prod_1124197

Lá volto eu à eterna história dos eyeliners pretos que, à semelhança dos vestidos pretos e dos batons vermelhos, nunca são de mais. Por questões de praticidade, no dia-a-dia prefiro-os sob a forma de caneta e acabo por gastá-los à velocidade da luz. Não sou muito esquisita ou exigente: só peço que sejam fluidos e pigmentados qb e que não seja necessário passar a vida a limpar a ponta. Para quem não sabe do que falo, é comum as pontas de feltro dos eyeliners em caneta ficarem sujas com sombra de olhos e, consequentemente, a tinta não sai devidamente. Este era um mal de todos os eyeliners em caneta que tinha experimentado, à excepção dos que eram demasiado fluidos. Esses não tinham o inconveniente da ponta suja, mas esborratavam imenso.

Até que encontrei o Extra Lasting da Avon. Não é o eyeliner mais preto que tenho, mas é preto. A ponta de feltro não é demasiado mole. Lembra-me as canetas-pincel que uso para desenhar e pintar no papel. Ele é líquido, mesmo, mas não esborrata nem marca linhas fininhas na pele. Precisamente por ser mesmo líquido, não fica “seco” na ponta nem se acumulam vestígios de pó que exijam que passe a vida a limpá-la. Não é à prova d’água, mas aguenta o dia todo sem esborratar ou transferir para a parte de cima da pálpebra. Para além disso, é frequente encontrá-lo em promoção por cerca de 5€, pelo que é uma óptima opção de eyeliner. O que é que eu podia pedir mais de um eyeliner em caneta?

3 comments on “Delinear ou desenhar?

Deixar uma resposta