birk1

Já tinha partilhado convosco no Facebook que tinha encomendado umas sandálias Birkenstock. Eu sei, não são o calçado mais feminino e sensual que se vê por aí, mas têm fama de ser extremamente confortáveis. Têm fama e são mesmo, mesmo, mesmo o cúmulo do conforto.

Tenho de confessar que tinha os meus receios: já se sabe que nem sempre o que toda a gente diz é para ter em conta, e apesar de considerar que este modelo de Birkenstock até é engraçado e patusco, nunca consegui apagar da minha cabeça a associação aos sapatos ortopédicos que todos os avós e turistas usam. E, meus amores, tenham lá paciência! O conforto é muito apelativo mas uma donzela como deve ser não sai à rua com aspecto de quem escolheu o seu vestuário às escuras dentro de um armazém de roupa feita para pessoas com problemas de mobilidade. Mais, tinha cá os meus receios que daqui até aos chinelos com meias fosse um tirinho. Não, não, não!

birk2

Fear not, my ladies! Pensei que os dias de grande calor estavam a chegar, e não me enganei. Nunca acreditamos na história dos problemas e dores que surgem depois dos 20 (sim, depois dos 20, não são 30, nem 40 ou 50 anos!), mas a verdade é que acontece de tudo. Não quis dar ouvidos a quem me recomendou o uso de meias elásticas quando tenho de passar muito tempo de pé, e o resultado está à vista e sente-se: a retenção de líquidos é uma realidade por estes dias e na minha perna direita já há sinais de derrames feios. E eu não quero que isto piore e por isso vou evitar ser uma campeã dos sapatos e sandálias desconfortáveis nos dias quentes que exigem grandes caminhadas.

Posto isto tudo, adquiri umas Birkenstock Gizeh castanhas com um acabamento metalizado muito, muito subtil. Não me arrependi nada da minha decisão, não desgosto de me ver com elas e é como se fizessem parte dos meus pés. Não magoam, não deixam a pele a arder nem há marcas nos pés ao final do dia. São umas sandálias todo-o-terreno e apesar de não ficarem bem com todos os tipos de vestuário, consigo perfeitamente calçá-las com boa parte do que visto no dia-a-dia. Aliás, se houver calções ou jeans no conjunto, não há como destoarem.

birk3

Cada vez mais, tenho a preocupação de me sentir confortável com o que calço. Especialmente depois de ter passado pela experiência das salas de tratamentos de enfermagem e de ter lidado com uma série de pessoas com problemas que poderiam ter sido atenuados ou evitados com a utilização de calçado confortável, tenho prestado muita atenção aos sapatos. Um dia destes, falo de alguns cuidados que podemos ter com os nossos pés e que trazem benefícios para todo o nosso corpo.

10 comments on “Conforto Máximo”

    • Vou tentar lembrar-me de fotografar o que tenho vestido com as sandálias. Olha que consigo imaginar-te perfeitamente de Birkenstock, isto vai bem com calções e blusinhas/túnicas delicadas como sei que gostas 🙂

      Beijinhos

      • ahaha, olha para ti a traçar-me um perfil 😀
        e tens razão, acho que até é capaz de ficar bem sem parecer demasiado casual 🙂
        tenho de pensar nisso, estou farta de calçado que me mói os pés com a chegada do calor!
        beijinhos *

    • É isso mesmo, tenho calçado tanto as minhas que estou a pensar em encomendar o mesmo modelo noutras cores 😀 Para já, estou indecisa entre o vermelho e o branco.

      Beijinhos

  1. Estava a pensar adquirir umas, mas estou indecisa quanto ao numero que devo mandar vir. O que me aconselhas? O que costumo usar normalmente, um numero a mais, um número a menos? …

    • Pela indicação da loja onde comprei, e que bate certa (embora o 35, que é o tamanho de adulto mais pequeno, não fique mal… O 34 seria melhor!), o melhor é mandar vir o número abaixo! É um modelo grande.

      Beijinhos

Deixar uma resposta