sweater

Há um certo tipo de roupa que não dispenso mas também não adoro. Trata-se da roupa para andar por aí, como lhe chamo. Calças largas, calças justas tipo leggings, sweaters e outras peças do género que não têm muito a ver comigo nem me fazem elegante mas que se tornam essenciais em diversas circunstâncias:

  • Saídas de casa à pressa para tratar de algum assunto urgente – que eu cá não sou adepta de ir passear de pijama/fato de treino;
  • Passeios com a Nina fora do perímetro que envolve o prédio onde moro – porque se eu estiver por casa e só precisar de levar a Nina lá abaixo para um xixi rápido, podem ter a certeza que vou de pijama;
  • Actividades relacionadas com escutismo e miudagem – volta e meia a família lembra-se de coisas destas;
  • Idas para a terra – que entre a casa velha e poeirenta e as hortas não vale a pena investir em grandes trajes.

sweater2

Por isso, já que é para andar à vontadex, pelo menos que a roupa tenha alguma piada. Não faço questão de ter muita roupa deste género mas, verdade seja dita, tenho menos do que o desejável.

Foi a pensar nisso que encomendei esta sweater curta no Oasap. Existem outras combinações de cores disponíveis, mas esta foi a que me piscou o olho. Fica óptima por cima de um top de uma cor qualquer, é muito quentinha e não pica. Não me favorece, de todo, especialmente por ser folgada. Não é nada que me incomode, na verdade, porque a ideia é poder ter liberdade de movimentos.

10 comments on “Para andar por aí.

  1. Bom dia Guida.
    Não costumo comentar mas gosto muito de vir espreitar e ler o seu blog. Sempre postagens interessantes.
    Realmente precisamos sempre de ter roupas destas e eu confesso que não tenho investido nada nelas e depois fico aflita se preciso.
    Obrigada pela dica.
    Mil beijocas
    Feliz Natal

  2. Olha eu cá tenho o meu bom fato de treino Adidas Unisexo desde os 14 anos e às vezes quando só vou buscar o namorado a casa ou ir ao pão ao super lá vou eu com ele XD.
    Acho que já o viste até XD

    • Por acaso não tenho botas-pantufa, mas há por aqui uma série de botins que vão dando conta do recado. Às vezes sabe muito bem vestir roupa confortável como um pijama mas que nitidamente não é um pijama.

Deixar uma resposta