Parece que, depois do Natal, ficou tudo em pulgas com os saldos. Ou eu ando a leste e por isso tenho outra noção do que se está a passar, ou então este ano a febre com os preços mais baixos é altíssima. Este ano, não estou muito entusiasmada com os saldos. Estou sem paciência e a precisar de poupar dinheiro. E, em boa verdade, não há nada que me faça falta e que precise de comprar agora.

Comprei um cachecol na Giovanni Galli (sim, lá, para mim) e, depois, o maior estrago aconteceu no Spartoo, onde encomendei três peças que já namorava há meses e cujo preço inicial não me seduziu. Precisamente por serem artigos que não me faziam falta, por serem mesmo caprichos, e por ter outras prioridades. Desta feita, e tendo em conta que a poupança correspondeu a cerca de metade do gasto inicial, nesta maré de preços baixos lá decidi que podia mimar-me um bocadinho.

loafersmel

maladavidjones

199318_350_A

Encomendei um top da Morgan (a medo, por não saber bem que tamanho deveria encomendar, mas como já só havia o XS foi mesmo o que veio e assenta que nem luva), uma mala da David Jones que é super espaçosa e muito jeitosa, tipo saco, e um par de sapatos que ficam algures entre as sabrinas e os loafers da Mel, numa cor que, ao vivo, não sei explicar bem qual é. Não é bem castanho, não é bem ameixa, nem é bem bordeaux. E foram estas as minhas aquisições dos saldos.

Apesar de tudo, acho que não foram compras descabidas porque são peças às quais darei bom uso. Ainda não consegui usar o top nem os sapatos por causa do frio e da chuva, mas já não largo a mala. E tenho recebido bastantes elogios!

2 comments on “Saldos?

Deixar uma resposta