Categoria: Poupança

The Secret Bag – a 1ª edição

bag1

Falta cumprir dois turnos para terminar os ensinos clínicos deste ano e, por isso, penso que posso finalmente dizer que estou de volta. Enfim, quantas vezes é que eu já disse isto nos últimos meses? Vou ter de vos compensar, se é que ainda há por aí alguém a ver o que por cá vou colocando.

Ainda entre caixas e sacos por abrir, e montes de compras e novidades por explorar, estava ansiosa com a chegada da The Secret Bag. Para quem ainda não conhece este projecto, posso dizer-vos que se assemelha às boxes estrangeiras: existe uma compra/subscrição, com determinada periodicidade, em que se recebe uma caixa com cosméticos mistério para experimentar. Em Portugal, já existia uma dessas caixas. Por um lado, sempre tive muita curiosidade para fazer uma subscrição deste género. Por outro, percebo que eventualmente poderia investir melhor o meu dinheiro e comprar produtos do meu agrado com ele. Por este motivo, e porque o modo de funcionar da opção portuguesa que existia me desagradava desde o início (pareciam ser super desorganizados!), preferi ficar quieta até há uns tempos atrás.

993092_422294444536327_845848286_n

Numa bela noite, enquanto circulava pelo Facebook, dei de caras com a página do The Secret Bag. Ainda tinha pouquíssimos seguidores, mas a premissa de que o que importa é o conteúdo cativou-me desde logo e fiz todos os esforços para conseguir um saquinho para mim. O primeiro lançamento foi bastante rápido, mas havia poucas unidades. Fui uma das poucas pessoas que conseguiu garantir a sua compra em pré-venda (por 18€ com os portes incluidos), há coisa de uma semana atrás, e hoje chegou o bendito saco. Ontem, no The Secret Bag, publicaram a foto acima com os saquinhos e fiquei ansiosa e perplexa. Pareciam tão pequeninos!

bag2

Apesar de terem anunciado que esta edição traria mais do que um produto de tamanho comercial, como conseguiriam introduzi-los num saco pequeno? A delicadeza dos saquinhos faz com que se assemelhem àqueles que colocamos nos roupeiros e gavetas, com alfazema. Posso dizer-vos que, em boa verdade, a primeira impressão que tive ao retirar o saco do envelope foi que tinha mesmo em mãos um saquinho de cheiro. Havia algo lá dentro que cheirava maravilhosamente bem. Tive de desembrulhar tudo de imediato, e fiquei feliz por constatar que o conteúdo, na minha opinião, fez mesmo com que a compra tivesse valido a pena! Os vales de desconto servem os interesses de qualquer pessoa em qualquer ponto do país, as amostras são do meu agrado (podiam não ser, reconheço que foi uma sorte) e, vejam o tamanho dos restantes produtos!

No meu caso, parece que o saco foi feito à medida. Há algum tempo que andava curiosa com os champôs sólidos da Lush. Calhou-me um batom da minha cor preferida, e um gloss que por sorte não está repetido. Os blushes líquidos fazem um jeitaço nesta altura do ano, e os vernizes de cheiro da Revlon têm todos cores giríssimas, pelo que não teria nenhuma preferência específica.

bag3

Para que não sobrem dúvidas na hora de fazer as contas, dentro do saco vem um cartão que (para além de uma mensagem do The Secret Bag) traz informações sobre os produtos, quantidades e preços dos tamanhos disponíveis para venda. Nesta edição, quatro dos produtos são full size. Penso que só falta um detalhe nestes cartões: os locais onde podem ser comprados os diferentes produtos.

Com toda a certeza, continuarei atenta ao The Secret Bag. Contem-me, alguma de vós comprou? Quem é que recebeu o seu saquinho hoje?

Não deitar dinheiro fora

desapego

Sou coleccionadora de colecções, já se sabe. Guardo tudo e mais alguma coisa porque sei que um dia posso vir a precisar de algo do que guardo. Não sou apologista de deitar fora o que ainda está inteiro e em bom estado. Infelizmente, não tenho disponível todo o espaço que desejava para guardar este mundo e o outro. Por vezes, com pena do desperdício, (empresta)dou coisas. Gosto de pechinchas e não tenho quaisquer problemas em comprar artigos em segunda mão, mas ainda não ganhei a coragem para vender o que é meu e jánão faz falta.

Já estive mais longe de experimentar sites de desapego como o OLX, mas tenho os meus receios, especialmente de não saber atribuir o valor certo ao que é usado e que, de qualquer forma, tem valor incalculável para mim. Isso e muita estima!

