Ainda na onda das coisas cuchi cuchi e a modos que inúteis, ando em delírio com os flamingos da Nici. Adoro bicharada e todos os anos há um animal novo na ribalta. Da minha infância, lembro-me de uma fase esquisita em que toda a gente adorava golfinhos. Ora aí está um bicho pelo qual nunca nutri grande interesse. São feios e cheiram a peixe. Os flamingos não se livram da triste sina de cheirar mal, mas são passarinhos e são cor-de-rosa. São muito bonitos!

Ainda nesta história dos bichos e da ribalta, nunca fui grande fã da Nici. É uma marca com açúcar a mais para o meu gosto e nunca adorei ursinhos pirosos. Fiquei pela fase dos Forever Friends, quando estava na primeira classe.

No outro dia, estava eu a passear quando vi peluches de flamingos da Nici, de dois tamanhos, e o porta-chaves. Esteja o porta-chaves por lá no fim da semana, que passa a ser meu! Desta feita, gostei muito do que vi.

Também havia elefantes, mas apesar de serem o meu animal preferido, achei os flamingos mais amorosos.

Logo eu, que nem tenho uma colecção gigante de porta-chaves nem nada. Logo eu, que nem tenho sítio para mais peluches – mas acredito que um flamingo ficava bem plantado no meio das almofadas que tenho ao fundo da cama.

Deixar uma resposta