Etiqueta: Cor de Vinho

Vixenizada

vixenfoto

Parece que foi desta que o Outono veio para ficar, e se o calor e a peganhice vão embora, significa que está na hora de dar uso a todos os batons mega coloridos, cremosos e hidratantes que fomos acumulando à espera do regresso dos dias frios.

Sou muito democrática na escolha das cores e nos acabamentos. Agrada-me que actualmente estejam na ribalta os tons mais escuros e imponentes embora nunca tenha tido preconceitos com vinhos, ameixas e beringelas.

vixen2

Uma das novidades da Avon para este Inverno – em Portugal, que no ano passado já eu estava com ela fisgada depois de a ter visto em blogs estrangeiros, foi o batom Ultra Color na cor Vixen (quando é que trazem o Vamp?). Tenho sido uma menina bonita e ando muito contida nas compras, pelo que achei que até merecia o miminho. Já não sou revendedora da marca, mas a Patrícia mantém-me sempre a par das novidades e foi a ela que o comprei.

A cor é lindíssima, não é bem bordeaux mas também não é, de todo, roxo. É uma cor algo incomum e super intensa. O batom em si é mesmo muito pigmentado e cremoso. Não aconselho que o utilizem sem um lápis de contorno, sob pena de durar pouco e de esborratar.

vixen1

Saldos?

Parece que, depois do Natal, ficou tudo em pulgas com os saldos. Ou eu ando a leste e por isso tenho outra noção do que se está a passar, ou então este ano a febre com os preços mais baixos é altíssima. Este ano, não estou muito entusiasmada com os saldos. Estou sem paciência e a precisar de poupar dinheiro. E, em boa verdade, não há nada que me faça falta e que precise de comprar agora.

Comprei um cachecol na Giovanni Galli (sim, lá, para mim) e, depois, o maior estrago aconteceu no Spartoo, onde encomendei três peças que já namorava há meses e cujo preço inicial não me seduziu. Precisamente por serem artigos que não me faziam falta, por serem mesmo caprichos, e por ter outras prioridades. Desta feita, e tendo em conta que a poupança correspondeu a cerca de metade do gasto inicial, nesta maré de preços baixos lá decidi que podia mimar-me um bocadinho.

loafersmel

maladavidjones

199318_350_A

Encomendei um top da Morgan (a medo, por não saber bem que tamanho deveria encomendar, mas como já só havia o XS foi mesmo o que veio e assenta que nem luva), uma mala da David Jones que é super espaçosa e muito jeitosa, tipo saco, e um par de sapatos que ficam algures entre as sabrinas e os loafers da Mel, numa cor que, ao vivo, não sei explicar bem qual é. Não é bem castanho, não é bem ameixa, nem é bem bordeaux. E foram estas as minhas aquisições dos saldos.

Apesar de tudo, acho que não foram compras descabidas porque são peças às quais darei bom uso. Ainda não consegui usar o top nem os sapatos por causa do frio e da chuva, mas já não largo a mala. E tenho recebido bastantes elogios!

Impossível x Acessível #7

Para terminar 2012 em beleza, só faltava um Impossível x Acessível para o burgo.

impac7-1

Apesar de ser um cuidado necessário todo o ano, a minha relação com os óleos de cabelo tem-se desenvolvido muito ultimamente. O tempo frio pode ser um grande desastre para os nossos cabelos, já para não falar na humidade que nos faz ficar completamente desmotivadas para qualquer penteado porque andamos sempre de cabelos em pé. Esta pode ser uma solução e a minha paixão por estes produtos desta categoria e este Impossível x Acessível não é novidade porque ainda há uns dias falei dele aqui.

  • O Impossível – Kérastase Elixir Ultime (34,50€)
  • O Acessível – L’Oréal Elvive Óleo Extraordinário (13,99€)

impac7-2

Apesar de estarem alta cores de batom mais fechadas (já falarei de uma à maneira), há sempre espaço para fugir à rotina e apostar em cores vivas e alegres. Anda tudo de volta dos tons de vermelho e vinho, por que não apostar nos rosas alaranjados/coral?

