DSCN6492

Apesar de ser pequenina, gosto de andar com a casa às costas desde que me lembro de ser gente. Consta por aí que já nos tempos da pré-escola andava com as malinhas que a minha avó me dava cheias de tralha que ninguém julgava ser útil. A verdade é que, numa ou outra altura, toda a gente acabava por recorrer a mim por saber que dentro das minhas malas haveria uma solução para qualquer problema.

Há malas pequenas muito bonitas, e bolsas muito catita para as ocasiões especiais, mas tenho sempre dificuldade em seleccionar os itens realmente necessários para trazer comigo cada vez que decido largar as malas do dia-a-dia.

Desengane-se quem pensa que as malas grandes têm de parecer sacas de batatas ou mochilas de campismo: eu cá gosto muito de ter malas bonitas, de cores diferentes, com detalhes únicos. Precisamente por isso, dei conta que me fazia falta uma mala “vai bem com tudo”. Não, na minha perspectiva este tipo de mala não é preto nem castanho escuro, e tem de se adaptar a todo e qualquer estilo ou humor que paire no ar a qualquer momento. Há muito que queria uma mala caramelo gigante, com aspecto de cabedal, simples mas bonita e resistente. Não é fácil encontrar uma mala com estas características, especialmente porque as artesanais costumam ser as mais engraçadas, e normalmente são todas mais caras do que estou disposta a pagar por uma mala de uso diário que alberga tudo e mais alguma coisa, que apanha chuva e que, se for preciso, fica no chão.

DSCN6496

Eis que descobri este modelito da Moony Mood, e tive logo de o encomendar para mim. Não podia ter feito melhor aquisição! Lá dentro, cabe tudo aquilo de que necessito e ainda sobra espaço. As alças são compridas o suficiente para trazer a mala ao ombro. É caramelo, como queria, e é feita de material sintético. Por 40€, não podia ter pedido melhor. Ah, para minha alegria, a malusca tem feito muito furor e tem sido alvo de comentários muito bons. E vocês? Gostam dela ou nem por isso?

Deixar uma resposta