Etiqueta: Blogues

5 Blogs que me dão prejuízo

Ou 5 blogs de beleza que adoro e nos quais confio.

Também seria um bom título para este post, não anulando o facto de a primeira afirmação ser a maior das verdades. Antes de escrever, também leio (e é bem mais fácil!) e gera-se sempre uma vontade do consumismo à conta destas cinco que nem queiram saber.

Queiram, queiram mesmo: porque se há blogs que devem ler se gostam das lides da beleza e gostam de ter conhecimento de potenciais investimentos neste domínio, esta é a lista que têm de conhecer.

the skin gameThe Skin Game – A Ana estudou Farmácia, trabalha com dermocosmética e é uma fofa simpática que tem uma escrita super amigável e explica um montão de coisas sobre beleza e saúde de forma a que o mais nabo dos nabos fica a compreender tudo. Para além disso, tem das melhores reviews de produtos de dermocosmética. Quando precisamos de algo e não sabemos muito bem o que escolher, ela tem sempre a recomendação ideal. Em suma: dá-me vontade de trazer a farmácia inteira para casa.

make downMake Down – A Sara também é farmacêutica e pró da dermocosmética. Padrões? Ahhh! Também há muitas explicações, reviews das boas, vídeos de favoritos e produtos acabados aos montes, e uma espécie de consultório de dúvidas online.

let's talk about beautyLet’s Talk About Beauty – A Saúde é a minha área e está visto que são das pessoas que gosto mais. A Ana Rita é das pessoas que conheço há mais tempo, do mundo dos blogs. É das pessoas de quem mais gosto, é médica e ainda por cima tem um blog destes que me fazem querer torrar dinheiro: em cremes, em maquilhagem, em gadgets, em tudo. As reviews são muito completas, as fotos são óptimas, é tudo bonito e agora imaginem quando estamos as duas juntas e nos metemos a trocar cromos de compras online.

coquette à portuguesa

Coquette à Portuguesa – Mais um guia de como fazer voar dinheiro! A Jael mostra, de uma forma simples, um monte de coisas giras e boas e deixa-nos a suspirar numa tentativa vã de controlar o impulso de compra. As descrições são sintéticas, as fotos são lindas, os produtos parecem ser escolhidos cautelosamente para serem todos muito apetecíveis. O estilo é simples mas on point. É pegar em tudo e colocar na wishlist!

raquel mendesRaquel Mendes – Agora, com nome próprio. Antigamente, era a Luxurious Skin. Mais uma vez, o que é que eu posso fazer quando me põem à frente fotos lindas com reviews super honestas, realizadas de forma super acessível e descontraída? Pior, melhor, também tem vídeos super giros de ver!

O melhor desta lista que partilhei convosco, para o caso de não conhecerem estes blogs (duvido!), é que todas as autoras são pessoas super familiares, com ar de pessoa normal que poderia fazer parte do nosso grupo de amigas.

Para quem passa a vida a perguntar-me sobre este ou aquele produto que não sabem muito bem como escolher para vós: a sério, dêem uma espreitadela neste que é o meu top 5.

 

Expocosmética 2017 – O Rescaldo

expocosmetica
Nós no stand da Blogazine. Desculpem a qualidade maravilhosa e contra a luz, foi a fotografia que se arranjou e está mui linda ♥

Se eu podia viver sem ir à maior feira de estética e beleza que acontece no nosso país?

Podia, mas não era a mesma coisa!

Cheguei à conclusão que já ando nestas aventuras de partir num autocarro para abastecer de tintas, cremes e betumes há quase 7 anos. Quem corre por gosto não cansa e por muito desgastantes que estes eventos possam ser, em proveito da vaidade justifica-se a proeza. Foram raríssimas as ocasiões em que falhei a minha visita.

Manter um blog tem-me dado o privilégio de conseguir uma credencial especial nos últimos anos que me poupa as filas intermináveis para entrar e ainda dá direito a algumas novidades para experimentar, o que agradeço à organização do fundo do coração. Tenho que dizer que acima do networking, o que continua a fazer com que abdique de folgas e descanso ao fim de tantos anos são as compras.

Não estarei a exagerar se vos disser que em cada uma destas visitas poupo centenas de Euros. Com o PVP habitual? Não compraria 1/10 dos cosméticos e que, sim, utilizo e volto a comprar uma e outra vez. Não trago só as minhas compras: aproveito e levo a lista de compras das mulheres (e homens, vá) da família. Trago o mínimo possível porque não há costas que aguentem nem tempo para bisbilhotar tudo. Pensem, por exemplo, em tintas para o cabelo e não me venham cá com tretas de que só pinta o cabelo quem quer. Há quem goste do cabelo grisalho, mas não é o meu caso. Para mim, no que diz respeito à minha imagem, é só uma vulnerabilidade, é sinal de velhice e desleixo e não é algo que queira mostrar.

Adiante, blogs. Adoro conhecer quem, como eu, mantém blogs. Adoro a humildade e o esforço da organização da Expocosmética para nos dar uma oportunidade digna e percebo que não consigam controlar tudo o que se passa tanto por parte dos autores convidados como pela que compete aos stands e marcas. Eu iria de qualquer forma, com ou sem convites.

expocosmetica
A Maria, eu e o Luís. Foto pela Ana Isabel.

Este ano, o Luís voltou a ir comigo. Porque quis! Que eu cá não obrigo ninguém a fazer nada, mas agradeço a companhia e a ajuda. Durante a maior parte do tempo, a Maria esteve connosco e lá fizemos os três (os quatro!) o nosso percurso.

Adorei rever caras que já são constantes na Expo como a Embelleze, a Andreia e a Inoeh. Trouxe novidades de todas elas e estou mortinha por mostrar tudo. Sucedeu o mesmo com a Flormar, marca que praticamente desconhecia (apesar de ter um batom deles há anos e uma loja muito perto de mim), com a By Simone G. e a Lupa/Bioseivas, que são novas para mim e deixaram-me em êxtase com os seus produtos capilares bastante promissores.

Passei noutros expositores para fazer compras e ainda dei um saltinho aos que estavam no roteiro enviado a todos os bloggers convidados, estando marcados como pontos de interesse com novidades para nós. Não vou dizer nomes.

Tenho de referir algumas situações que presenciei e que foram desagradáveis.

Cada acção gera uma reacção e não há cooperação possível quando as partes envolvidas não sabem o que estão a fazer. Passo a descrever:

  • No stand de uma das marcas mais importantes de estética do nosso país – à nossa frente, estava uma amálgama de miúdas com blogs. Não consegui ouvir o que as representantes da marca estavam a dizer, mas ouvi as meninas a dizerem entre si que ainda faltava passarem nos sítios x, y e z para irem buscar as suas borlas. Uma dizia “Ai, será que também me dão? Ao pé de vocês ainda sou um bebé!”. Tenho vergonha alheia.
  • No stand do ponto anterior – quando, finalmente, conseguimos alcançar as senhoras da marca, o que nos disseram foi… Bom, não nos disseram nada a não ser que os brindes que tinham para bloggers tinham acabado. Assim, a seco. Fiquei sem perceber o que se passava ali porque não se apresentaram, não apresentaram a marca, não apresentaram novidade alguma. Merecem abordagens como a que referi acima.
  • Num stand de protectores solares – A verdade é que fiquei sem conhecer a gama de produtos que disponibilizam, porque se focaram nuns bronzers das Kardashian. Tenho ali um papel com uma breve descrição sobre alguns produtos que nada me dizem porque não mos mostraram. Ah, e tenho uma bolsa com meia dúzia de amostras em sachet de bronzeadores e protectores solares que nunca conseguirei usar porque, obviamente, como é que é suposto testar protector solar só numa perna ou só num braço? Queremos que falem bem de nós, disse a representante da marca. Okayyy!
  • Mais um stand, desta vez de produtos de spa – Última história, prometo! Mostram-nos um hidratante muito bem cheiroso, facto. Mostram-nos outro hidratante bastante engraçado, sobe o entusiasmo. De seguida, dizem-nos que podemos tirar as fotos que quisermos ao espaço (a sério?) e dão-nos um sachet de anti-rugas, salientando que a amostra não é para a nossa idade. Mais uma vez, queremos que falem bem de nós.

Fazemos assim: por cada motivo de queixa, têm de haver vários daqueles bonitos que gostamos de ver por aqui. Garanto-vos que existem e que vão ver que, contrariamente ao que possam pensar se leram o post até aqui, há coisas boas a destacar desta edição da Expocosmética. Durante este mês, pinky promise: vou deixar aqui tuuudo aquilo de que gostei com todos os detalhes. Porque o que é bom merece ser partilhado!

Sem Assunto – Meia Dúzia de Dicas que Geram Ideias

miffy

É sexta-feira à noite, não há vontade de sair e a lontrice doméstica deu para actualizar o blog. Mas há um problema: sobre o que escrever?

Sim, este é um post para os meus leitores e leitoras que também gostam de escrever e partilhar online.


Estão com falta de inspiração? Eu também.


E assim decidi aproveitar um não-assunto e transformá-lo num assunto. Porque, com jeitinho, tudo o que vos possa passar pela cabeça pode dar um post daqueles. A sério, é um grande desafio à criatividade e pode parecer estranho debitar umas linhas sobre, hipoteticamente, a maçaneta da porta, mas desde que haja vontade e algum brain storming, tudo é possível.

Quem sabe, a partir daqui, ficam com um montão de ideias de posts. Eu explico!


Peguem no computador, num caderno, post its e numa caneta. Ou lápis.


O que se pretende não é desatar a encher chouriços como se não houvesse amanhã. É dar uma ajudinha a quem gosta de escrever mas não tem uma gaveta de ideias. O que aqui partilho é o que funciona comigo e que fui aprendendo por conta própria e através da observação de outros blogs. Sigam as dicas:

  1. Léxico. Peguem numa palavra ou tema, preferencialmente dentro do que costumam abordar habitualmente. Agora, tentem lembrar-se de outras palavras relacionadas e o que poderiam dizer sobre elas.
  2. Recombinar. Já se perguntaram se disseram tudo o que havia a dizer, ou tudo o que tinham para partilhar sobre um determinado assunto? Existem imensas abordagens e interpretações diferentes para o mesmo foco.
  3. Perguntar. Se têm um blog, têm audiência. O mais provável é terem presença nas redes sociais. Criam interacção (que é óptima para o crescimento do vosso projecto!) e ao mesmo tempo têm a ajuda dos leitores. Mesmo que não queiram perguntar directamente, consultem as estatísticas relativas à vossa audiência e aposto que vão descobrir dados interessantes que vos darão novas ideias.
  4. Tags. Sem exagero! Sabem aquelas “correntes” em que fulano nomeia beltrano para responder a uma série de perguntas de ordens diversas? Há algumas engraçadas e dão pano para mangas.
  5. “Bengalas” online. Não subestimem o poder do Google Trends, e se não conhecem o Gerador de Ideias da Portent (um bocadinho como o que vos disse no ponto 2, mas mais eficiente!) e o Gerador de Assuntos do Hubspot, está mais que na hora de darem uma vista de olhos.
  6. Inspiração espontânea. Aqui a conversa é outra: tragam sempre papel e caneta convosco. Durmam com papel e caneta ao vosso lado. É quando menos esperamos que surgem algumas das nossas melhores ideias, e se não as registamos logo, muitas vezes vamos esquecer-nos. Não pode ser!

miffy

Experimentem fazer como sugeri e depois contem-me se teve ou não resultado. Aqui, há uma pasta cheia de papelinhos e rascunhos com ideias que nunca mais acabam. Por vezes, o difícil é gerir o tempo e escolher no que pegar.

Boa escrita!

A Importância da Correcção

Agora que começo a ter mais tempo para me dedicar ao blog e para pôr as leituras em dia, tenho procurado ler umas coisinhas sobre o mundo online. À primeira vista, pode parecer que este post não será muito interessante para o mero leitor, mas não fujam já! No final, quero saber a vossa opinião, que são vocês os melhores avaliadores desta matéria.

É que, apesar de estas questões interessarem primariamente a quem tem blogs, quem dá o feedback são os leitores. Eu escrevo, mas também sou leitora, pelo que me parece pertinente expressar a minha opinião sobre os textos que me passam pela vista.

Correcção Ortográfica
Imagem de fonte desconhecida.

