Desta feita, foi pelo bem da saúde do cabelo. Aproveitei uns vales de desconto que o DeluxeDay tem no Facebook e fui fazer uma visita à Manuela, a cabeleireira do spa. Estas coisas não se dizem mas sei que nos dias que correm é difícil encontrar bons cabeleireiros a preços acessíveis em Lisboa e por isso digo-vos que no total paguei 28€.

Foi dia de mais um corte de cabelo. Como podem ver, não ficou assim tão curto. Tive um rasgo de lucidez e não o cortei à joãozinho. Como a cor também não estava nada famosa, voltei a insistir no preto e vamos ver se desta vez se mantém como deve ser. Pelo menos, já o lavei uma vez e está intacto.

Só de olhar para as fotografias (especialmente do antes), fico com vontade de chorar. O que é que me passou pela cabeça quando quis ficar ruiva? Agora que aprendi a lição, resta-me tratar o cabelo com muito amor e carinho e não entrar em mais aventuras. Vou deixá-lo crescer preto e ir cortando as pontas até me livrar de todo o cabelo estragado, embora já tenha estado bem pior (como o mantenho quase sempre liso, vai-se mantendo com um aspecto razoável).

A minha visita ao DeluxeDay não se limitou aos cabelos, mas o que mais se passou fica para depois embora já tenha publicado uma foto ou duas no Facebook.

10 comments on “”

  1. Sinceramente, nao gosto… detesto cabelos direitos todos certinhos. gosto mais deles escadeados ou despenteados quando o cabelo é pequenino lol mas uma coisa é certa ficas bem melhor de cabelo preto

    • Obrigada! <3 Pois é, este Inverno vou precisar de tapar o pescoço de alguma maneira. Acho que lá para o fim do ano o cabelo já deve cobrir o pescoço, mas mesmo assim bem me lembro que há dois anos tinha o cabelo quase tão curto como agora e foi uma desgraça com as dores de garganta. Nessa altura a minha tia Susana dizia que eu estava muito afrancesada.

      Beijinhos

  2. Definitivamente, acho que o preto é a tua cor! Está com um ar super saudável. Acredito que a nossa cor ideal é sempre semelhante à que Deus nos deu. A maioria das pessoas não suporta bem o preto “verdadeiro” mas na tua pele cai lindamente. E olha que não costumo achar grande piada ao penteado Beatriz Costa, mas fica-te um amor. Parece-me que foi um trabalho muito bem feito, logo deve crescer bem e depressa.

    • Agora já não me meto em mais aventuras. O preto não há-de sair do meu cabelo nunca mais. A minha mãe farta-se de gozar comigo por causa do penteado à Beatriz Costa. Eu sou suspeita, que adoro a senhora e até me identifico com ela. Agora é esperar que o cabelo cresça 🙂

  3. Realmente olhar para as fotos do antes, pode ser terrível mas em compensação, as do depois estão muito boas, o cabelo tem um ar incomparavelmente mais saudável.
    Se não errarmos algumas vezes, como é que decidimos o que é certo para nós? 😉

    Beijinhos 😀

Deixar uma resposta