protector solar

Para fazer a vontadinha à Patrícia e porque eu sei que há por aí mais gente a quem este post vai fazer jeito, hoje vamos falar deste amigo que deve andar connosco mesmo nos dias enfarruscados.

Parvoíce ou não, eu até no Inverno ponho protector solar na cara. Já falei de escaldões aqui e realmente foi uma grande falha da minha parte não ter logo falado de protectores solares.

Sei que há por aí muita coisa no mercado, na imagem podem ver aqueles que já experimentei e gostei. Sou fiel ao número 1, mas vou variando para tentar descobrir alternativas.

  • O protector solar serve para proteger a nossa pele das radiações ultravioleta, que são bastante nocivas e provocam, mais do que o envelhecimento da pele, cancro. Mesmo que tenham pele escura, é necessário usá-lo, de preferência acima do factor de protecção (SPF) 15.

E o que é o SPF?

O SPF é a capacidade de protecção contra queimaduras que cada protector solar (não se deixem enganar por quem diz que é o número de horas durante as quais o protector é eficaz!), e é por isso que as peles claras, que são mais frágeis quando expostas ao sol, necessitam de maior protecção.

No caso das peles escuras, pode até bastar aplicar o protector solar uma ou duas vezes por dia, mas nos restantes casos, se andarem ao ar livre, o protector é para ser aplicado de três em três horas.

Passemos então às minhas sugestões:

  1. A La Roche-Posay é a rainha dos protectores solares com o Anthelios, sem dúvida! Só há na farmácia, e podem ser mais caros que os restantes mas valem cada cêntimo gasto. Para verem uma situação extrema, a minha mãe é alérgica ao sol e este é o único protector com que se dá bem, o de factor 60. Existe para o corpo (também serve para o rosto) e para o rosto, mais fluído. Não é pegajoso, absorve rapidamente e é à prova de água. O cheirinho é bom e não tem nada a ver com a maior parte dos que pairam no ar na praia (detesto o cheiro da maior parte dos protectores solares que as pessoas usam na praia. Bleh!).
  2. A Mustela, que para quem não sabe é uma marca que tem cuidados para crianças, também tem uma linha de protecção solar. Para quem tem pequeninos, são estes os protectores que indico! Mas também servem para peles sensíveis e clarinhas. Tem um senão: não é branco, é meio amarelado, e a cor permanece na pele depois de aplicar. Por mais que espalhem, vão ter a cor do protector até ser preciso aplicar de novo. O cheiro não é nada por aí além, e apesar destes inconvenientes acho que é preferível andar protegido do que ligar a mariquices. A sério, vale a pena! Nesta linha há também um stick para os lábios, olhos, nariz e maçãs do rosto.
  3. Também da farmácia, há a Vichy. Têm produtos para o rosto e para o corpo, adequados à necessidade de cada pessoa e são muito bons. Não deixam a pele oleosa, são de rápida absorção e cheiram muitíssimo bem. São bons e eu aprovo.
  4. Creio que já referi algures que me deram para experimentar um protector da Eucerin que eu adorei. Parece que é para o corpo, mas eu tenho aplicado no rosto todas as manhãs e gosto do dito. Tem factor de protecção 50, é muito leve, tem um cheiro agradável, não fica com a cor marcada, espalha-se com muita facilidade e não deixa a pele oleosa. Isto leva-me a pensar que a gama de protecção solar da Eucerin é óptima, pelo menos protector que experimentei é.
  5. Há uma semana descobri também a linha do Boticário. Trouxe o Bloqueador Multiativo SPF 30 e não tenho queixas a fazer, é o que tenho usado no corpo todos os dias. Parece-me que o infantil também é óptimo e o stick é bom, eu acho. A embalagem é um dos prós deste protector, pois não deixa entrar areias nem nada: para abrir a tampa, é só rodar. Assim, não há tampas perdidas nem partidas, nem areias, nem malas peganhosas com creme à solta. O cheiro não é nada de especial, não cheira bem nem mal, tem uma boa textura, a pele absorve o produto rapidamente e não fica oleosa nem com a cor marcada. Para além disso, é bastante acessível, visto que neste momento os protectores desta linha não chegam aos 10€.
  6. Não sou lá grande amiga dos protectores solares do supermercado, apesar de ter a consciência que muitos deles já estão à altura dos da farmácia. Houve uma altura que usei estes da Garnier no dia-a-dia, e gostei mais do infantil. Não me arrisquei a levá-los para a praia, até porque sei dos escaldões que os meus meninos da praia apanhavam mesmo com toneladas de protectores de supermercado em dias de sol escaldante. Nunca apanhei escaldões, mas nunca fiando. São baratos e penso que são suficientes para andarmos na rua, nas nossas tarefas do costume. Ambos são bastante fluídos, cheiram bem e não marcam.