Tenho lido muitas coisas sobre optimização de conteúdos, sobre a importância da imagem e tantos outros saberes relevantes (a propósito, se são bloggers e ainda não conhecem, vale a pena dar um salto ao Bloggers Camp), mas poucas menções vejo a algo muito simples e que faz toda a diferença: a correcção ortográfica.

Por muito que os assuntos sejam interessantes, não é feio quando estão minados de erros ortográficos e de sintaxe? O pior é que até nos ditos sites de imprensa profissionais eles aparecem, e muitas vezes poderiam ser evitados se os autores fizessem uso de dicionários como o Woxikon, que até ajuda a perceber o sentido de algumas palavras parecidas, quando surgem dúvidas.

Eu sei que não sou perfeita e que, de certeza, existem alguns gafanhotos por aqui. Porém, tenham dó! Há limites. E aqui fica um conselho: se dão alguns erros e têm consciência disso, o melhor é mesmo pedir a algum amigo (ou dois!) que leia antes de carregarem no botão “publicar”. Aposto que eles não vão importar-se de ter a honra de ler os vossos artigos em primeira mão e, com certeza, o vosso trabalho terá muito mais qualidade. É garantido!

Tenho ou não tenho razão?

Dia de Luto na Blogosfera

O Boticário Make B Rio 60s
Evento de apresentação da linha Make B Rio 60’s, Junho de 2014. Um dos momentos em que tive o prazer de conviver com a Susana, imediatamente à minha direita na fotografia.

Este é um post que gostava de não saber escrever. Gostava de não ter de lidar com assuntos feios, mas eles existem. Temos de viver com eles e o nosso crescimento pessoal passa, de certa forma, por lidar com adversidades. É muito duro, mas a vida é assim.

Hoje é o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro. Irónico, não é? Hoje foi o dia em que uma amiga dos blogs perdeu a luta contra este filho da mãe. A Susana era jovem, tinha uma aura linda, era sorridente, era uma pessoa com quem dava gosto conversar. Desde saber que estava doente até ao triste desfecho, passou pouquíssimo tempo. Mas ela lutou, lutou muito.

A Susana não era uma das pessoas com quem mais me cruzava ou conversava, mas a blogosfera liga-nos. Uma das maiores bênçãos de ter um blog é a quantidade de amigos e pessoas boas que entram nas nossas vidas que, de outra forma, não conheceríamos.

Nunca soube muito bem o que dizer ou fazer perante a doença, mas tenho muita fé e rezei por ela. Fiquei tão contente quando soube que, aparentemente, estava melhor! Nunca me meti no assunto, pois tive algum receio de ser invasiva. Por outro lado, agora que nada mais há a fazer, sinto-me um pouco hipócrita por, finalmente, expressar-me.

Que mais poderia ter feito? Não ser a única a reflectir sobre este assunto e, para já, uma das conclusões a que consegui chegar é que está na altura de, neste mundo dos blogs, sermos mais amigos, mais próximos e olharmos mais uns pelos outros. Que estejamos unidos não só pela dor mas também pelas coisas boas.

Quanto à querida Susana, espero que estejas agora num sítio melhor, desprovido de dor e sofrimento. Deixaste uma boa marca por onde passaste. Foi bom ter-te connosco neste mundo. Até um dia!

Presente de Aniversário – Agenda para Blogs

pink planner

Antes de mais nada, peço desculpa pela ausência em pleno mês de aniversário! Se estão a ler este post, tenho a certeza que já repararam num dos motivos que levaram a este súbito desaparecimento: lavámos a cara. Pelo meio, houve umas quantas chatices com o servidor. Gostam do novo look? Quero que me contem tudo. Continuamos com os mesmos cabeçalhos, que carregam aleatoriamente de cada vez que abrem o blog.

agenda1

Numa tentativa de me organizar e não falhar mais connosco, acabei por produzir algo que sei que vai dar jeito a quem tem blogs. E eu sei que tenho muit@s leitor@s que também têm blogs! Depois de ler sobre o assunto pela Internet fora, decidi compor uma agenda perpétua à minha medida, com tudo aquilo de que necessito para manter o blog em ordem (espero eu, mas se surgirem actualizações, logo partilho convosco). Inclui calendários, folhas de estatísticas, planeamento de posts, tudo e mais alguma coisa.

agenda2

O melhor é que quando mostrei o documento à Ana Rita, ela disponibilizou-se para alindar a coisa. E puff: sai uma agenda catita para tod@s vós poderem descarregar neste link. Não é um bom presente? Para o montarem é muito simples, e sugiro que imprimam 4 páginas por folha (que ficam com páginas em tamanho A5), que assim poupa-se papel e há espaço para tudo. Imprimam as páginas de planificação e preenchimento quantas vezes necessitarem. Reorganizem como vos apetecer. Creio que a forma mais prática de utilizar a agenda é colocá-la num dossier, que assim também não precisam de imprimir logo as folhas todas para um ano e conseguem perceber se se adaptam a este sistema ou não. Por que não imprimir páginas para um mês e experimentar?

Para vos facilitar a vida, aqui fica um guia das páginas:

  • Página 1 – Folha de Identificação
  • Páginas 2 a 13 – Calendário Perpétuo (cada mês tem um padrão diferente)
  • Página 14 – Estatísticas
  • Páginas 15 e 16 – Tops (Posts mais vistos, palavras chave, backlinks, pesquisas, posts mais comentados)
  • Páginas 17 e 18 – Objectivos do blog (a curto e longo prazo)
  • Página 19 – Registo de Passwords
  • Página 20 – Contactos
  • Página 21 – Anúncios e Patrocínios
  • Página 22 – Lucros e Despesas
  • Página 23 – Organização de posts (sugiro a utilização de postits, de forma mudar os conteúdos de sítio à medida que forem concretizados)
  • Páginas 24 a 30 – Planificação semanal de posts
  • Página 31 – Brainstorming
  • Página 32 – Passatempos
  • Página 33 – Checklist Semanal
  • Página 34 – Notas e Ideias

Se alguma coisa não vos fizer sentido, é só perguntar, que eu explico. Acredito que, para muita gente, haja aqui pelo meio uma série de dicas nas quais nunca pensaram, sequer. Não têm de quê!

No demais, só vos pedimos que sejam fofinh@s e se ainda não seguem A Guida É que Sabe e a Let’s Talk About Beauty, por favor, mostrem o vosso carinho pelos blogs e sigam-nos nas diferentes redes sociais. Ah, e sintam-se à vontade para comentar e mandar emails com dúvidas ou sugestões. Está claro que este foi um trabalho feito com muito amor e carinho e não é para desatarem a ser copiões ou tirarem lucro com isto, sim? Esperamos que gostem!

agenda3

Estou aqui!

Marlene Dietrich em Seven Sinners (1940)
Marlene Dietrich em Seven Sinners (1940)

Haverá namoro pior que aquele onde as palavras falham e as ausências se vão prolongando? Eu não sou pessoa de pedir tempos, e tenho a certeza que a nossa história não acabou, mas sei que não tenho sido uma boa parceira. Encaremos este nosso compromisso virtual, onde escrevo e vocês procuram ter o que ler e o que ver, como uma espécie de poliamor. Modernices.

Nestas coisas dos projectos, dos amores e das famílias, creio que todos concordamos que têm de existir princípios de equidade. A atenção deve ser distribuída de forma justa e conforme as necessidades existentes. Neste momento, a Enfermagem, essa chata, requer de mim muito mais investimento. Eu própria, que tenho passado bocados complicados, chego ao ponto de quase arrancar cabelos e preciso de gostar mais de mim e dedicar mais tempo ao meu sossego.

Não quero que vocês vão embora. Isto não é o nosso fim! Quero que se lembrem que sempre depositei muito de mim neste projecto, e até tenho trabalhado (embora eventualmente não reparem) nos detalhes e floreados do nosso blog. Será pedir de mais que continuem por aqui?

Ah, no meio do turbilhão que tem sido a minha vida, ainda vou apanhando no ar algumas histórias das que vão acontecendo. Ouvi, por estes dias, umas poucas baboseiras ditas por tolinhos que afirmam ter blogs e serem bloggers. Houve quem ficasse ofendido, mas a verdade é que o melhor é nem passar bilhete. Logo lhes passa a febre, tal como acontece com as crianças quando se lhes dá a última novidade do mundo dos brinquedos e já pouco querem saber deles passado três dias. Aos que julgam ser o Sol, basta deixá-los sozinhos no seu universozinho de poeira e cotão rosa-piroso.

Quem gosta de escrever para os outros genuinamente não deve sentir-se diminuído com parvoíces destas. Quem gosta de ler vai sempre saber quem pode visitar. Por mim, com toda a humildade possível, garanto que enquanto houver Internet, terão de me aturar. Nem que, por uns tempos, seja assim em modo relâmpago!

Trio Maravilha

Há uns dias, a Ana do Mais Feminices desafiou-me a mostrar três produtos essenciais na minha necessaire, a propósito do terceiro aniversário do blog. O convite estendeu-se a mais bloggers, pelo que se passarem por lá verão como tem estado a correr o desafio.

necessairemf

Para mim, é canjinha: a minha necessaire resume-se mesmo a três produtos que, por norma, são aplicados no autocarro a caminho do local de estágio. Dêem o desconto, às sete da manhã já estou fora de casa e se posso tratar da beleza no caminho, para quê sair mais cedo da cama?

São três produtos que me ajudam a não parecer um bicho: máscara (They’re Real, Benefit), blush (Luminizing Satin Face Color OR308-Starfish, Shiseido) e bálsamo labial (Soin des Lèvres, Caudalíe). O resto são detalhes. Não devo utilizar cores txanã, pelo que na melhor das hipóteses sou capaz de escolher quase aleatoriamente um batom discreto, consoante o humor matinal.

E vocês, que itens de maquilhagem essenciais trazem na vossa bolsa?

Top 5 da Princesa Anna (Frozen)

desafioprincesas

Fui desafiada pelo Body Shop Mania a escolher uma princesa Disney e a indicar quais seriam, na minha opinião, os produtos ideais para ela. A escolha era muito grande, e eu tive certas dúvidas, mas acabei por optar por uma das princesas mais recentes, a princesa Anna do filme Frozen. Se ainda não o viram, tratem de remediar esse assunto rapidamente, porque é excelente.

Costumo preferir vilões, mas não vieram a jogo e, em boa verdade, duvido que as bruxas da Disney cuidem da beleza – que, aliás, é um atributo que não têm. Quem me conhece, há-de perceber por que é que escolhi a princesa Anna.

Passando às escolhas e justificações, considero que, apesar de ser feminina, a princesa Anna é uma donzela pragmática. Para além disso, já é linda naturalmente. Não me parece que seja adepta de grandes maquilhagens, e o cabelo é longo e está sempre bem tratado, entre múltiplos penteados.

Assim sendo, escolhi os produtos que apresento na imagem. O 1. é a Big and Curvy Mascara, que os pestanões da Anna são um dos pontos a destacar e só se consegue um efeito destes com uma máscara à maneira. O 2. Lip & Cheek Stain é o outro essencial de maquilhagem da princesa, que tem um arzinho de saúde mas sem grandes cores e alaridos. Como disse, ela é muito pragmática e a sua maquilhagem é muito simples. O truque para o cabelo brilhante e sedoso, bem tratado e resistente às mudanças de penteado é o 3. Rainforest Radiance Detangling Spray, que ajuda a proteger a cor arruivada do sol e de outras adversidades enquanto desembaraça eficazmente. O melhor é que cheira a mirtilos, e a princesa Anna adora, com toda a certeza, as fragrâncias dos frutos do bosque. Por isso mesmo, o seu perfume de eleição é o 4. Early-harvest Rasperry EDT. O nome fala por si! Como em Arendelle pode fazer muito frio, e o frio tende a deixar-nos com a pele do rosto com aparência estranha e pouco saudável no que toca à cor, tenho a certeza que a princesa utiliza o item 5. Vitamin E Cool BB Cream para assegurar a hidratação da pele ao mesmo tempo que uniformiza a sua tonalidade.

tumblr_n2v76eWDWv1s0tn1ko2_500

Concordam com as minhas escolhas? Qual é a vossa princesa Disney preferida?

Das aventuras no Porto

image

Se algum dia duvidarem do amor que vos tenho, considerem o sacrifício que é postar via iPad. Mas nem eu posso ficar mais tempo inactiva nem vocês merecem o meu silêncio e muito menos que eu deixe passar em branco este episódio de há uns dias atrás.

Antes de entrar em domínios mais delicados, tenho de agradecer à Expocosmética pelo convite que me dirigiu nesta edição, a propósito da realização de um Bloggers Event. Já há alguns anos que faço questão de me dirigir a este evento (e outros semelhantes) para conhecer novidades e fazer compras, e sabe bem ter direito a bilhetes de transportes oferecidos.

O problema é que, no meu entender, o Bloggers Event terminou por aí. A desorganização nos contactos esteve presente desde o primeiro email, sendo que necessitei de esclarecer várias dúvidas a saca-rolhas e pude constatar que a informação não era consensual entre bloggers. Entretanto, à medida que se foram desvendando alguns mistérios, também me apercebi que os convites não eram todos iguais. Adiante.

Chegado o dia da visita à feira, começou tudo muito mal. No terminal de autocarros, bem antes da hora de terminar o check in, já não havia lugares. Não sei de quem foi a culpa, gerou-se imensa confusão e finalmente surgiu um terceiro autocarro… Preparado para viagens de curta distância. Isso, íamos chegando marrecas e de rabo quadrado ao Porto. É de salientar que ninguém fez chamadas, ninguém confirmou bilhetes e apurei que algumas pessoas tinham previsto no seu bilhete uma viagem para o dia seguinte, detalhe que só saltou à vista durante a viagem porque… Foram induzidas em erro pela organização. Detalhes.

Para mim, o dito Bloggers Event só pode ter ocorrido dentro do autocarro, porque foi onde a maior parte do convívio aconteceu. Quando chegámos à Exponor, poucas foram as indicações, ouvimos diversas informações de diferentes fontes e ninguém nos recebeu. No balcão de check in, apercebemo-nos, mais uma vez, das distinções entre bloggers. Já no recinto da feira, não nos apercebemos que houvesse um espaço especial para algum evento, visto que, repito, ninguém se apresentou nem nos recebeu, e as áreas pelas quais passámos eram acessíveis a qualquer visitante. Falaram de um cocktail de recepção, mas só visualizei três tabuleiros de pequenos queques que desapareceram em menos de um fósforo.

Já que a minha principal intenção era fazer compras, foi a isso que me dediquei e fiquei satisfeita porque trouxe quase tudo o que tinha em mente. Não recebi (nem eu nem as bloggers com quem conversei) quaisquer goodies que qualquer outra blogger sem convite não pudesse receber. Pude, também, rever algumas amizades e ver, pela primeira vez, outras tantas. Maravilhas do mundo digital!

image

No final da feira, juntámo-nos para falar com a organização e expressar o nosso desagrado com tudo o que não correu bem. Não quisemos parecer ingratas, pelo contrário, sabemos que o nosso feedback é importante para que, futuramente, erros destes não se repitam. Pessoalmente, sinto que, espremendo a fruta, poderia ter saído muito mais sumo desta iniciativa. Foi-nos explicado que o Bloggers Event foi planeado, inicialmente, para um grupo muito mais pequeno de bloggers e que decidiram abraçar um número muito maior de nós. A intenção foi boa, sim, mas convinha que a dedicação e os recursos fossem canalizados de forma a abarcar toda a gente e não só meia dúzia. Fico muito feliz que um determinado grupo tenha tido a oportunidade de permanecer mais tempo e com outras condições, foi-nos dito que esse grupo derivou de sugestões de expositores (podia ser de ponderar uma avaliação dos blogs sugeridos, digo eu, que até pesco algumas coisas do assunto), mas se assim foi creio que as regalias deveriam ter sido proporcionadas por esses expositores e que a organização deveria ter sido clara e imparcial com todas as bloggers desde o início, tratando-as de igual forma.

No fim das contas, faço um balanço positivo… Do bom convívio que tive com as minhas amigas durante o dia e da atenção prestada pelos stands todos que visitei. Espero que este tipo de iniciativas não termine e que seja possível melhorar, tendo sido detectados e comunicados os erros na óptica das participantes. Com ou sem convite, lá estarei nas próximas edições.