Maquilhagem para pele oleosa: é mais que possível!

pele oleosa

Longe vão os tempos em que as maquilhagens eram pesadonas e não serviam para qualquer pele.

Longe vão também os tempos em que a maquilhagem não estava ao acesso de toda a gente!

Hoje podemos usar maquilhagem quer tenhamos a pele extremamente seca ou muito oleosa, com ou sem marcas e manchas e até as peles mais sensíveis já têm direito a linhas específicas e não agressivas de maquilhagem.

Tenho por aqui livros com dicas de beleza com mais de dez anos (alguns já caminham mesmo para os cinquenta ou sessenta anos!) e, segundo constatei, as possibilidades que temos agora ao nosso dispor são bastante recentes.

Não é preciso retroceder muito no tempo para encontrarmos em livros e revistas escritos do género “se tem pele oleosa, evite a todo o custo a maquilhagem, pois esta estraga ainda mais a pele e confere-lhe um ar artificial”. E este é um exemplo, entre muitos outros, e um dos mais comuns.

Recebi um email da Cláudia:

Depois de me teres aconselhado com os produtos a usar com acne e manchas, gostava que me ajudasses a escolher os produtos para corrigir e disfarçar o acne.

Que tipo de corrector devo usar (textura e cor), base (liquida, creme, pó) e o pó solto ou compacto?

E algumas marcas destes produtos! E mais algum produto que saibas.

É que eu gostava de ter uma cara com melhor aparência, mas sem parecer artificial.

Antes de mais, e antes que me caiam o Carmo e a Trindade em cima, por estas bandas eu dou a minha opinião e cada pessoa é livre de experimentar ou não, e agradeço até que dêem também os vossos palpites.

Não sou dermatologista nem nada que se pareça, pelo que o que conto aqui é fruto da minha própria experiência. Pode funcionar com algumas pessoas e com outras não, pois somos todos diferentes!

Indo agora ao propósito do post, creio que, tal como a Cláudia, tod@s nós gostamos de exibir uma pele limpinha e bonita, nem que para isso tenhamos que recorrer aos “disfarces”.

Nesta hora, o mais importante é saber escolher o que se adequa à nossa situação, pois de contrário podemos destacar ainda mais as nossas imperfeições.

Já referi n vezes que os meus hidratantes preferidos para a cara são o creme Benamôr da Nally e o Nívea creme (o da lata azul, sim!). Desde que com os devidos cuidados, e ao contrário do que a maior parte das pessoas pensam, eles não deixam a pele oleosa!

No entanto, com o Verão, o calor e o suor torna-se complicado sair à rua sem cara de fritadeira, e acabo por reservar estes meus cremes de eleição para o Inverno e para a noite.

Quando sei que estou mais exposta a factores que libertam a batata frita que há em mim, prefiro utilizar cremes hidratantes que controlem a oleosidade e o brilho da pele. Quem tem o mesmo problema, como a Cláudia, deveria pensar em aplicar um destes cremes antes da maquilhagem.

Este tipo de cremes, para além de manter a pele mais seca e sem brilhos, permite uma fixação mais eficaz da maquilhagem.

Poderia referir marcas caras das quais gosto, mas prefiro falar de opções mais em conta (lema cá do blogue, vocês sabem!) e igualmente boas, tanto que me levaram a desistir dos “Ferraris”.

Neste ponto temos o creme 1. Cuidado anti-brilho da linha Sebospecific da Yves Rocher (sei que a imagem não corresponde, é um creme “irmão” cuja foto anda desaparecida). Existe em bisnaga de 40ml e boião de 50ml e ambos andam abaixo dos 10€. É o que estou a usar e gosto bastante.

Em alternativa, temos em 2. o creme Nívea Visage Young Control Shine, que se encontra à venda no supermercado e também é acessível. Deixei de o usar simplesmente porque me sai mais barato o do ponto 1. e o efeito é o mesmo.

Feita a hidratação, pode ser uma boa ideia aplicar também um primer.

Não é obrigatório, mas faz a diferença. Tal e qual como o primeiro que usamos para pintar portas, paredes e por aí fora, o primer tem como finalidade conferir à pele alguma uniformidade quando aplicarmos a base (vão ver que até os poros gigantes ficam escondidos!).

Para além disso, impede o contacto directo entre a maquilhagem (que pode ser agressiva, mesmo quando no rótulo diz que não) e a pele. Dos que já experimentei, aconselho o do ponto 3. da Sephora. É mesmo da marca deles, é possível encontrar mais baratos de outras marcas, mas eu prefiro este.

