perfume vintage

Os perfumes são das tais coisas que sempre existiram.

Primeiramente, só podíamos contar com o cheiro único e característico de cada ser. Composto por hormonas e coisas do género, era este que funcionava como forma de atracção entre os dois sexos de uma mesma espécie e que permitia que esta tivesse continuidade e, por vezes, também determinava qual a posição hierárquica do indivíduo numa sociedade.

Nós, humanos, como somos muito vaidosos, não quisemos ficar contidos no nosso cheiro natural e tratámos logo de perfumar tudo.

Começámos por queimar as coisas cheirosas que a Natureza nos ofereceu para perfumar o ar. Depois, foram surgindo outros métodos de fazer perfumes, mais práticos e eficazes. Em muitos casos, só as classes mais altas da sociedade é que tinham acesso aos perfumes.

Cá pela Europa, os perfumes só começaram a aparecer pelo Renascimento.

Apesar disso, a indústria dos perfumes ter chegado a França dois ou três séculos antes. Não é por acaso que associamos sempre os perfumes a França!

Hoje são poucas as pessoas que não se perfumam de uma forma ou de outra.

Sabiam que:

  • O perfume reage de várias maneiras nas diferentes partes do corpo? Experimentem-no no cabelo, pescoço, unhas e por aí fora e vejam como preferem usar o vosso perfume;
  • Podem dar cabo das vossas roupinhas, estragando os tecidos com manchas ou descoloração com perfume? Evitem este tipo de problemas pulverizando e deixando secar antes de se vestirem ou aplicando em partes da peça que não se vejam, e o mais longe possível;
  • Certas bijutarias e jóias podem estragar-se quando expostas ao perfume? Tenham cuidado e evitem expor os vossos adereços às borrifadelas;
  • O vosso perfume pode dar um óptimo cheirinho à casa? Experimentem deitar umas gotinhas num queimador e verão os resultados;
  • Podem fazer o vosso próprio perfume em casa? Se forem como a Guida e adorarem fazer experiências em casa, dêem uma vista de olhos nesta página super útil e completa. Está em inglês, peçam-me ajuda se for preciso.

Para mim, os perfumes são das coisas que nos diferenciam uns dos outros.

Com tantas roupas iguais nas lojas, com as tendências da moda e todas essas coisas que nos fazem andar parecid@s uns com @s outr@s, mesmo que se use o mesmo perfume nunca vamos obter o mesmo cheiro em duas pessoas distintas.

E vocês, que dicas têm? Quais são os vossos perfumes preferidos?

Os que prefiro são o 212, o 212 Sexy (ambos da Carolina Herrera), o Pure Purple (da Hugo Boss), o Curious (da Britney) e o I Love Love (da Moschino). Mas há muitos outros que também não me fazem comichão no nariz!

13 comments on “Perfumes com Truque”

  1. Empresária: As marcas todas deviam pôr o olho nessa estratégia! É mesmo muito boa ideia e há quem o faça, só nunca tinha ouvido falar disso em relação aos perfumes!

    Renata: Obrigada pela dica, vou experimentar 🙂

    Babs: Do Boticário adoro o Ma Cherie, que é infantil 😛

    Inês: Enjoei do Light Blue ao fim de dois frascos. Havia dias em que nem o podia sentir no ar! O I Love Love é semelhante, mas não consigo enjoar 😛

    Beijinho

  2. Aboslutamente apaixonada pelo flowerbomb de Viktor & Rolf. depois de o conhecer mais nenhum me conquistou. é um perfume com muita personalidade, embora forte e doce, na minha pele não fica nada enjoativo, fica perfeito. Depois tem a (des)vantagem que é o preço, é um perfume caro, o que obriga a grande investimento, mas é por isso que não há muita gente a usar. E depois como também tem embalagem recarregável, após o investimento inicial, torna-se um perfume mais acessível!
    Já agora aproveitem para ir ao site (http://www.viktor-rolf.com/_en/_ww/index.htm) está muito original! achei-lhe piada!

  3. Adoro perfumes, mas apetece-me fazer outro comentário… Acompanho o teu blogue e acho que escreves lindamente para além de que considero que és muito bem informada para a idade que tens. Grande diversidade… Tanto poderás vir a ser enfermeira como jornalista ou qualquer outra coisa que queiras. Parabéns!

    Anuskas

  4. Ffiffas: Cheira bem, sim! Isso dos perfumes fortes e doces não é para qualquer pessoa, não, o que faz com que haja ainda menos gente a usá-lo. A maior parte das pessoas que conheço detesta o Pure Purple, mas já dei por elas a dizer que cheiro bem (isto quando o estou a usar!).

    Marisa: Também gosto muito desse perfume da maçã e do Halloween, sendo que este já não uso há uns valentes 3 anos!

    Anuskas: Muito obrigada 🙂 Bem, eu escolhi algo onde me vejo a trabalhar. Se não tivesse escolhido Enfermagem? Talvez Design, ou Restauro. Quem sabe, Cozinha e Pastelaria. Tenho tempo para tudo!

    Beijinho

  5. perfumes são uma das minhas paixões!
    os meus preferidos até ao momento (uma vez que todos os anos há novidades): Chance da Chanel no verão; e CH da Carolina Herrera no Inverno!!!

    bjs

Deixar uma resposta