram, não apresentaram a marca, não apresentaram novidade alguma. Merecem abordagens como a que referi acima.
  • Num stand de protectores solares – A verdade é que fiquei sem conhecer a gama de produtos que disponibilizam, porque se focaram nuns bronzers das Kardashian. Tenho ali um papel com uma breve descrição sobre alguns produtos que nada me dizem porque não mos mostraram. Ah, e tenho uma bolsa com meia dúzia de amostras em sachet de bronzeadores e protectores solares que nunca conseguirei usar porque, obviamente, como é que é suposto testar protector solar só numa perna ou só num braço? Queremos que falem bem de nós, disse a representante da marca. Okayyy!
  • Mais um stand, desta vez de produtos de spa – Última história, prometo! Mostram-nos um hidratante muito bem cheiroso, facto. Mostram-nos outro hidratante bastante engraçado, sobe o entusiasmo. De seguida, dizem-nos que podemos tirar as fotos que quisermos ao espaço (a sério?) e dão-nos um sachet de anti-rugas, salientando que a amostra não é para a nossa idade. Mais uma vez, queremos que falem bem de nós.

Fazemos assim: por cada motivo de queixa, têm de haver vários daqueles bonitos que gostamos de ver por aqui. Garanto-vos que existem e que vão ver que, contrariamente ao que possam pensar se leram o post até aqui, há coisas boas a destacar desta edição da Expocosmética. Durante este mês, pinky promise: vou deixar aqui tuuudo aquilo de que gostei com todos os detalhes. Porque o que é bom merece ser partilhado!

Expocosmética 2016 – O Rescaldo

Muito me têm perguntado vocês sobre as minhas compras na última edição da Expocosmética, que já passaram algumas semanas e eu tenho permanecido silenciosa. Assim muito resumidamente e para começar, consegui trazer tudo o que queria da minha wishlist.

Não foi complicado, até porque este ano a feira abriu mais cedo para um grupo mais restrito que o público geral e inicialmente não houve tanta confusão. Aplaudo de pé esta ideia e espero que permaneça nas próximas edições! Não é tanto por mim (embora agradeça), que não sou mais que ninguém, mas reconheço que para os profissionais simplifica a tarefa das compras.

Senti que houve uma menor adesão por parte de bloggers e público amador e que, por outro lado, houve uma maior oferta que noutras edições da feira. Continuou muito voltada para a estética profissional, em especial para as unhas e cabelo, mas havia uma maior diversidade e notei que houve empenho em atender ao interesse masculino pela beleza.

expocosmética

Passando ao que vos interessa, compras e ofertas – o que podem ver na foto. Já não consta do registo a remessa inicial, porque entreguei logo à minha mamã aquilo que me tinha pedido, e seleccionei logo as ofertas de forma a encaminhá-las para quem as poderia utilizar (entenda-se, tudo o que era gel e semelhante, ficou nas mãos do L.).

Trouxe as minhas tintas e oxidantes da Farmavita e duas Wet Brush da Pluricosmética, onde fui recebida com o carinho de sempre. Ainda vim de lá carregada de amostras boas (muitas delas em tamanhos muito generosos, como podem verificar!) e com uma maleta da Wella com dois produtos de cabelo para experimentar. No stand da Embelleze, comprei a Blindagem Capilar (normal e com óleo de argão), a Queratina Líquida e a Recarga de Queratina de que já tinha falado, e ainda me ofereceram mais uma unidade desta última e o Boost Gold, que desconhecia. Da Kinetics, trouxe o Nano Shark e o Kwik Kote, como não podia deixar de ser, e ainda me ofereceram um verniz Solar Gel. Ainda trouxe ofertas da Andreia (merecem um post especial) e fiquei a catrapiscar uma das novidades da marca, e da Inoeh.

Tinha-vos falado de outras potenciais compras, mas o preço não compensava e acabei por não investir. No total, saíram-me do bolso cerca de 50€ que, noutras ocasiões, rapidamente se transformariam em mais que o dobro.

Já sabem, irei mostrar-vos as novidades detalhadamente, mas caso queiram saber algo específico ou que dê prioridade a alguma das minhas compras, sintam-se à vontade para perguntar!

Lista de Compras Expocosmética

Se, tal como eu, forem vaidosas, gostarem de novidades e tiverem algum amor à carteira, devem estar em cima dos acontecimentos e já sabem que de 2 a 4 de Abril se realiza mais uma edição da Expocosmética, na Exponor.