Se não quiserem comprar antes de saber se funciona, tentem pedir amostras directamente na loja. Foi assim que o descobri, quando abri uma amostra por engano ao pensar que era base.

E passamos agora à base (dúvidas, dúvidas: ler aqui).

Há quem prefira aplicar o corrector primeiro. Eu não o faço por um motivo simples: não sou a pessoa mais habilidosa do mundo e acabaria por misturar a base com o corrector, o que resultaria em ter que aplicar corrector novamente. Adiante.

Hoje em dia temos no mercado montanhas de bases próprias para peles oleosas, com acne, com mais ou menos cobertura, com as mais diferentes texturas, com acabamento mate e para todas as carteiras. Para o dia-a-dia, eu aconselho o mais suave possível. Por isso, são de evitar as bases oleosas e muito espessas.

A baixo preço, a tão falada Essence oferece boas bases que vão de encontro a todos os gostos. O melhor? Nenhuma passa dos 4€. Em 4. temos a base em mousse. Esta é uma opção bastante económica, pois para cada utilização basta uma quantidade reduzidíssima e têm logo a pele significativamente mais bonita e uniforme, com efeito mate e sem que sintam sequer que têm maquilhagem.

Só tem um senão: eu gosto de aplicar a base com pincel e com esta não me dou lá muito bem, fica bastante pesada! Isto acaba por ser uma vantagem, pois significa que é óptima para trazerem na bolsa e aplicarem com os dedos.

Em 5. temos a base líquida com efeito mate, e esta já é amiga do pincel. Por fim, em 6. temos uma base mineral em pó. É possível obter vários níveis de cobertura com ela sem que fique com um aspecto artificial. A forma mais simples de a aplicar é seca, com um pincel kabuki. No entanto, é possível aplicá-la molhada ou com creme hidratante, como a Kah mostra.

Dizem que a maquilhagem mineral é a melhor para a pele.

No entanto, devo dizer que há por aí queixas de que certas marcas agravam os problemas de acne porque o pó entope os poros. Não dei por isso nem com a base da Essence nem com a da Yves Rocher (sim, a YR lançou agora em Setembro uma linha de maquilhagem mineral! Ainda não espreitaram? Façam-no aqui, nas páginas 10-11).

Se o creme anti-brilho e a base específica não foram suficientes e se já testaram e ao fim de pouco tempo a pele manifesta brilho, é caso para aplicar pó. Convém não exagerar! As panquecas estão ultrapassadas e, por isso, só se aplica pó (pode ser solto ou compacto, eu acho o pó compacto mais prático!) nas zonas críticas (zona T, em princípio).

Sugiro o pó compacto 7. da Essence. Para que não haja ideias pré-concebidas, este pó não traz esponja nem pincel. É à escolha do freguês! Pessoalmente, prefiro aplicar o pó com um pincel muuuito macio, pois dá um ar mais leve e é mais fácil não cometer abusos. O pó pode também dar uma ajuda no que toca à fixação da maquilhagem.

No tempo de Verão, tenho optado por um pó bronze.

Por fim, e para que tenhamos preparado a nossa pele, há que corrigir pequenos defeitos que ainda existam como manchas de borbulhas, olheiras e essas coisas.

Para quem tem pele oleosa, eu aconselho os correctores em stick. Por um lado, são mais práticos para toda a gente. Por outro, geralmente oferecem maior cobertura e não são tão brilhantes.

Têm o 8. que é o Coverstick da Essence e o 9. que é a caneta correctora da Vichy. Esta serve para manchinhas pequenas e não tanto para as olheiras. Ronda os 8€, e gosto dela porque para além de cobrir as imperfeições ajuda a eliminá-las.

Acerca da Essence: apesar de ter referido produtos da linha normal, há uma linha específica para peles com acne, a linha Pure Skin. Sinceramente, ainda não consegui encontrar uma diferença entre as duas linhas, pelo que me parece que tanto faz escolherem produtos de uma linha ou de outra.

Agora, têm uma pele preparada com o básico e podem sair de casa (um blush, gloss e rímel completam!) ou continuar as vossas aventuras no mundo da maquilhagem. Se querem ler mais sobre marcas acessíveis e produtos, tenho este post.

Mãos à obra e divirtam-se entre pincéis e cosméticos!

