O Evangelho Segundo Jesus Cristo, José Saramago | Óculos de sol antigos | Chocomania Lip Butter, The Body Shop | Sabonete de Enxofre, Confiança | Fita para o cabelo, H&M | Relógio, Paul Richard | O meu anti-inflamatório | Conchas

Que nas férias precisamos de pouca coisa para sermos muito felizes. Estes são alguns dos essenciais.

11 comments on “Pertences de Verão”

  1. Sinceramente, não sei como é que tenho este blog nos meus contactos do FB. Deve ter sido por causa de algum passatempo. Mas que coisa fraca, oh Margarida Canas! Já era para o ter feito há mais tempo, mas o Nolotil rebentou comigo agora. O Nolotil é um essencial para toda a gente, é? Até é algo de de venda livre e tudo… LOL Acredito que todos os teus seguidores até percebam o que é e para que serve! Bah. Apaguei! Cumprimentos e boa sorte aí com a futilidade. Não publiques isto, antes que mais alguém fique tentado a dizer o mesmo. Espero que não encares isto como um insulto, mas antes uma crítica construtiva para o teu blog até porque nem costumo fazer grandes comentários, mas este blog é demasiado ridículo.

    • Sinceramente, não sei como é que há quem perca tempo a enviar comentários tão construtivos como o seu. Deve ter sido porque não tem melhor que fazer. Mas que coisa fraca! O Nolotil não é um essencial para toda a gente, ninguém disse que era, mas a inteligência e o bom senso deveriam ser. Infelizmente, não há nenhuma destas coisas à venda em lado nenhum… LOL Acredito que os meus seguidores que venham a ler o seu comentário se perguntem como é possível haver idiotas que se dão ao trabalho de escrever comentários como o seu! Mas o meu blog só serve para passatempos, não é? Bah. Pode ter a certeza que não ganha nenhum deles e que com um bocadinho de azar ainda faço com que deixe mesmo de cá vir. Não porque não queira, mas porque eu não quero. Cumprimentos e boa sorte aí com a estupidez crónica. Publiquei o comentário, sim, para que toda a gente possa ver. Espero que não encare isto como uma crítica à sua falta de discernimento e mesquinhez, mas antes como um recado para não voltar cá mais, até porque nem costumo dar-me ao luxo de responder a parvalhonas, mas a senhora dona “Lusa” é demasiado ridícula.

  2. e fazes tu muito bem , é com coisas destas que conseguimos muitas vezes ser felizes no verão, concordo plenamente, tambem sou assim, quando menos coisas melhor mas sempre aquelas que realmente aprecio e uso 🙂 ehe estou a usar esta lip butter também, sabe mesmo bem usa-la nestes dias! beijnho

  3. Já fui muito feliz num verão, há muitos, muitos anos atrás, lendo o meu primeiro livro do José Saramago, que me encantou… O livro não era esse (esse foi o 2º dele que li <3), era o "Ensaio sobre a Cegueira".
    Bjos

Deixar uma resposta