Há vários anos que gosto de visitar a feira e fazer as minhas compras, e já que o barrigão até mo permite, esta edição não será excepção e eu vou lá estar. As minhas dicas para quem não está familiarizado com o evento são simples: levem muita paciência, farnel, mochila grande/trolley e muita água. Se forem de autocarro, levem também o MP3 ou outra coisa qualquer para se entreterem. Sim, o mais provável é passarem parte do percurso na palheta, mas chega uma altura em que ganham fobia às pessoas.

Expocosmética

Outra coisa que considero fulcral é a criação de uma lista de compras, ou pelo menos de um esboço do que querem comprar. E levem dinheirinho, que o acesso ao multibanco é complicadíssimo. Assim, irão gerir melhor o vosso orçamento e certificam-se que trazem mesmo aquilo que querem e que precisam.

Decidi partilhar convosco a minha lista. Não muda muito de edição para edição, pois já vou conhecendo os stands que estão sempre disponíveis e o que vale mesmo a pena comprar a preços bem mais acessíveis que o habitual.

  1. Já partilhei convosco o meu amor pela Wet Brush e há dois modelos novos (o Epic Quick Dry e o Pop Fold) que quero muito trazer, se estiverem na feira. Encontram a marca no stand da Pluricosmética e habitualmente compensa muito comprar as escovas lá!
  2. Também já vos disse várias vezes que pinto o cabelo e, não tendo havido reacções adversas nem danos, é em eventos como a Expocosmética que aproveito para fazer stock do que necessito para esta tarefa, para mim e para a minha mãe. Também na Pluricosmética, há sempre a linha Life Color Plus da Farmavita a preços muito pequeninos. Não se esqueçam, são produtos profissionais e se não sabem o que estão a fazer mais vale ficarem quietinhas e deixarem a coloração capilar para quem dela entende.
  3. Quanto mais conheço da Novex, mais gosto da marca e por isso é de aproveitar as promoções deste evento para repor alguns favoritos para o cabelo (a Blindagem Capilaraqui, a Recarga de Queratina e a Queratina Líquida) e experimentar a Blindagem Capilar com óleo de argão, que me pisca o olho há muito tempo.
  4. A Kinetics também tem o seu stand, e eu aproveito sempre para abastecer de uma base de verniz e de um topcoat que adoro: o Nano Shark (falei dele aqui) e o Kwik Kote (também está neste post).

É claro que estes são os meus básicos e acabo por comprar sempre muito mais coisas. Sei que não virei de mãos a abanar da Nativa do Brasil, da Orly ou da Andreia, ou de algum stand tipo Stargazer ou NYX (se houver!). E, meninas, anotem o que vos digo: se virem por lá a Real Natura, aproveitem os champôs, máscaras e vitaminas óptimos a preços mínimos. Eu não o faço porque encontro boas promoções da marca perto de casa, mas sou a maior fã da máscara Afro e do champô Crina (hão-de estar num dos links de posts que coloquei algures mais atrás neste artigo).

E vocês, vão à Expocosmética? Que pretendem comprar? Há algo que me recomendem trazer?

In Beauty 2015 – O Rescaldo

Chegou ao fim mais uma edição da In Beauty, uma das feiras de beleza de grande relevo que temos no nosso país. Foram 3 dias (3 a 5 de Outubro) em que, na Meo Arena, houve muitas promoções e demonstrações de novidades no campo da estética e beleza. Na minha opinião, tem havido melhorias de ano para ano e é maior a oferta, a credibilidade deste tipo de eventos e também as boas oportunidades têm aumentado. Ainda assim, continua a ser algo muito voltado para os profissionais e com um grande foco nas unhas e no cabelo, ficando o domínio da maquilhagem na penumbra.

Já começo a ter uma ideia dos stands presentes nestas iniciativas e dos produtos que quero comprar, porque têm preços muito apelativos e compensam bastante. Quando falo (eu e outras bloggers!) em produtos que não se encontram com tanta facilidade nas grandes superfícies e perfumarias, aqui têm: na maior parte dos casos, são de lojas especializadas e estão muitas vezes presentes nas feiras (Expocosmética/InBeauty) que acontecem uma ou duas vezes por ano.

inbeauty

Posto isto, fiz a minha lista para não me perder, e a verdade é que, desta feita, acabei por nem sequer ver a feira toda. Visitei o que me interessava, cumprimentei parceiros do blog, comprei só o que queria (e o que não planeava comprar a curto prazo, mas valia a pena!) e por aí fiquei.

