Etiqueta: Banho

10 do Momento

Comecei por ter um blog de beleza,

Embora considere que grande parte da essência do blog passe por aí mesmo. Só decidi que me daria à liberdade de escrever sobre o que quisesse e, às tantas, acabo por me esquecer que vocês gostam tanto quanto eu de saber das lides dos betumes e tintas. Verdade ou mentira?

Vai daí, desde Junho de 2015 que não faço um apanhado dos 10 cosméticos que mais tenho gostado ultimamente. Está na hora de partilhar convosco os meus aliados e desenganem-se se pensam que, com os tempos, se mudam todas as vontades. Só mudam algumas!

favoritos beleza
Os meus 10 favoritos actuais. Da esquerda para a direita, de cima para baixo.

Eis o meu top, sem ordem específica.

  • Bio Oil – Comecei a utilizar quando estava grávida e nunca mais o larguei. Até no rosto o utilizo, à laia de sérum. Nunca fui muito rigorosa (sei que há grávidas que têm todo um ritual de aplicação de cremes e mistelas 2 ou 3 vezes por dia, mas eu que sou preguiçosa tinha dias em que nem sequer utilizava nada), mas o facto é que a pele se mantém elástica, hidratada e sem estrias.
  • Quenching Serum SOS, Caudalíe – Não me canso de falar dele, se não se lembram podem espreitar o que já disse aquiaqui, aqui e aqui. Preciso de dizer mais alguma coisa?
  • BB Cream Beyond the Solution, Lioele – Não é novo e já falei dele neste post. Agora, mais que nunca, dou-lhe o devido valor. Muito boa cobertura, hidratante, não fica empoado tipo estuque mas também não me deixa com cara de fritadeira. Agora tenho menos tempo que antes para me arranjar, pelo que gosto de atalhar caminho no que diz respeito à preparação da pele para a maquilhagem.
  • Protector Solar SPF 50 gel-creme para peles oleosas, Youth Lab – Foi a Ana que mo deu a conhecer e nunca mais o larguei. Todos, mas todos os dias, faça chuva ou faça sol, utilizo protector solar. Se já tinha todo um historial de alergias ao sol, a gravidez deu-me a conhecer a realidade das manchas e rugas. Mais vale prevenir do que remediar, e este protector solar é o melhor do mundo para o rosto porque não pesa, não tem aquele cheiro a “sintético” a praia nem fica todo oleoso na cara. Como bónus, tem uma ligeira corzinha. Há dias em que acabo por nem aplicar mais nada no rosto.
  • Poudre de Riz de Java, Bourjois – É uma reedição do famoso produto da Bourjois, em comemoração dos seus 150 anos. É um pó solto translúcido com subtis cintilâncias que nos deixam o rosto com um ar polido e iluminado. Não acumula nem tende a ficar oleoso. A embalagem é prática, contendo uma patilha “doseadora” que não deixa que saia demasiado pó do compartimento. Esta parte é completamente secundária mas também tem de ser referida: tem um cheirinho tão bom!
  • Batom Color Sensational Vivid Matte, Maybelline – Eu sei que não tem uma durabilidade imaculada, que nem sequer fica mate e que só chegaram 4 cores a Portugal. Se procuram um daqueles batons líquidos mate à prova de tudo, esqueçam. Ainda assim, são dos que mais tenho usado, especialmente a cor 50 (Nude Thrill). A aplicação é super confortável, não resseca os lábios, efectivamente confere o conforto de um gloss sem ser pegajoso nem brilhante. E tem um sabor/aroma bastante agradável.
  • Blindagem Capilar, Novex – Já falei dela aqui e nem me vou alongar mais que isto: poupa-se muito tempo na secagem e preservação do penteado. Xô, humidade!
  • Emulsão de Banho, Anjinho – Só para contextualizar, a Anjinho/Angelito/Babyheart (há-de ter outros nomes noutros países) é a marca de produtos de higiene para bebé do Aldi e está muito subvalorizada. É mesmo muito boa e muito barata e volta e meia trago alguns produtos para a Teresa. A emulsão de banho é um deles e também a utilizo. Adoro! Não resseca a pele no banho, é um mimo. Se tiverem um Aldi por perto, não olhem para este produto (nem para o resto da marca) de lado!
  • Gel de Limpeza 2 em 1 Pure Active, Garnier – É para peles oleosas e surpreendeu-me muito porque é delicado. Não arde nem resseca a pele – palminhas por terem compreendido que as peles oleosas podem ser sensíveis e desidratadas e criarem um produto que respeita estas características! É eficaz, é prático e é económico (a embalagem é gigantesca para o que é habitual num gel de limpeza de rosto – tem 200ml).
  • Purelan, Medela – Este é aquele produto do qual possivelmente nunca ouviriam falar se não estivessem grávidas/fossem mães. O Purelan é um creme muito espesso e hidratante de lanolina pura. Tipicamente, utiliza-se nos mamilos quando estão gretados/sensibilizados pela amamentação. Mas também serve para muitas outras coisas! Para peles muito secas e sensíveis (como os lábios), garanto-vos que não há melhor que isto. Há quem gaste muito pouco, ao longo da amamentação. Eu já vou na segunda bisnaga à conta da função multi-usos.

