Etiqueta: Carnaval

É Carnaval, ninguém leva a mal!

bebé carnaval

Tinha mesmo de mostrar a minha Minnie. Porque eu nem era eu se não mostrasse à minha filha, logo de pequenina, o que é o Carnaval. Porque ela pode ser 7 meses de gente, mas já alinha nas minhas macacadas. É uma vaidosa, é a minha princesa!

Para quem diz ah e tal, que é difícil encontrar disfarces de Carnaval para bebés: ilustres, do pouco se faz muito! Encontrámos um vestido com saia de tule a 3.99€ na H&M (há-de servir para outras trapalhadas), as orelhinhas com laçarote comprámos no chinês – vinham numa bandolete, mas a minha mãe retirou-as e coseu numa fita de cabelo. O casaco (feito pela minha mãe para mim, já tem quase 30 anos!) e os collants (e os sapatos, aqui estava descalça mas usa sempre sapatos tal e qual gente crescida) são da roupa que veste normalmente.

Ficou ou não ficou a Minnie mais amorosa de todas?

E agora, vá, vamos tod@s limpar a baba e seguir com as nossas vidas.

Calavera

De ano para ano, a adesão à celebração da Noite das Bruxas tem aumentado em Portugal. Conflitos culturais à parte, sou da opinião que qualquer pretexto para haver festa e máscaras é bom.

calavera

Este ano decidi ficar por casa, mas nem por isso deixei de fazer uma maquilhagem à altura da ocasião. Eu até ia ficar quietinha e vestir o pijama, mas para além de a Black Rose me ter desafiado a mostrar a minha maquilhagem de Halloween (e eu não consegui dar resposta atempadamente mas quis muito partilhar algo bonito com ela e convosco! Já agora, espreitem as maquilhagens das outras bloggers que ela convidou.), nunca se sabe quando aparece a miudagem à porta a pedir o Pão por Deus. No meu tempo, era coisa que só se pedia no dia 1 de Novembro, mas adiante…

Espero que não esteja ninguém a ler este post na noite de 31 para 1, que o ideal seria estar toda a gente a divertir-se fora de casa. Já que eu não fiz nada (a não ser a bela da calavera) para celebrar, aproveitem e divirtam-se por mim.

Têm o hábito de celebrar o Halloween? Qual foi a vossa máscara deste ano?

halloween143

Ah, a título de curiosidade, fiz isto num ápice e sem grandes recursos: utilizei um lápis branco, um kajal preto, a paleta Acid da Sleek e uma sombra azul da Stargazer. Os brilhantes foram comprados numa loja chinesa há muito tempo e apliquei-os com cola de pestanas. Simples, não?

Madeixas temporárias com giz/pastel seco

Quando se pensa que não vão surgir mais ideias de jerico estranhas, tufas.

Eis que alguém nos surpreende com madeixas no cabelo feitas com giz e pastel seco.

Humedece-se uma madeixa de cabelo, aplica-se o giz esfregando, deixa-se secar e fixa-se o produto com um ferro quente. Na lavagem seguinte sai tudo. E é este o procedimento.

Com certeza que a oportunidade de ter cabelo de qualquer cor possível e imaginária é muito apelativa. Contudo, não me parece que esta prática seja boa para o cabelo e é decerto um atentado às vias respiratórias.

Pode ser um grande risco. E é, acima de tudo, um grande desperdício de material de pintura.

Sou pessoa para experimentar, eventualmente, mas vocês não o vão fazer, certo?

E fica registada esta prática, para vosso conhecimento.

Palhaços – Coisas que os aliens raptaram

palhaços
O meu irmão e eu mascarados de palhaços quando éramos pequenos.

Eu ainda sou do tempo em que todas as crianças se mascaravam de palhaço pelo menos uma vez entre a sexta-feira antes do Carnaval e o dia de Carnaval (que a folia começava com os desfiles escolares e só terminava no próprio dia).

De há uns anos para cá não me lembro de ver os pequeninos vestidos de palhaço.

Este ano, já vi chineses pouco chineses, já vi abelhas (com meias de liga? Não eram crianças, eram moças dos seus 15 anos…), já vi polícias, já vi bruxas, homens aranha…

Que aconteceu ao popular disfarce de palhaço?