Queria repor o meu stock de vernizes especiais da Kinetics, mas a marca não esteve presente nesta edição. Comprei tintas de cabelo – uso as da Farmavitta, à venda na Pluricosmética, que estão sempre baratíssimas nestas feiras por aproximação do fim da validade; duas escovas de cabelo, também na Pluri; e o Tratamento Selante Pré-Escova Blindagem Capilar da Novex na banca de um dos seus clientes (ainda não usei, mas tenho ouvido maravilhas sobre ele!).

No stand da Hair & Body, havia promoções fantásticas no champô e máscara que utilizo habitualmente da Real Natura (tudo abaixo dos 5€). Contudo, não me pareceu muito sensato carregar com garrafões de 5l de champô e máscaras de 1kg, sendo que o regresso a casa ainda iria tardar e, de qualquer forma, a loja costuma ter promoções que, não sendo tão boas, também são muito jeitosas.

Vim de lá mimada com mais umas poucas coisas: à entrada, foi-me oferecido um pequeno kit com gomas (que já marcharam!), um hidratante corporal (que já ofereci) e três vernizes Inocos. A Andreia oferecia um kit com 2 vernizes da sua colecção Grey’s Attraction e três vernizes 14Ever (já os tinha, pelo que estes últimos são para vocês). A Nativa do Brasil encheu-me de mimos: um gel-duche de litro, um sabonete esfoliante, um creme para os pés e um hidratante corporal. Da Pluricosmética, ainda trouxe um montão de amostras.

No total, gastei cerca de 20€. No fim das contas, o saldo foi bastante positivo! Com calma, vou falar de tudo o que vos mostrei.

Das aventuras no Porto

image

Se algum dia duvidarem do amor que vos tenho, considerem o sacrifício que é postar via iPad. Mas nem eu posso ficar mais tempo inactiva nem vocês merecem o meu silêncio e muito menos que eu deixe passar em branco este episódio de há uns dias atrás.

Antes de entrar em domínios mais delicados, tenho de agradecer à Expocosmética pelo convite que me dirigiu nesta edição, a propósito da realização de um Bloggers Event. Já há alguns anos que faço questão de me dirigir a este evento (e outros semelhantes) para conhecer novidades e fazer compras, e sabe bem ter direito a bilhetes de transportes oferecidos.

O problema é que, no meu entender, o Bloggers Event terminou por aí. A desorganização nos contactos esteve presente desde o primeiro email, sendo que necessitei de esclarecer várias dúvidas a saca-rolhas e pude constatar que a informação não era consensual entre bloggers. Entretanto, à medida que se foram desvendando alguns mistérios, também me apercebi que os convites não eram todos iguais. Adiante.

Chegado o dia da visita à feira, começou tudo muito mal. No terminal de autocarros, bem antes da hora de terminar o check in, já não havia lugares. Não sei de quem foi a culpa, gerou-se imensa confusão e finalmente surgiu um terceiro autocarro… Preparado para viagens de curta distância. Isso, íamos chegando marrecas e de rabo quadrado ao Porto. É de salientar que ninguém fez chamadas, ninguém confirmou bilhetes e apurei que algumas pessoas tinham previsto no seu bilhete uma viagem para o dia seguinte, detalhe que só saltou à vista durante a viagem porque… Foram induzidas em erro pela organização. Detalhes.

Para mim, o dito Bloggers Event só pode ter ocorrido dentro do autocarro, porque foi onde a maior parte do convívio aconteceu. Quando chegámos à Exponor, poucas foram as indicações, ouvimos diversas informações de diferentes fontes e ninguém nos recebeu. No balcão de check in, apercebemo-nos, mais uma vez, das distinções entre bloggers. Já no recinto da feira, não nos apercebemos que houvesse um espaço especial para algum evento, visto que, repito, ninguém se apresentou nem nos recebeu, e as áreas pelas quais passámos eram acessíveis a qualquer visitante. Falaram de um cocktail de recepção, mas só visualizei três tabuleiros de pequenos queques que desapareceram em menos de um fósforo.

Já que a minha principal intenção era fazer compras, foi a isso que me dediquei e fiquei satisfeita porque trouxe quase tudo o que tinha em mente. Não recebi (nem eu nem as bloggers com quem conversei) quaisquer goodies que qualquer outra blogger sem convite não pudesse receber. Pude, também, rever algumas amizades e ver, pela primeira vez, outras tantas. Maravilhas do mundo digital!

image

No final da feira, juntámo-nos para falar com a organização e expressar o nosso desagrado com tudo o que não correu bem. Não quisemos parecer ingratas, pelo contrário, sabemos que o nosso feedback é importante para que, futuramente, erros destes não se repitam. Pessoalmente, sinto que, espremendo a fruta, poderia ter saído muito mais sumo desta iniciativa. Foi-nos explicado que o Bloggers Event foi planeado, inicialmente, para um grupo muito mais pequeno de bloggers e que decidiram abraçar um número muito maior de nós. A intenção foi boa, sim, mas convinha que a dedicação e os recursos fossem canalizados de forma a abarcar toda a gente e não só meia dúzia. Fico muito feliz que um determinado grupo tenha tido a oportunidade de permanecer mais tempo e com outras condições, foi-nos dito que esse grupo derivou de sugestões de expositores (podia ser de ponderar uma avaliação dos blogs sugeridos, digo eu, que até pesco algumas coisas do assunto), mas se assim foi creio que as regalias deveriam ter sido proporcionadas por esses expositores e que a organização deveria ter sido clara e imparcial com todas as bloggers desde o início, tratando-as de igual forma.

No fim das contas, faço um balanço positivo… Do bom convívio que tive com as minhas amigas durante o dia e da atenção prestada pelos stands todos que visitei. Espero que este tipo de iniciativas não termine e que seja possível melhorar, tendo sido detectados e comunicados os erros na óptica das participantes. Com ou sem convite, lá estarei nas próximas edições.

Vernizes Golden Rose

golden rose verniz vernizes

Acredito que muitas de vós não saibam que a Pluricosmética tem uma marca de vernizes muito acessível e com muita variedade.

Talvez no norte haja uma maior ambientação com a marca, lembro-me de há algum tempo ver várias bloggers falarem dos vernizes holográficos por serem lindos e muito mais baratos que a maior parte das alternativas de outras marcas.

golden rose verniz vernizes

Este é um dos focos da Pluri na Expocosmética: há expositores enormes e paredes de acrílico com vernizes de todas as cores e acabamentos.

Ainda por cima, para a Primavera, foram lançadas novas cores super frescas e garridas.

Não é que o preço seja muito mais elevado em circunstâncias ditas normais, mas aqui na Expo dá para trazer seis vernizes da linha normal por 5€.

Os holográficos e outras linhas de vernizes variam entre os 0,95€ e 1€ e picos. Há também um serviço de pintura de unhas por 2€, que eu aproveitei.

Escolhi o verde da nova colecção (cor 36, o que está no canto esquerdo da segunda foto) e por cima o verniz craquelado roxo (cor 05). Gostei muito do resultado.

O melhor de tudo é que os vernizes da Golden Rose são dos poucos que têm aguentado nas minhas unhas por mais de três dias.

São muito fluidos, pelo que são necessárias duas a três camadas para obtermos a cor do verniz tal e qual como está no frasco. No entanto, a secagem é bastante rápida e o verniz fica com uma cor homogénea e sem bolhas.

Já experimentaram algum verniz Golden Rose? Qual é a vossa cor preferida?

Adeus preto, olá cor.

cabelo preto encaracolado cacheado comprido palle freese

Está certo e sabido que eventos com a Pluricosmética incluem sempre os melhores cabeleireiros ao dispor do cliente gratuitamente.

Por isso mesmo, e por ter ficado satisfeitíssima com o corte de cabelo que a cabeleireira Céu me fez no Fórum Estética Viva em Novembro, guardei-me para mais uma aventura capilar na Expocosmética, que está agora a decorrer na Exponor.

Desta vez, foi o cabeleireiro dinamarquês Palle Freese que se encarregou de tomar conta da minha juba. Senti-me muito, muito importante por ter um corte de cabelo feito pelo Palle, o deus dos cabelos.

palle freese cabelo preto comprido encaracolado cacheado mudança de cor descolorar

Conferenciámos muito antes de passar às tesouradas. Primeiro, eu queria manter o cabelo comprido. Depois, queria livrar-me de toda a tinta preta que se foi acumulando nos meus cabelos ao longo dos últimos dois anos (e que toda a gente dizia ser impossível sem danificar por completo a minha cabeleira).

Ambos queríamos um corte de cabelo ousado. Infelizmente, o meu estilo de vida não é compatível com o que pensámos inicialmente (um corte muito assimétrico, com direito a undercut e tudo).

O Palle acabou por investir num corte com muitas camadas, com comprimentos muito diferentes, que resultou em algo fantástico: volume distribuído de forma harmoniosa para favorecer a caracoleta.

palle freese cabelo preto comprido encaracolado cacheado mudança de cor descolorar

Passámos ao processo de coloração, feito cuidadosamente. Tive de passar por uma descoloração, nada muito agressivo, e a cor escolhida pelo Palle e aprovada por mim foi a 7.66 da Color Life Plus, um vermelho fogo lindo, que neste momento só se nota na raiz.

palle freese cabelo preto comprido encaracolado cacheado mudança de cor descolorar

Fiquei muito contente com o resultado e a ideia agora é ir baixando alguns tons e experimentar ser ruiva.

Perguntei se o processo de mudança de cor era viável sem ser muito danoso para o cabelo, e fazendo as coisas com calma penso que com mais duas ou três descolorações e pinturas, lá consigo atingir o resultado que quero.

palle freese cabelo preto comprido encaracolado cacheado mudança de cor descolorar

O Palle diz para eu o procurar quando eu quiser um corte de cabelo curto e ousado. Não sou mulher de cabelos muito curtos, mas a proposta foi tentadora.

Sem dúvida, fiquei com vontade de ir à Dinamarca cada vez que quiser cortar o cabelo. Tenho a mania que sou fina, é o que é.

+ Fórum Estética Viva

Bom, eram nove da manhã e lá estávamos eu, a Vanessa Makes, a Sandra Tez e a Maria Elisbão a entrar no autocarro para passar o dia no Fórum, que este ano foi na Batalha.

Confesso que fiquei um pouco desiludida por só encontrar dois pavilhões pequeninos e mal cheios. Esperava encontrar os amigos da Make-up Studio e da Young Nails, mas este ano nenhuma das duas marcou presença lá.

No entanto, descobri coisas novas. Para além disso, quando a companhia é boa o dia passa-se bem e a correr.

in beauty

A nossa sorte foi o stand da Pluricosmética. A brincadeira começou quando achámos piada às esferográficas da mãozinha e perguntámos se podíamos ficar com algumas para nós.

Podem sim, se fizerem um like na nossa página do Facebook.

Tudo bem, é justo, mas então também deixamos os nossos links para a troca!

Assim foi e, conversa puxa conversa, deixaram-nos dar uma espreitadela nos produtos de maquilhagem Golden Rose que estão para ser lançados na semana que vem.

Adorámos! Falo no plural porque sei que a opinião é unânime.

Cores lindas e usáveis, boa pigmentação, texturas fáceis de trabalhar, uma delícia. Quem diria que as embalagens de plástico transparente e dourado guardavam tamanhas surpresas?

A Sandra, que é uma jeitosa, após trocar umas palavrinhas com os senhores da Pluri, conseguiu uma mesinha e um banquinho para poder maquilhar quem fosse passando por lá.

Íamos passar lá a tarde toda e o Fórum era pequeno, lembram-se? Isto para não referir a mega seca que tanto a Sandra como a Maria iriam passar se tivessem de esperar que eu e a Vanessa estivéssemos prontas dos nossos cortes de cabelo.

pluricosmética

Sim, foi outra surpresa, a Pluri tinha uma cabeleireira e um barbeiro para quem quisesse umas tesouradas na guedelha na condição de que o corte não seria decisão nossa.

Não imaginam como fiquei contente pelo alivio que a Céu deu à minha caracoleta, que já não caía em mãos profissionais há mais de dois anos.

Voltando às maquilhagens, olhem, não sei como aconteceu. De repente, havia filas de pessoas a quererem ser maquilhadas e é claro que tínhamos de ajudar a Sandra a cumprir a tarefa. Chegaram mais três banquinhos e lá arranjámos entretenimento até à hora de ir embora.

Confesso que tive muito medo, pois não estou habituada a maquilhar outras pessoas. Acontece que os produtos eram tão bons de trabalhar que até eu me consegui sentir à vontade a trabalhar com eles.

Não ouvi um único “não gostei, deixe-me mudar isto ou tirar aquilo”. Melhor, calhava-me cada mulher bonita na rifa que parecia que mesmo que eu fizesse borrões nada ficaria mal! Sabem aqueles bocões e olhões enormes, lindos? Não me importava de repetir a experiência.

A certa altura, tivemos de dizer que estava terminada a nossa apresentação improvisada dos produtos Golden Rose, sob o risco de a fila continuar a crescer e depois perdermos o autocarro.

No caminho, toda a gente vinha a cantar. E eu? Eu já estava para lá de morta. Tinha dormido duas horas, se tanto, na noite anterior. Estava cansada, mas feliz!

Fico a aguardar fotos mais detalhadas do que foi este bom dia (Vanessa, Maria e Pluri, vamos lá!) para meter no ar uma galeria para quem quiser ver.