  • O Impossível – Lâncome Rouge in Love 340B Rose Boudoir (26,50€)
  • O Acessível – Flormar Pretty Cream & Glaze P323 (04,99€)

impac7-3Eu disse que também havia um batom a condizer com este Inverno. Cor de vinho, burgundy, chamem-lhe o que quiserem. Não se acanhem, experimentem um destes batons nem que seja só aplicado em pequena quantidade com os dedos para que a cor não fique tão opaca e carregada.

  • O Impossível – MAC Diva (19,00€)
  • O Acessível – Revlon Raisin Rage (16,00€)

impac7-4

E por que não usar cor de vinho também nas unhas? Curiosamente, tem sido uma constante nas colecções de Inverno e alguns impossíveis já são mesmo, mesmo impossíveis. Já não existem, mas até se encontram opções idênticas a preços muito mais convidativos.

  • O Impossível – Essie Masquerade Belle (descontinuado, 12,50€)
  • O Acessível – Golden Rose Paris 104 (01,50€)

impac7-5

Ainda na secção das unhas, gosto dos verdes secos de Inverno. Se há algumas temporadas esta cor era associada ao uso de cores mais sóbrias e neutras, hoje em dia mais facilmente se alia ao militar. Lembram-se deste nosso Impossível? Em tempos, já foi um Acessível. Hoje em dia, para além de não existir, a Essie foi adquirida pela L’Oréal. Pasmem-se com a quantidade de cores iguais que encontram numa marca e na outra. Mudam-se os tempos…

  • O Impossível – Essie Sew Psyched (descontinuado, 12,50€)
  • O Acessível – L’Oréal Colour Riche Rive Gauche Green (06,99€)

Jus d’Orange a preços que sabem a laranjada

Existe outra marca de roupa que visto há anos. Esta não é portuguesa, mas tem sabor a laranjada. É a Jus d’Orange e está no Showroomprive com descontos de 70%.

Vestido 100,00€ 29,00€

Os artigos estão mesmo com cara de Outono/Inverno e as peças mostarda chamaram a minha atenção. Especialmente ao preço que estão nesta campanha. Na verdade, pelo que tenho, pensava que a Jus d’Orange só tinha camisolas e túnicas. Gostei de ver agora os vestidos.

Vestido 100,00€ 29,00€

Já se inscreveram no Showroomprive?

Recebi alguns emails e comentários por causa dos 10€ de oferta na primeira compra. Caso se inscrevam e desejem usufruir do vale mas ele não aparecer, o site tem um formulário de contacto para que possam pedir ajuda e esclarecer a situação com o apoio ao cliente.

Calças 82,00€ 25,00€

Burgundy

1. Arian 2. Betty London 3. dkode 4. Dr Martens 5. JB Martin 6. Friis & Company 7. Marian 8. Feud 9. Ravel

Já que estamos numa onda de Outono, é pertinente falar de uma das cores que mais gosto e que tem a cara da estação. Cor-de-vinho, bordeaux, burgundy, chamem-lhe o que quiserem. Esta é a cor das melhores rosas e das melhores cerejas. Para mim, é a cor da sensualidade e quando é usada nos lábios é linda de mais.

No entanto, e apesar de adorar cor-de-vinho, não gosto muito de vestir roupa desta cor. Vá-se lá entender. Tenho muito pouca coisa. Tenho algumas saias, umas calças de napa e acho que é só. Prefiro a cor-de-vinho nos acessórios e no calçado por me parecer que assim tenho muito mais possibilidades de conjugação.

Nos outros anos, sentia uma certa dificuldade em encontrar calçado cor-de-vinho. Havia os típicos All Star, um ou outro par de scarpins e pouco mais que isso nas sapatarias do costume. Em 2012, pelos vistos, a cor-de-vinho foi uma grande aposta e há sapatos e botas lindos nesta cor.