E é o que tenho para dizer por agora. Pode parecer aborrecido, mas é mesmo o que mais tenho utilizado e que mais me tem surpreendido. E nem é necessário dizer que utilizo tudo exaustivamente, pois não?

Produtos Botilicious

Isto de estar grávida e ter as hormonas todas aos pulinhos tem muito que se lhe diga. Por norma, existem produtos cosméticos que de tão apetitosos para os restantes sentidos, dão vontade de comer. Agora, tem sido de mais. E um dos grandes responsáveis por estas vontades surreais é O Boticário, quem mais faz produtos tão gostosos?

mel esfoliante

Se tiverem atenção às lojas por estes dias, verão que tenho razão: já viram o Mel Esfoliante da linha Nativa Spa Terapia dos Óleos Indianos? Pois, é de coisas assim que falo. Ainda não o vi ao vivo, ainda não o cheirei, mas só o nome dá vontade de lhe espetar a colher. Gostava de vos deixar aqui o link, mas ainda nem está na loja online (que por sinal está com um desconto de 25% em tudo até dia 6 de Maio). Passem por uma loja física, que eu logo farei o mesmo.

Mas pensam que é coisa nova, esta de nos darem vontade de comer o que foi feito para alimentar a pele? Então, eu avivo-vos a memória com alguns dos produtos que O Boticário já teve (ou tem) nas lojas e que são um autêntico atentado ao nosso juízo porque dão vontade de comer.

O Boticário

Na edição limitada Fun Tropical, havia o Hidratante Frescor de Coco. Já vos tinha dito que tenho muitas saudades dele, e aposto que vocês também têm. Parecia uma espécie de sobremesa fresquinha e gelatinosa de Verão. Aliás, toda a colecção tinha um aspecto bastante comestível!

O Boticário

E da Calda Hidratante Exótica de Castanha de Kukui e Tâmaras, quem gosta? Também já falei dela aqui e acho que não é preciso dizer mais nada, porque com um nome destes só poderia tratar-se de um produto docinho e guloso.

O Boticário

A linha Nativa Spa tem sido, definitivamente, aquela que mais texturas, cores e aromas traz que lembram comida. Isso e nomes! Por quê? Porque… Pitaya: vejam bem isto, há Açúcar Esfoliante e Souflé Hidratante. Caso não se lembrem, até mostrei fotos das texturas. Devo dizer que nunca tinha comido uma pitaya antes desta linha existir, que fiquei muito curiosa e que quando finalmente experimentei fiquei mesmo muito desiludida porque não sabe a nada comparando com o cheiro docinho e bom destes produtos.

O Boticário

Mais recentemente, foi na linha de Flor de Ameixa que surgiu um Iogurte Esfoliante Exótico. Iogurte. Iogurte, senhoras! Depois não querem que uma pessoa tenha apetites estranhos.

O Boticário

E deste, quem se lembra? Era um dos meus favoritos. Embora não tivesse nome de comida, o Creme Hidratante Água de Coco + Baunilha tinha um aroma e consistência que lembravam pudim. Mas sem ser excessivamente doce!

Digam-me lá, não vos trouxe uma sobremesa boa?

Sugestões de S. Valentim #1 – Lush

Fevereiro é, por predefinição, o mês do amor. No próximo dia 14, celebra-se o Dia de São Valentim, também conhecido por Dia dos Namorados. Uma das questões que surge para quem liga a datas comemorativas é o que oferecer.

Tão complicado é para eles como para elas, mas creio que posso dar uma ajudinha a quem pretende oferecer um presente a uma donzela e não sabe para onde se virar. Ontem comecei oferecer um vale de 100€ para gastar numa loja online, podem concorrer neste post. Agora, resta-me sugerir coisas boas e bonitas. Comecemos por vislumbrar as propostas da Lush que chegaram às minhas mãos por estes dias.

Lush São Valentim Valentines

Mesmo que não houvesse uma edição limitada destinada a esta data, seria muito fácil escolher um monte de coisas boas que qualquer namorada (ou namorado, que também há artigos para homem!) gosta com toda a certeza.

Mas, mesmo assim, a Lush decidiu ser especial. De entre vários produtos especiais, destaco os da imagem:

  • A espuma de banho Unicorn Horn, que contém óleo de lavanda e neroli para ajudar a relaxar e melhorar o humor.
  • O gel de duche Prince Charming, que contém sumo de romã, óleo de toranja, raiz de malvaísco, vagens de baunilha e manteiga de cacau. É calmante mas, em simultâneo, dá aquele toque de frescura e limpeza que pretendemos quando tomamos duche, mas sem deixar a pele a repuxar.
  • O esfoliante de lábios The Kiss. Se ainda não conhecem os esfoliantes de lábios da Lush, deviam, porque são milagrosos e… Deliciosos. Ups. Contém sal fino, açúcar, manteiga de cacau, óleo de amêndoa e mandarina, bem como corações comestíveis. É esfregar nos lábios com o dedo e saborear!
  • O bálsamo de lábios The Kiss, com manteiga de karité, óleos de melancia-do-mato e de ilipê orgânico, xarope de agave e jojoba orgânica. Brilho e hidratação com um ligeiro toque de cor.

Vale a pena dizer que muitos dos ingredientes destes produtos são provenientes do Comércio Justo e que todos eles são desprovidos de ingredientes potencialmente perigosos para o organismo. Caso necessitem de mais informações sobre os produtos ou como os encontrar, é só clicar nas imagens abaixo!

Já cheira a férias!

pitaya

E cheira mesmo bem, se me permitem que vos diga. Não é novidade para ninguém, mas para mim só faz sentido trazer a pitaya à baila agora. É que, minhas amigas e meus amigos, custa muito passar o Inverno com as férias de Agosto entaladas no nariz e a linha Nativa Spa Pitaya d’O Boticário só me lembra isso mesmo: o cheiro da frutaria do sítio onde passo férias, logo pela manhã. É tortura!

Sinceramente, a pitaya é um fruto que não me diz muito. Ou as que provei não eram as melhores, ou há frutas mais cheirosas e gostosas (como as que me surgem na cabeça quando cheiro estes produtos todos). Seja como for, agora que chega o calor e que se aproximam as tão aguardadas férias, esta linha cai que nem ginjas… Erm… Pitayas.

pitaya1

Em primeiro lugar, já se sabe que tudo o que vem de uma loja O Boticário cheira bem por eternidades. Depois, não fossem já as texturas algo para lá de agradável, a Pitaya saiu refinada. O creme de mãos é “normal”, não é nada diferente do que é habitual, à excepção do facto de ter FPS. Já se sabe que este é um aspecto muitas vezes ignorado, e a verdade é que não nos podemos esquecer que as mãos também precisam de protecção solar.

O Açúcar Esfoliante Exótico tem características que, para mim, até há pouco tempo eram coisa rara e difícil de encontrar: em termos de efeito, faz o expectável para um produto deste tipo, mas sem ser demasiado agressivo. Apetece comer à colher, como se vê na imagem. Faz todo o sentido de acordo com o nome, tem grãos de açúcar. Quando aplicamos e massajamos o esfoliante no corpo, no duche, ele vai-se “derretendo” e deixa a pele lisinha mas, ao mesmo tempo, hidratada.

A Espuma de Banho Exótica tem um formato interessante: lembra as espumas de barbear. Para mim, tem o seu quê de decepção porque não faz assim tanta espuma. Mas não faz mal, porque é engraçado utilizá-la na mesma, e apesar de a espuma ser consistente, não deixa a pele a repuxar.

O Souflé Hidratante Exótico é tal e qual como indica o nome. É um hidratante corporal que parece um souflé. É super leve, a textura é inusitada e os efeitos são os do costume. Bons, portanto!

Escusado será dizer que se, por um lado, fico animada quando uso esta linha porque me lembro da proximidade das férias, por outro, lembro-me que ainda tenho toda uma época de exames pela frente. E custa, custa muito, mas tem de haver motivação. Já cheira a férias!

Ponche – Lush

ponche shower gel lush cruelty free vegan edição limitada review resenha

Uma das novidades da Lush para o tempo frio e para o Natal é o gel de duche Ponche.

Eu sei, a loja é mais conhecida pelas balísticas e espumas, toda a gente fala delas, mas também sei que nem toda a gente tem banheira e por isso há que deixar claro que nem só de banhos de imersão de faz a Lush.

Voltando ao ponche, lembram-se de ter perguntado no Facebook o que achavam da ideia de haver um gel de duche com cheiro a sopa de legumes? Bingo.

Diz a marca que o Ponche nasceu de uma inspiração no ponche tradicional do Natal mexicano. Na sua constituição, estão o sumo de laranja natural, infusões de ameixa e canela e tequila.

Reconheço que o cheiro é docinho e delicioso, sim, lembra o ponche, mas por outro lado cheira-me a sopa de legumes com abóbora.

Atenção, que isto para mim é algo bom!

Cheirinhos à parte, não há nada como passarem por uma loja para ver as novidades e tirar as teimas quanto ao Ponche. Já alguém cheirou? Qual é a vossa opinião?

Honeymaníaca

the body shop mel honey honeymania review resenha beauty makeup beleza vegan cruelty free

Quis Deus que eu nascesse sem nariz para o mel.

A bem dizer, se existe algum doce que realmente capta a minha atenção é o chocolate.

Para a maior parte das pessoas, quase que sou uma hereges por não gostar de nada excessivamente doce. No caso do mel, devo ter sido das poucas crianças que nunca nutriu predilecção por Estrelitas ou Golden Grahams.

Gosto muito do Nestum Mel porque não é tão doce. Gostava dos cereais Trio, mas enjoei deles muito cedo. O pior que me podiam fazer quando estava constipada era darem-me colheradas de mel, ou rebuçados.

É importante partilhar convosco estes factos amargos para perceberem o que vou dizer a seguir.

Há pouco tempo, quando foi lançada a linha Honeymania da The Body Shop, fiquei um pouco triste. Não com a linha em si, que as linhas corporais da marca são impecáveis, e esta, mesmo antes de a conhecer, já parecia super apetecível.

O problema não és tu, sou eu, é o que previa que acontecesse nesta relação entre mim e a Honeymania. Temi que os produtos cheirassem mesmo, mesmo, mesmo a mel.

Depois, lembrei-me que a linha de verão Honey Bronze tinha aromas com notas de mel, mas muito agradáveis, menos adocicados, e tive esperança que a Honeymania fosse igual. E, bingo, acertaram em cheio.

Ultrapassados os medos narigais, é muito fácil chegar a conclusões e poder dizer que a Honeymania se tornou na minha linha corporal preferida da marca. Não só pelo aroma agradável (que não é, de todo, vindo directamente de um pote de mel) mas pelas texturas divinas e pelo grande poder de hidratação.

the body shop mel honey honeymania review resenha beauty makeup beleza vegan cruelty free

O gel de banho e as bolhas fazem imensa espuma, espuma consistente que torna o banho ou o duche num momento de puro mimo luxuoso, sem que a pele fique ressecada no final.

O sabonete tradicional também não desilude, e até tenho pena de o usar porque acho os favos com a abelha super mimosos. O esfoliante não agride a pele.

A manteiga corporal está dentro do que a TBS já nos habituou na linha da hidratação: melhor é impossível e até as peles mais secas e desidratadas ficam nutridas e com aspecto saudável. Cá em casa, gastamo-las à velocidade da luz.

O bálsamo labial assemelha-se mais a uma manteiga labial, é mesmo muito hidratante e… Saboroso!

O EDT é a cereja no topo do bolo, que sendo a Honeymania uma linha tão bem cheirosa tenho todo o gosto em perfumar-me com a mesma fragrância.

Quando achamos que as marcas do coração já inventaram tudo o que havia por inventar e que já não há mais nada a melhorar, é assim que somos surpreendidos.

Já era Chocomaníaca (e agora há um EDT maravilhoso, mas é assunto para outra altura), fiquei Honeymaníaca. E olhem que é um caso sério!

Halloween

De há uns tempos para cá, parece que até nisto nos andamos a americanizar.

Assim sendo, hoje é a noite mais obscura do ano. Vistam as vossas roupas mais dark, façam uma maquilhagem a condizer e saiam para a festa… Ou não. Façam a festa em casa.

Já sei, estão cansados, vai chover e o que apetece mesmo é ficar entre mantas em casa.

the body shop spiced pumpkin

Por que não começar com um bom banho, mas dentro do espírito da noite das bruxas. A The Body Shop ajuda-nos com o delicioso gel duche de Abóbora e Especiarias.

Isto é das coisas mais deliciosas que já cheirei, e o mais giro é que foi criada por uma fã da marca que ganhou um concurso que consistia precisamente em inventar novas fragrâncias para um gel duche.

Confesso que este é melhor que tarte de abóbora, que foi a inspiração para a criação.

Depois, eu investia numa noitada de filmes. Vou ser franca convosco, não gosto de filmes de terror, são as minhas comédias. Mas não deixo de fazer as minhas sugestões:

Feliz Noite das Bruxas!