Se experimentaram outros protectores solares e gostaram, se têm críticas a fazer sobre os que sugeri, comentem!

33 comments on “Protectores Solares”

  1. São sempre boas estas dicas de beleza/saúde e não me tinha passado pela cabeça aquela do baton nas palpebras, eu usava uma quantidade mínima de creme à volta dos olhos mas vou experimentar. Só que não deixo o baton para último.

    Anuskas

  2. Sara C.: Olá! Olha, para ser sincera já ouvi falar muito da marca, principalmente em blogues brasileiros, mas nunca experimentei. Tens boa opinião? Conheces revendedoras da marca?

    Beijinho

  3. Olá Guida!
    Na última revista Teste Saúde da Deco saiu um artigo sobre protectores solares… O melhor do teste foi o Ambre Solaire da Garnier (esse que puseste na foto). Compararam alguns, como Vichy, Piz Buin, Biotherm, Nivea, Clinique…

    E o FPS está sim relacionado com o tempo que se pode estar ao sol, embora essa não seja a definição mais correcta. Acontece que não deve haver nenhum protector totalmente eficaz, que resista ao suor, à água, etc etc etc. E daí que tenha que se aplicar sempre regularmente, e sempre que se sai do banho e assim 😉 De uma forma mais correcta pode dizer-se que é a capacidade de filtrar radiação UVB.

    Outra coisa é que não é de todo uma parvoíce por protector solar no Inverno, porque os raios UV estão lá na mesma! E não usar protector solar é uma das principais razões pelo envelhecimento precoce 😉 E nós não queremos isso não é?

    Beijinhos e bons posts!*

  4. Ana Rita: Eu li, mas tal como outras coisas, não concordo. Isso é tudo muito bonito mas eles nem sempre têm razão, e ninguém me tira cá da cabeça que há interesses lá no meio. Também falaram dos legumes e dos nitratos e dos nitritos e por eles bem que seríamos todos corridos a Amukina, que oh, deixa-me pensar, retira parte de nutrientes e outras coisas de que precisamos. Isso é saudável? O que é que faz pior? :S Eles na dele e eu na minha 😛 O facto é que tinha meninos escaldados com o tal da Garnier, e via-se quando eu era mais nova e acampava: quem usava os do supermercado acabava sempre em maus lençóis, e o facto é que os animadores acabavam por usar os da Vichy e Mustela em toda a gente porque eram os únicos que safavam a malta.

    E lá está, essa definição do FPS é falível porque não há protector que resista ao que referiste. Agora imagina ter uma senhora vendedora a dizer-te que os protectores solares deles são óptimos porque podes estar 30 horas com eles e rebolar na areia que não vais estar exposta ao perigo. Bonito, não é?

    E claro está, esse é o motivo pelo qual uso protector solar no Inverno. E eu nem sou branquinha 🙂

    Enfim, este é um tema polémico 😛

    Beijinho

  5. Ana Rita: Neste caso, eu sei do que falo, se não soubesse não falava 😛 Só sugeri aqueles que conheço e gosto! Nunca apanhei escaldões porque sempre tive cuidado, e aposto que se no primeiro dia de praia fosse até com o infantil da Garnier para a praia saía de lá a arder. É o que vejo acontecer, infelizmente.

    Olha, então imagina eu meia desesperada com vontade de rir e bater em alguém 😛 Em vez de observar isso, mais vale usar logo um protector decente e ir reforçando sem ser preciso ficar vermelho 😀

    Sim, podíamos ficar aqui horas a falar, até dos cremes com SPF, dos protectores coloridos para crianças, dos sprays, etc 😛

    Vivam eles!

    Beijinho

  6. Ana Rita: Por acaso até detesto painéis publicitários 😛 Só que, pronto, qualidade precisa-se! E no caso dos protectores solares… Sim, sai carote 😛

    Sim, segundo a senhora da loja era mesmo essa a teoria 🙂 Andavas esse tempo todo com banhos e tudo sem ser preciso renovar 😛

    Bem, acabei agora o Secundário, Ciências e Tecnologias, espero entrar em Enfermagem ^^

    Beijinho

  7. Sim claro que pode haver interesses pelo meio… Mas às vezes somos um pouco iludidos pelas marcas, só isso! E eu, ao contrário de ti, sou branquinha sim! E uso quase sempre protectores de supermercado e se tiver cuidado, nunca apanho nenhum escaldão! (com cuidado refiro-me a reaplicar o protector quando se deve x))

    O tempo do FPS não é assim Guida! xD Agora até me fizeste rir ihihih! Cada pessoa tem uma resistência ao sol; então, é mais ou menos assim: para calcular isso do FPS deve verificar-se o tempo que se consegue estar ao sol sem ficar vermelho(a). Depois multiplica-se esse tempo pelo FPS e tem-se o tempo em MINUTOS, que se "pode" estar ao sol com o tal factor x) Fiz-me entender? eheh =p

    Este tema, e muitos outros temas de beleza e saúde, são demasiado polémicos!

    E viva os protectores solares xD

    Beijinho!*

  8. Claro que calculo que saibas do que estás a falar, e não quis de todo dizer que gostas é de coisas de "marca" (caso possa ter parecido isso). Todos nós temos as nossas preferências =p

    Quanto à explicação do FPS, era só para não ficares com a ideia errada xD Já viste com os protectores 60? Punhamos num dia e no outro ainda não era preciso por xD Tosquices à parte… também acho melhor ir aplicando protector regularmente ^^

    Já agora só por curiosidade: vi que és estudante. O que estudas? =)

    Beijinho*

  9. Isso é que era um protector xD ihihih!

    Boa! Fizeste os exames todos ou deixaste algum para a 2ª fase? Correram bem? (ai que stress que são os exames do secundário! Só de pensar que já lá vão 2 anos que fiz os meus… x))

    Muita muita sorte! =) Espero que entres para onde queres 😉 (conheço umas quantas meninas em enfermagem! ^^)

    Beijinhos!*

  10. Na cara costumo usar Avéne ou Anthélios e estou satisfeita com os dois. Para o corpo uso do supermercado. Sou muito branca, tenho pequenas sardas e mesmo assim não apanho escaldões com o protector do supermercado. Tenho usado da nivea.

  11. Olá Guida!

    Eu concordo contigo, pela experiência que tenho (e também sou bem morenita), normalmanente só gosto de usar protectores solares de farmácia. Ok, são mais caros que os outros, mas por mim também valem cada cêntimo. A minha mãe também é alérgica ao sol e usa, claro, o Anthelios. Eu, a gama que gosto mais e que uso sempre (embora carota) é sempre Piz Buin, para mim são os Ferrari dos protectores: óptimos, oil free, a pele absorve rapidamente e como são para peles sensíveis, praticamente não têm cheiro! Amooooooooooooo!
    Beijo.

  12. Guida é para dizer que o quarto da minha filhota avança…falta pintar mas agora estamos á espera que o pai tire uns dias ja fizemos algumas compras, mas apenas de moveis… comprei já com tons vermelhos que ela quer uma parede para o vermelho..não vou pintar tipo vivo mas ando a pesquisar…
    Quanto a protectores não falou nos que uso(buaaa) mas como já referiram tem haver com gosto e como sentimos na nossa pele…além da Mustela nos meninos também uso Chico…principalmente porque gosto do tom azulado que ficam…ao fim de uma bela banhoca começa a desaparecer e já se sabe que é hora de reforçar..eu neles reforço de 2h em duas horas ou dependendo da duração do banho..menos.
    A mãe (e o pai) usava Garnier mas este ano conheceu os da Yve Rocher e estou a gostar até agora..factor 50..que aqui a menina(euzinha) gosta de se proteger..principalmente porque tenho o meu mano a fazer quimioterapia por melanoma..
    este tema é muito sério e devíamos usar o protector como medida profiláctica mais,do que como produto de beleza..
    Como fim para um belo bronzeado, sim é bonito mas o que provoca na pele!.que ela tem memoria…aprendi na altura que o meu mano descobriu o seu cancro..e agora com filhos pequenos estou a tentar que as suas células tenham uma bela memória…

  13. Sara C.: Adorava! 😐 Aiii, quero ver o que há, a sério, quero informações!

    Olhos Dourados: Nunca experimentei o da Avéne, mas oiço dizer muito bem! Do Nívea não gosto, sabes porquê? É, faço alergia. Não me perguntes porquê, não sei, mas faço.

    Palavras perdidas: Boa! Bem, o vermelho dá com rosas, roxos, verdes, azuis (o quarto do irmão do meu namorado é em tons de vermelho tijolo, branco e turquesa!), dá bem com flores, há tanta coisa que dá para fazer! Chico nem sabia que tinham protector solar (hei-de espreitar), Mustela é muito bom! Pensei em mandar vir um da Yves Rocher, mas confesso que tive receio por não haver muita informação. E como dizes, é muito importante prevenir. Eu comecei a preocupar-me mais quando notei que estava com mais sinais. Por enquanto, não é nada grave, mas quem garante que não pode vir a ser?

    Filipa: Piz Buin nunca experimentei os protectores 🙁 És cá das minhas 😉

    Beijinho

  14. Hum… das marcas que falaste apenas o da Vichy me é familiar mas não como protector solar. Foi a minha grande salvação há 3 anos quando apanhei o escaldão da minha vida, portanto sou completamente adepta do 'após a exposição solar' da Vichy. Aliás, há sempre cá em casa disso por altura do Verão.

    Andei a usar o Ambre Soleil (agr não me recordo da marca), mas vê-se muito em hiper-mercados, este ano comprei um da Corine de Farme, uma nova gama, que deixa brilhantes lindos lindos no corpo. Os meus amigos adoram besuntar-se com aquilo, e eu sempre tiro o protagonismo aos meus pneus para dar lugar ao brilhantismo na pele 😛 lol

    Beijinhos e bons dias de praia (eu já vou com bastantes, e muitooo bons!)

  15. Ah, esqueci-me ainda de dois pormenores:

    Baton protector solar da Labello
    e ainda,
    Creme protector solar da Organics (este tem um cheirinho a côco que apetece comer cabelos!) 😛

    Plim *

  16. Patrícia: Olha que o protector da Vichy também é fofusco! o Ambre Soleil não é o da Garnier? Não aconselho para praia 😛 Corine de Farme tenho que ver! Adoro o champôzinho, o gel de banho e o creme *.* Ainda por cima é o que usam para a minha cunhada, então a menina anda sempre super cheirosa ^^ Protector com brilhantinhos, Corine de Farme? Tenho mesmo que ver *.*

    A Labello tem esse e mais dois ou três bons. O que estou a usar, por exemplo, no Inverno é uma treta 😛 O pearl & shine. Lembras-te do de cereja?

    Isso Organics não sou muito fã porque sou alérgica e os produtos dão cabo do cabelo, mas tenho que ver esse. Ainda por cima se cheira a côco… 😛

    Beijinho, ainda não vi praia este ano ;_;

    Olha, jantarada em Setembro?

  17. Anónimo: Explique-me então qual o motivo de a minha mãe ser alérgica a tudo o que há no supermercado, aliás, o facto de só se dar bem com o Anthelios. E explique-me também por que é que nos acampamentos quem acabava escaldado era sempre quem tinha os protectores que não vinham da farmácia. Algo não bate certo 😛

    Quanto à Avéne, não referi pois nem eu nem ninguém que me seja próximo experimentou, falei do que sabia.

    Beijinho

  18. Anónimo: Também não tenho experiência com a ISDIN! Hei-de ver.

    Legumes bem lavados com água chegam, não vale a pena meter-lhes "detergente". E uma coisa são restaurantes, outra são as nossas casas! Há "bichinhos" que até são necessários para o correcto funcionamento do nosso sistema imunitário, e a prova disso é que (sim, há estudos feitos, e não quero com isto descartar todos os outros factores) as crianças que crescem neste tipo de ambientes mais que limpos e sem contacto com a sujidade são mais susceptíveis de desenvolver alergias.

    Beijinho

  19. Dica de dermatologista… é igual usar protector do supermercado e de farmácia. Se os teus amigos apanharem escaldão, não foi de certeza do protector, mas da forma de uso (com qualquer protector apanhariam escaldão).
    Dica de Farmacêutico: Para crianças (e adultos também) a Avene é mais aconselhada que a mustela.

  20. Marca óptima tb de farmácia para protecção extrema é da ISDIN. Embora a partir de 30 de factor de protecção, seja indiferente se chega aos 40, 50 ou 60.

    Relativamente à amukina é curisoso, porque é obrigatório usar (ou algo do género e para o mesmo efeito) para questões de segurança alimentar nos serviços de alimentação (restaurantes, infantários…), porque mais vale perder alguma substância nutricional do que ter um alimento contaminado. Por exemplo, morangos e alfaces, dão dos alimentos mais sensíveis a contaminações, porque não têm casca e crescem na terra (onde andam, entre outros, ratos e ratazanas, grandes veículos transmissores de doenças)

  21. Eu sempre usei protector solar comprado em supermercado (tenho usado nos últimos anos em spray da Nivea) e nunca apanhei um escaldão! O importante é ir a horas decentes para a praia (evitar as horas de maior calor) e renovar a aplicação do protector com alguma frequência. Possivelmente os teus colegas de acampamento ou colónia usavam os protectores solares do ano anterior ou assim (e os antigos perdem o poder de protecção, só servem para hidratação).

  22. Helena: Provavelmente sim, mas os meus meninos da praia lembro-me eu de abrir algumas das embalagens. E eu renovava a camada, generosa, de duas em duas horas, pois eram crianças e estavam ao meu cuidado e eu com isso não brinco!

    Beijinho

  23. Guida as pessoas podem ser mesmo alérgicas ao sol, e podem ser mais toerantes com umas marcas do que outras, dependendo da sensibilidade de cada um. Agora uma pessoa terá a mesma reacção quer use um protector de supermercado ou outro qualquer, e o aplique de forma correcta, a não ser que precise de algo mais específico, como a tua mãe, pelos vistos precisa, ou seja, precisa de uma protecção extra porque faz alergia.
    Os dermatologistas não têm vantagem nenhuma em indicar protectores de supermercado em vez dos de farmácia, antes pelo contrário, portanto, como eles percebem um pouquinho mais que nós…
    Relativamenete à amukina, obviamente um restaurante é diferente da nossa casa, mas os riscos individuais são os mesmos. A diferença é que uma contaminação alimentar num restaurante não nos afecta só a nós, mas dezenas de pessoas (ou mais).
    As crianças têm que desenvolver as defesas, tens razão, mas ainda assim, há limites… por exemplo, como disse, morangos e alfaces são quase "proibidos" pelos pediatras em crianças muito pequenas…

  24. Sou alérgica ao sol, super branca, com sardas e ruiva natural com olhos claros, nunca passei um único dia sem usar bloqueador solar. Sempre usei a marca Nivea (para quase tudo!) e Episol (esta por ser oil free e facilitar por eu ter pele com tendência acneica e bem oleosa) e nunca tive problema algum com eles, sempre fiquei bem protegida! As marcas de supermercado não são menos que as da Farmácia, pura ilusão, pois todas têm que seguir um padrão de proteção da entidade reguladora. Não é porque é mais caro que é melhor! Só para lembrar, a Proteste uma vez testou as marcas de protetores e as marcas com melhor colocação foram a Loreal Expertise e a nivea Sun Kids (é a que eu uso). La roche Posay e O Boticário tiveram seus produtos reprovados em vários quesitos! Olho nisso!

    • É, olho nisso. Também sou alérgica e dou-me pessimamente com a Nívea. Algo me diz que os estudos da DECO já viram melhores dias e a cada mês que passa fico mais desiludida com os estudos pobres que fazem :

      Beijinhos

Deixar uma resposta