crocs chinelos suecos zuecos enfermagem

Chega o dia em que me arrependo mais de mil vezes por desdenhar os Crocs.

É verdade que continuo a considerar que devem ser dos sapatos menos bonitos de sempre (embora haja alguns modelos bastante bonitos e até seja proprietária de umas sabrinas Crocs, com muito orgulho!).

Já concluí que são do calçado mais confortável que há. É como andar sobre as nuvens.

Durante os ensinos clínicos deste ano, já quis enviar emails ao Gabinete de Imagem da minha faculdade por várias vezes.

Por norma, devemos apresentar-nos nos locais de estágio com os ténis brancos (os meus já são cor de burro quando foge, e estão todos esfolados) horríveis e desconfortáveis que fazem parte do nosso fardamento.

Reconheço que os Crocs clássicos não são o modelo mais adequado para a enfermagem graças aos buraquinhos presentes por todo o lado, e eventualmente nem me deixariam calçar as minhas socas cor-de-rosa.

Sim, há alternativas, e acredito que o meu estágio correria muito melhor se me deixassem calçar umas socas deste material.

Afinal, quem é que consegue trabalhar como deve ser e feliz com os pés feitos em papa? Às vezes, sinto-me que nem o Cristo na cruz.

Deixar uma resposta