desnececyrus

Sou rabugenta e pareço os velhos dos Marretas, mas hoje não vou por aí. Apetece-me expressar o meu mau humor por causa do mau, péssimo, humor que é feito nesses sites portugueses todos com pretensões de serem o 9GAG, mas que acabam por ser piores que o /r/ do 4chan. A sério. Será de mim, ou os sites da risota e insólitos nacionais pouco têm para fazer rir? Não é preciso fazerem o pino nem coisa que o valha para me arrancarem boas gargalhadas, sou sarcástica, não tenho problemas com o humor negro e sou uma gozona de primeira apanha.

Possivelmente, exprimi-me mal quando falei em fazer rir como um dos principais objectivos desses sites. Impressionar? Talvez, pela negativa. Ganhar dinheiro fácil, nitidamente. Podem ter muitos lucros, embora, na minha opinião, seja feia a janelinha que surge em quase todos eles a dizer algo do tipo “clica aqui/partilha com os teus amigos para poder ver o conteúdo deste post“, e ainda mais feios ficam os títulos e miniaturas de imagens nas redes sociais. É ver quem produz os títulos mais brejeiros e quem utiliza o vocabulário mas ordinário. Eu fico chocada, muitas vezes sem dizerem um palavrão sequer, conseguem ser super ofensivos. Mandar quem quer que seja aos alhos e às folhas não é nada comparado com os conteúdos dos sites destes meninos. Alguém virá dizer que eles só escrevem assim porque é o que dá dinheiro e é o que as pessoas gostam de ler. Que óptimo para eles, que péssimo para quem se sujeita a ter poias destas a flutuar no Facebook e noutras redes sociais para toda a gente ver. Pérolas como “vê o fulano tal da casa dos degredos a fazer coisas na cama da fulana da mesma casa” (ok, substituam fazer coisas por vocabulário do mais nojento e humilhante que se lembrarem). Abri um site destes para ver um vídeo de um garoto que passou dois anos a tirar fotos a si mesmo para fazer um vídeo em stop motion acompanhado por uma música dos Queen e eis que tinha aquela nódoa na barra lateral. Quem reparou foi a minha mãe, e ficámos as duas enojadas. E enjoadas.

Não consigo compreender, nem que me façam um desenho, qual é a piada dos senhores vulgarecos e quase sempre machistas que se pavoneiam pela nossa Internet. Aliás, os desenhos existem e são… Sujos, muito sujos, e longe de terem a piada das “inspirações” originais. Pobre derp, pobre derpina! Devo ser a única pessoa a fugir de tais pasquins. Querem o meu like ou o meu share para contribuir para o vosso império de pestilência? Não o terão nem no dia 31 de Fevereiro, obrigada. Blherc!

6 comments on “Do Mau Humor

  1. Percebi-te. Eu sigo o Dioguinho Noivo Encornado pelos conteúdos engraçados que volta e meia publica no facebook, mas são mais os que me deixam enojada que os que me fazem rir.
    Eu acho que essa forma de falar que referes no post tem a ver, essencialmente, com a forma de ser da própria pessoa. Não imagino alguém a adoptar tanto aquele tipo de linguagem apenas para ter mais audiência. É mau gosto e falta de chá, só. Há formas diferentes de dizer as coisas, mas para eles o brejeiro resulta sempre melhor! E deprimente é quem segue o seu exemplo.
    Outro aspecto que me assusta nessa página (e outras do género), é a influência que elas exercem sob os adolescentes de hoje. Gozam com tudo e com todos, fazem piadas machistas e porcas… e toda a gente acha muita graça! Alguém que lhes diga que isto tudo é muito errado, por favor?

    • São terríveis! E não os compreendo: tanto postam vídeos fantásticos de “minorias” que dão a volta por cima, como as mandam abaixo logo a seguir. Como dizes, o mais provável é que na vida real também sejam assim, reles. Ainda me lembro de uma situação de um desses sites, onde o autor não compreendeu o sarcasmo de um dos Youtubers mais conhecidos que cá temos actualmente e decidiu gozar brutalmente com ele. Saiu-lhe o tiro pela culatra, porque esse post foi uma catapulta para o sucesso deste rapaz. São tão tristes!

Deixar uma resposta