Era o aniversário do Luís e decidimos que iríamos almoçar fora.

Tinha de ser algo especial, algo de que gostasse mesmo muito, mas não nos apetecia ir muito longe.

Não é só no meio de Lisboa que existem bons restaurantes e mesmo dentro do leque dos que detêm várias casas com o mesmo nome, a expansão para as nossas bandas tem acontecido e sempre dá para visitar os sítios badalados de que falam todos os nossos amigos sem nos metermos no meio do trânsito.

francesinha
Claro que a minha é sem ovo!

Ficou decidido, após pesquisa no Zomato, que o almoço seria no Dote (Colinas do Cruzeiro, Odivelas).

Inicialmente, não tínhamos a certeza se iríamos ao Dote ou ao Marco, mas optámos pelo primeiro tendo em conta a opinião da Telma e do Pedro.

Uma das primeiras coisas que descobrimos assim que chegámos foi que a nossa indecisão era desnecessária, já que ambas as casas pertencem à mesma entidade e servem os mesmíssimos pratos. Assim, faz sentido que se situem frente a frente!

Devo dizer que, apesar de não ser perita em francesinhas, tenho um paladar exigente e sei analisar quando o prato é bom ou não.

Parti para esta experiência com outras duas ou três para servir de comparação. Bom, não é o mesmo que a francesinha em forno de lenha, tradicional, mesmo no Porto.

Mas olhem que não é nada, nada má!

Pedimos ambos a opção mais simples, tradicional, sem inovações, que dá pelo nome de Top. A minha tem a particularidade da ausência de ovo estrelado, já que é algo de que não gosto.

Estava deliciosa, com boa batatinha frita caseira e temi não conseguir comer tudo, mas lá fiz o enorme sacrifício de não deixar restos no prato (há sempre espaço para boa comida!).

O molho estava presente em abundância e deixaram-nos à vontade para pedir mais, caso desejássemos. E a comilança ficou por aqui? Não!

cheesecake

Quando ouvimos falar em sobremesa, o empregado que nos atendeu teve o desplante de mencionar um cheesecake de frutos vermelhos. Que golpe baixo!

Escusado será dizer que eu, que dizia estar para lá de cheia e que não iria conseguir comer mais nada, pedi uma fatia para mim. Já ouviram falar naquele estômago extra para guloseimas? Pois.

Claro que nem só de comida se faz um restaurante, pelo que tenho de destacar também a simpatia extrema e a amabilidade dos funcionários.

Deixaram-nos à vontade e foram muito queridos com a Teresa – aliás, nada temam se quiserem levar as vossas crianças, porque as instalações estão preparadas para elas.

Os preços são acessíveis e o melhor é que este é um dos parceiros do Zomato Gold (é um serviço que podemos subscrever e que nos concede 2 por 1 em 300 restaurantes de Lisboa).

Só falta dizer que talvez seja aconselhável fazerem reserva, porque consta que o espaço enche muito rapidamente. No nosso caso, apanhámos um momento de calmaria, já que fomos quase fora de horas num dia de semana.

Se gostam de francesinhas, recomendo muito o Dote!

Dote Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato