Fiquei de vos mostrar a primeira caixa de urgentes, não é verdade? Vou mostrar, mas textualmente. Quero uma caixa toda catita porque é motivante e facilita o processo de organização, mas não encontro caixas vazias inúteis cá em casa. Consequentemente, escolhi os produtos mas estão todos a monte num saco de pano. Assim, não tem piada fotografar. Ainda assim, o que é que está lá dentro?

  • Três bases. Sim, era suposto ser só uma, mas estão as três mesmo no finzinho e de qualquer forma preferi jogar pelo seguro visto que não sei que sol vou apanhar e a probabilidade de ficar morenaça é mais do que muita. São elas a Base Perfect Face Tecnologia Luminosa d’O Boticário (é anterior, à linha Make B, vejam bem, e é a minha segunda bisnaga…), a Base em Stick d’O Boticário e a Voile de Teint  Effet Bonne Mine da Yves Rocher (também é a segunda bisnaga desta base). Dá para entender quais eram as que usava e amava quando comecei a interessar-me mais pela maquilhagem, certo?
  • A caneta de Eyeliner da Eyeko. Velha para burro, também! Eu não entendo as pessoas que dizem que ao fim de três meses a caneta do eyeliner secou. Eu bem que tenho de limpar e aparar as pontas das ditas, mas continuam a ter produto e em bom estado.
  • O rímel Supershock da Avon à prova d’água. Ia escolher o Astonishing Lenghts, da mesma marca, mas como me lembrei que nunca o usei e só o abri agora para ver em que estado estava (e está bom), preferi guardá-lo para quem por cá passar e o quiser levar.
  • O Pó Facial d’O Boticário. É o meu terceiro mas acabou por ficar de lado quando comecei a ter outros mais compactos e, consequentemente, mais práticos.
  • O desodorizante Cuide-se Bem de Erva Doce d’O Boticário. O forte d’O Boticário não são os desodorizantes, tenho a dizer. Não são maus, mas tenho outras preferências. Mas já que este está a uso, agora tenho de o terminar.
  • O creme de mãos e pés Planet Spa Saké e Arroz do Japão da Avon. Este não é mais utilizado pelo medo de chegar ao fim.  Adoro o cheiro e a textura. Mas tem de ser, senão estraga-se. E se não o gastar, como é que posso usar produtos novos?
  • O spray para caracóis da Shockwave. Na verdade, não sei como é que isto entrou cá em casa. Não é bom nem mau, e tem de ser terminado.
  • O spray amaciador Equave 2 Phase. Adoro, mas já só tem um restinho e tem de ser acabado.
  • A máscara 3 Minute Miracle da Aussie. Outra que adoro mas que tem de chegar ao fim. Existem umas poucas máscaras para utilizar a seguir a esta. O que é triste é que apesar de ser um produto óptimo, está caríssimo comparativamente com os preços praticados nos outros países onde é vendido.
  • O hidratante corporal de manteiga de karité da Dove. Adoro-o, mas com a maré de hidratantes que entra regularmente cá em casa, acabou por ficar esquecido pela metade.
  • Colónia Nativa Spa de Lichia d’O Boticário. Isto dos perfumes acaba por ser um assunto complexo, mas no dia-a-dia acabo por ser fiel a um só… Até que me metam um novo nas mãos. É claro que fico com a mesinha cheia de perfumes meio cheios. Portanto, o perfume do dia-a-dia até terminar será este.
  • O batom vermelho da Sephora cuja referência desconheço. Por acaso até é um dos vermelhos que mais gosto, a ver se acabo com ele. Ainda tenho de meditar bem no assunto dos batons.

Pensando bem, se conseguir ainda amanhã faço um vídeo para vos mostrar isto tudo e aproveito para falar um pouco melhor de cada produto. Já devem estar fart@s de me ouvir falar deste desafio que ainda ontem começou.

2 comments on “Meio Ano de Abstinência #3 – A primeira leva de urgentes”

  1. Também tenho essa base da Yves Rocher, acho que a usei uma ou duas vezes, está cheia. Tenho seis bases para acabar antes de comprar mais :/
    Pós compactos também vários (entretanto rendi-me ao pó solto) e máscaras de pestanas, ui!
    Adorei a ideia de separar os “urgentes”! Tenho de fazer isso.

    Beijinho

    • Eu confesso que a pus de lado porque para além de ter encontrado outras bases e de ter muito por onde experimentar, ela tem cheiro. Não cheira mal, mas tem um cheiro intenso que não sai. Normalmente não me faz diferença se a maquilhagem tem alguma fragrância, mas de qualquer forma prefiro que as bases não tenham qualquer cheiro ou que pelo menos seja um cheiro que desaparece depressa.

      Beijinho

Deixar uma resposta