Quem me conhece (e vocês que me lêem já vão sabendo algumas coisas sobre mim) sabe que sou extremamente nostálgica, para o bem e para o mal. Depois do post dos sapatos da minha infância, e de ter mencionado levemente o que o bom gosto da minha mamã fez por mim, fiquei a pensar numa série de coisas da moda dos meus tempos de pequena.

Com calma logo chego a tudo, mas ainda dentro do capítulo do calçado lembrei-me dos All Star. Lembrei-me que raras foram as ocasiões em que tive outro tipo de ténis. Lembrei-me de ter montes de pares de cores diferentes e lembrei-me que muitas vezes não os queria calçar.

Tenho visto que (infelizmente) a moda dos ténis com luzinhas regressou e está nos pés de muita pequenada. Mais uma vez, a minha sábia mãe não me deixou fazer figuras tristes e o que na altura me pareceu uma afronta (por que é que eu não podia ter uns ténis cor-de-rosa com luzes iguais aos das minhas amigas da escolinha?), hoje em dia faz grande sentido. Que coisa horrível! Até nessa altura os All Star estiveram presentes na minha vida e lembro-me que me ofereceram uns personalizados: eram rosa-choque e tinham strass e atacadores prateados. Eram pirosos, sim, mas com estilo!

Nos anos seguintes, os belos dos ténis ficaram esquecidos. Não sei o que se passou, era quase impossível encontrar os chucks à venda e só se viam ténis horríveis: primeiro, eram muito volumosos e tinham atacadores gigantes. Depois, surgiram os modelos manhosos da Nike. Tudo isto acompanhava as calças largas da Resina e camisolas da Fubu que o povo vestia. Que triste foi a entrada no novo milénio no que toca às tendências de vestuário das camadas mais jovens. Eu, como sempre tinha acontecido, tinha a mamã a escolher a roupa. Ufa!

Só no final do meu Ensino Básico é que os Chuck Taylor All-Stars voltaram a estar em alta e lembro-me de comprar pares de stocks antigos a 15€, que usei até ficarem sem solas. Hoje em dia tenho uns ténis desse género que eu própria personalizei (logo vos mostro, se quiserem), mas sinto falta de um bom par da Converse. Ainda por cima vem aí a Primavera e é mais do que óptima altura para voltar a calçar os ténis que não são bem ténis.

A dúvida é: de que cor? Azul marinho, rosa ou lilás?



Talvez encomende dois pares. Ainda por cima, com a nova colecção vieram códigos promocionais bons dos quais podemos usufruir:

SPARTOOPT1-M – 5% (a partir de 60€)
SPARTOOPT2-M – 10% (a partir de 80€)
SPARTOOPT3-M – 15% (a partir de 100€)
SPARTOOPT4-M – 20 % (a partir de 150€)

5 comments on “Quando era pequenina… #2”

  1. nao percebo porque toda gente adora calçado do género all star.é a mais horrível escolha para os pés.ainda por cima para criança.não sabiam que têm pessimo impacto na formação do pé em criança?Depois ainda surpeendam se porque ficam com pé chato e outras problemas do género.isto é estou falar de todo tipo de tenis ,feitos de boracha e com condição de andarem todos dias de tenis.O que é muito comum cá em Portugal.

  2. Por acaso tive um par deles, em beje quando era pequena, hoje em dia, não me leve a mal quem gosta, pois se todos fossemos iguais isto não tinha piada, mas não gosto desses ténis.
    Relativamente aos ténis com luzinhas lembro-me que tive uns azuis escuro e ao andar dava luz na zona da sola…ainda hoje lhes acho piada (nos miúdos claro)…se não usas-mos essas coisas extravagantes em criança vamos usar quando? Se bem que há quem em criança não usasse piroseiras e depois em adulto parece que se vinga…(não que seja o teu caso claro)
    Bjs

  3. Voto no azul marinho. Foi o único par de All Star que tive (nunca fui fã de ténis) e usei até à exaustão. Curiosamente, nunca mais me deu para comprar outros. Prefiro ténis com algum apoio no calcanhar, que a minha coluna não é para graças…
    Sapatilhas com luzinhas também era coisa non grata lá em casa. A mãe era pouco dada a piroseiras, e para comprar alguma coisa cor de rosa só com muita água benta e choradinho. Tive umas brancas com atacadores rosa (com brilhinhos!!!) e umas pequenas notas de música que mudavam de cor ao sol – detalhe que só fiquei a conhecer quando as levei à rua a primeira vez, e fez um sucesso danado na escola! Mas a minha alegria foram umas sabrinas cor de rosa com uns enormes laçarotes de cetim. Eram um nadinha pirosas mas tão giras que seria capaz de as usar ainda hoje.

  4. Eu usei calças da resina –‘: não é propriamente algo que me orgulhe mas, era o que se usava. Também usei all star quando era garota, devia ter aí os meus 10 anos. Quando voltaram a ser moda recusei-me durante muito tempo a comprar uns, mas agora tenho os azuis e os rosa e gosto muito!:)

Deixar uma resposta