Comments

  1. papoila says:

    olá…
    Adorei este post…
    Pelo que percebi posso adquirir a marca essence na area de saude do continente…

    Parabéns por este blog

  2. ♥ Guida says:

    Sofia: Pois, realmente é! O problema e que não há corrector verde a preços assim simpáticos. O único que encontrei é o do trio da Essence, e sinceramente não gosto lá muito dessa paleta : Quanto ao brilho, este é reduzido à partida com uma base mate, pelo que o pó é necessário mesmo nas zonas críticas. Eu não gosto de o ver noutros sítios, como não são tão oleosos ficam muito empoados! Mas isso depende do gosto de cada um 😛

    Beijinho

  3. Sofia says:

    Olá Guida! Muito bom, este post! Deixa-me só referir que para disfarçar borbulhas ou marcas vermelhas de acne o corrector mais indicado é o verde.
    E numa pele oleosa o pó solto é quase obrigatório no rosto todo, não apenas na zona T, pois o pó vai eliminar o brilho resultante da base, também.
    Beijinhos.

  4. ♥ Guida says:

    Su: Nem por isso, gosto bastante dele! Lá está a velha história das coisas que funcionam com umas pessoas e não com outras em acção 🙁 Deviam fazer algo que servisse para toda a gente!

    Eu no Inverno também fico com zonas da cara com pele muito seca, e mesmo com eczema! Nessa altura não posso usar este tipo de cremes.

    Eu gosto dos cremes deles, durante anos usei um para o frio que acho que agora já nem existe, era óptimo!

    Cada caso é um caso 🙂 Quando não gosto de algum produto deles também falo disso às minhas clientes eheh

    Beijinho

  5. SuFerreira says:

    Guida o creme da yves rocher não te secou a pele?? na altura da minha adolescencia usava-o mas secou-me demasiado a pele …. imagina tu (não por causa dele ) mas eu tenho a pele neste momento seca a muito seca em determinadas regioes da cara… e vendo yves rocher mas deixei de usar os cremes da cara … prefiro os da farmacia…

  6. Marisa says:

    Guida já disse que te gosto de ler, mesmo que seja estes posts enormes? lol
    Eu não tenho pele oleosa por isso não posso opinar (adorei essa frase de "libertar a batata frita que há em mim"), por isso comigo não há grandes problemas, aconselharia só -mas isso é para todas as peles – em apostarem nos três grandes passos para manter uma pele bonita (limpar, tonificar e hidratar)

  7. ♥ Guida says:

    Marisa: Opá, não consigo escrever menos 😛 É defeito, sei.

    Tens sorte por não ter pele oleosa!

    Beijinho

  8. ♥ Guida says:

    Renata: Deixa lá, aqui também não temos tudo da Essence 🙁 Os senhores lá da Alemanha teimam em não mandar todas as edições limitadas para cá, ou mandam séculos depois de elas sairem lá :X Quanto à Yves Rocher, é para compensar o facto de vocês terem Natura e nós não 😛

    A Essence tem bastantes produtos idênticos a esses da L'oreal, mas mais baratos. Esta base em mousse que falei é a mesmíssima coisa, mas com um preço beeeem mais amigo 😛

    E o calor nós também temos, não sei se é tanto como aí, mas no Verão é fácil as temperaturas rondarem os 35ºC. Hoje chegaram aos 32ºC!

    Beijinho

  9. Renata says:

    Ai, meus sais! A maioria desses profudos não tem aqui no Brasil! Mas tem Loreal Mineral, que eu achei ótima. Sabe aquela em mousse, né? Além da oleosidade, aqui temos o calor, né? Então, a coisa tem que funcionar!
    Quem usou a base mineral do Boticário tb achou ótima pra pele oleosa!
    Beijinhos! Ótimo post!

    PS. Feliz outono! ehehe

  10. Infelizmente aqui onde vendiam a marca essence, já não vendem. É uma pena!

    Olha, uma pergunta. O que é um primer?

    (eu sei, não percebo muito dessas cenas…)

  11. ♥ Guida says:

    Olhos Dourados: Eh, que chatice!

    Um primer, tal como disse, funciona como os primeiros que usamos nas obras cá em casa antes de passar tinta: deixa a pele mais lisinha e esconde os poros. No entanto, esse efeito não se vê com o primer só por si mas com a base por cima. Há primers que parecem creme hidratante, uns mais esfarelados que outros, este da Sephora é transparente. Basta uma gotinha para a cara toda e sente-se logo a diferença, parece que a pele até fica mais sequinha e sedosa!

    Beijinho

  12. Obrigada guida pelos comenários no meu blogue. os seus artigos são interessantíssimos

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *