Podiam, mas não era a mesma coisa. Há uma linha que separa a minha liberdade da liberdade do outro. Não sei o que é que tem passado pela cabeça das pessoas ultimamente. Vou ao cinema com muita frequência, e posso gabar-me de não ter passado por experiências desagradáveis de plateias mal comportadas até há pouco tempo. Foi preciso chegar aos 23 anos e ter visto centenas de filmes para ter o azar de apanhar pessoal que bem merecia uma esfregadela com os bons costumes do antigamente.

Há uns tempos, quando fui ver The Conjuring, posso gabar-me de não ter apanhado um único susto à conta do filme. Em contrapartida, passei o filme a saltar da cadeira com os ataques de histerismo (regados a muita conversa em tom audível) das meninas dos assentos ao lado. Ontem, levei com um grupo de senhores e senhoras com idade para ter juízo a fazer festa durante toda a sessão do Captain Phillips. Conversa aleatória, badalhoquice, traques e arrotos. Blherc, que nojentinhos! Só faltava a câmara dos apanhados. Estive quase, quase a sair porta fora para apresentar queixa.

Lamento que as pessoas não saibam que os cinemas são locais onde se vêem filmes em comunidade, e já que os bilhetes nem sequer são baratos era bom que desfrutassem do momento sem arruinar o dos outros. Estou desconfiada que o que esta malta precisa é de um curso de civismo para poder estar em sítios públicos. Quem fala do cinema, fala de outros sítios.

Um dia destes, acho que ainda posso escrever um livro à conta de situações destas que me vão acontecendo.

7 comments on “Se as pessoas podiam portar-se como deve ser?

  1. Eu tive uma sessão de cinema estragada à pala dos “vizinhos do lado”. Nunca me hei de esquecer. Foi com o Alice in Wonderland (que era para maiores de 12 anos) e ao meu lado estava uma senhora e os seus dois filhos. Uma teria 2 ou 3 anos e o outro uns 6. O miúdo passou o filme todo a falar e a comentar o filme e a mãe nada de nada. Estive para me virar e dizer à senhora que calasse o filho ou eu fazia queixa (ele claramente não tinha idade para lá estar)
    Se não sabem estar no cinema, não estejam lá. Aluguem os filmes na box em casa. Fica mais barato e não chateiam as outras pessoas…

  2. Fiquei em choque com o teu post. A sério que há gente assim? Que mesmo no cinema, onde se paga para ver um filme e onde se vê um filme juntamente com pessoas que nem conhecemos fazem esse tipo de coisas? Onde este mundo vai parar. O único episódio que me aconteceu foi ir ver um filme e estarem a contá-lo na fila atrás, pois já o tinham visto na net, mandei-os calar e lá respeitaram e não disseram mais nada. Nunca me aconteceu nada desse gênero e AINDA BEM.

    http://coisasdakekas.wordpress.com/

  3. Devias ter feito queixa sim senhora!
    Odeio situações dessas, e faço queixa sempre que posso, as pessoas tem de respeitar as outras e ponto final. Por isso é que já não tenho vergonha de pedir o livro de reclamações!
    Mimalhices Diárias Blog

Deixar uma resposta