guida 2008

Hoje vamos falar de algumas emergências que acontecem no nosso dia-a-dia e de formas rápidas de resolução.

Se tem interesse para os meninos? Talvez, a ala masculina que nos diga! Este post é um pequeno guia de desenrascanço na escola, no escritório ou até em casa quando falta algum recurso.

Deixo um pequeno aviso: há aqui métodos muito pouco saudáveis e que cada uma usará (ou não!) à sua própria responsabilidade. Eu por cá não sou maricas, até porque são coisas que se fazem de vez em quando, pelo que não me parece que vá morrer mais cedo por isso. Se se sentirem intimidadas, vá, pensem: fumar um cigarro acarreta mais riscos para a saúde do o que aqui vos vou contar (mas não venham depois dizer que a Guida vos manda fazer coisas perigosas…).

1. Os ganchos do cabelo fugiram! – Bem, não há nada como trazer um arsenal de material escolar atrás quando se vai para a escola/emprego. Estojo que é estojo tem clips, prontos a cumprir a função dos ganchos quando a tarefa é domar cabelos rebeldes.

2. Quero um rosinha nos lábios, mas não há batom. – Existe marcador cor-de-rosa? Sim, marcador fluorescente! O laranja também é capaz de servir em alguns casos, ou façam experiências com outras cores. Se já o fiz? Sim, já. Passei batom do cieiro por cima e até ficou catita.

3. Preciso de um lápis para as sobrancelhas. – Ok, esta é uma dica que só aprendi há dois ou três dias no Shampoo de Laranja. Têm um lápis de carvão, de preferência com minas B (sim, existem lápis H, B e HB. H são os que têm minas mais duras, hard. Os B são black, que fazem traços mais escuros e carregados)., 4B para cima segundo o que pude testar (sim, existe por aqui uma colecção de lápis de carvão e barras de grafite que nem queiram saber!)? Penso que não preciso de dizer mais acerca deste assunto.

4. Parti uma unha! E agora? – Esta é lógica para a maior parte das pessoas. Se houver uma tesoura, está o assunto resolvido até haver material de manicure em condições. Sei que já é pedir muito, mas sei que algumas de vós andam com limas ou lixa para as minas das lapiseiras ou do compasso. É só usar!

5. O rabinho do brinco saltou. – É cortar um bocadinho de borracha e substituir.

6. Há aqui sobrancelhas, pestanas e cabelos fora do sítio… – Vá, este item sai um pouco da linha dos itens anteriores. Eu sei que todas vós trazem convosco batons do cieiro! É passar um pouquinho nos dedos e domar os pelitos rebeldes.

7. Ups, não há desodorizante! – Então, atenção: eu não vou ser responsável por eventuais cheiros mais desagradáveis que suor ou alergias e irritações. Façam isto por vossa conta e risco! Peguem num bocado de papel higiénico e limpem o suor das axilas (se for preciso, humedeçam o papel com água.). Existe algum spray tipo Febreeze para tirar o cheiro? Fixe. Não aconselho que usem ambientadores ou coisa do género. Se estiverem em casa e houver limão ou bicarbonato de sódio, óptimo, façam como as nossas avós e esqueçam a dica do spray.

8. Parece que meti a cara numa fritadeira. E isto é feio! – O problema é oleosidade? E não há mortalhas? Epá, o papel higiénico desenrasca. É só dar palmaditas, nada de esfregar!

9. Ontem andei na farra e hoje estou com olhos de peixe. – E ir buscar uma lata de sumo fresquinha? Antes de beber, encosta-se a bela da lata gelada aos olhos. Vai melhorar.

10. E se eu não estiver assim tão mal de recursos? – Bem, se houver uma sombra neutra acastanhada, serve de batom em mistura com o batom do cieiro. E, com cuidado, até é capaz de servir de blush. Se houver blush, idem aspas!

Ideias malucas de mais ou estão dispostas a experimentar?

Repito: não sou responsável por auto-mutilações, irritações e outras complicações.

13 comments on “Quando não há recursos, inventamos!”

  1. Quando não há arame, vai com cordel.
    O que as mulheres fazem pela beleza. E depois, algumas, ainda dizem umas coisas muito engraçadas, como já li por aí.
    Ah, e tal, os homens pensam que nós nos pomos bonitas para eles, os palermas.
    As pessoas com dor de corno dizem tudo 😀
    Então as mulheres não se põem bonitas para agradar aos homens???

    Beijos.

  2. LOL
    Achei imensa piada a tudo, mas realmente, eu sou um bocado desajeitada no que toca a maquilhagens e etc’s… aliás, acho que os unicos cuidados que tenho são com os cabelos e mesmo assim sou da opinião que devem andar sempre selvagens 😛
    Quanto ao resto, pode ser que eu um dia me torne numa senhorinha (como tanto a minha mãe sonha), e venha a precisar destas tuas dicas maravilhosas…!
    Ah, aquela das mortalhas para a oleosidade não dispenso, apesar de não ter ainda experimentado!

    Beijinhos Guida *

  3. eu gostei msm é do comentario em anonimo, amo qd nem assinam as coisas.. enfim..

    eu por ex uso clips qd a bainha se desfaz e n ha agulhas a mao.. ahah, cd louco c as suas manias 😛

  4. Esse argumento do ter que assinar no mundo da internet é um argumento que me fascina!
    Verdinha, eu por acaso por assinares fico logo a saber quem tu és.
    Se eu assinar Rita, ficas a sabes mais sobre quem eu sou?

  5. pois e tbm ha coisas como…perder a tampa do mp3 isso aconteceu me o k e k eu fiz….agarrei num bokado de cartolina e pus fita cola para k fikasse a medida e depois ps fita adesiva(po caso de chuver enquanto tou a ouvir e nao molhar) e espero da minha parte XD

    adorei o blog kiss

Deixar uma resposta