Penso que sou um pouco ao contrário do português típico que nunca dá valor ao que tem. Para o bem e para o mal, já começam a existir por cá alguns mecanismos de nos vermos livres do que já não faz falta sem ficar com remorsos. No Brasil, parece-me que o espírito do desapego já está no ar há muito mais tempo. Desde que me lembro de ter um lugar na Internet, os brechós sempre existiram, sempre foram uma boa estratégia de ganho não só para os antigos proprietários como para os novos donos dos bens para desapego. E nunca me pareceu que alguém ficasse insatisfeito ou tivesse vergonha destas pequenas lojas de tesourinhos com histórias para contar.

Se eu criasse uma conta no OLX, será que ia ter sucesso? Alguém tem experiência por lá? Tenho alguma roupa e tralhas que precisam de novos donos com muito amor para lhes dar. Contem-me as vossas histórias (enquanto vendedores e compradores) no mercado das preciosidades!

Botas Pechincha

Botas com Flores Embroidered Boots

Não são uma pechincha tão grande como as botas da Tânia, mas mesmo assim não estão nada mal. Comprei-as ontem no Metro do Campo Grande e custaram 5€. Havia mais iguais às minhas e havia o mesmo modelo em azul turquesa.

Já andava a namorar este tipo de botins bordados há algum tempo. Gosto muito deles, são amorosos, mas em boa verdade não me faziam falta (não são assim tão usáveis quanto isso!) ao ponto de gastar, no mínimo, 40€ num par. Digam lá que estas não são lindas, verdes! Não espero que durem eternidades, mas dão para o gasto. Depois, logo se vê. Não são um básico nem são essenciais.

Vi o meu capricho satisfeito por um preço mais do que amigo da carteira. Ainda trouxe outro par de sapatos, mas logo vos mostro quando o estrear.

Botas Bordadas com Flores Embroidered Boots

Prémios por fazer compras

Gosto de lojas que dão atenção e mimos aos clientes. Gosto de descontos e gosto de cartões de fidelidade. Se for bem atendida e tiver uma atenção especial numa loja, a probabilidade de lá voltar mais tarde é maior. Em tempos de crise, tento ter em conta estes factores. Dentro da despesa, procuro poupar.

À semelhança das lojas físicas, o Spartoo também tem um sistema de pontos de fidelidade. Por cada Euro gasto em compras no site, ganhamos dois pontos. Cada ponto corresponde a um cêntimo, e aos 500 pontos podemos pedir um vale para descontar na nossa compra seguinte. Não é nenhuma fortuna, mas ao final de algum tempo já dá uma quantia significativa e sempre dá para encomendar um miminho extra.

Quando falo com alguns clientes do Spartoo no meu círculo de conhecimentos, reparo que a maior parte deles nunca reparou nesta secção do site. É muito fácil chegar lá: basta, nos marcadores que ficam no topo do site, clicarem em A Minha Conta > As Minhas Vantagens > Os Meus Pontos de Fidelidade.

Spartoo

No Verão, tive pontos suficientes para mandar vir umas Havaianas bem jeitosas. Agora, com os pontos que acumulei no entretanto, pude mandar vir umas botas bem quentinhas da Best Mountain. Já sabem a minha opinião sobre o assunto, não tenho coragem de sair à rua com elas, mas como pantufas não podia ter feito uma aquisição melhor!

Costumam fazer compras no Spartoo? Já foram espreitar os vossos pontos de fidelidade?

Bolos de Mel

bolosmel

Vamos começar bem a semana? Não sei como é convosco, mas cá por casa gostamos de reservar parte do fim-de-semana para preparar doces e salgados para petiscar durante toda a semana. É terapêutico, porque adoramos cozinhar. Para além disso, acabamos por poupar tempo e dinheiro na preparação das merendas que levamos connosco para o trabalho, escola e afins e a comida caseira sabe sempre muito melhor.

Esta semana, calhou fazer bolos de mel. Há algum tempo que não os comíamos e são muito fáceis e rápidos de fazer, com a vantagem de durarem imenso tempo sem se estragarem. São tipo biscoito, rijos. A receita é da mamã mas fui eu que fiz tudo sozinha. Modéstia à parte, acho que ficaram muito bem!

Ingredientes:

  • 2 canecas de açúcar
  • 2 canecas de azeite
  • 6 ovos
  • 4 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 2 colheres de chá de fermento
  • farinha até a massa estar boa para tender

Como fazer:

Misturem tudo num alguidar, com as mãos, até a massa estar boa para tender. Moldem bolinhas pequenas e coloquem-nas em tabuleiros de ir ao forno. Pincelem cada bolinho com ovo, para que fique com aspecto brilhante e apetecível. Levem ao forno até dourar.

Esta receita dá para muitos bolos (na foto mostro cerca de 1/10 da receita), pelo que é mesmo muito económica.

Entrar em 2013 com o pé direito

Saldos sem confusão

Saldos Spartoo

Sabem o que é que me alegra depois de ter ouvido toda a gente queixar-se da confusão de hoje nos saldos? Saber que no Spartoo também já começou a grande época dos descontos. Comprar na Internet tem as suas vantagens e uma delas é evitar as multidões. No caso específico do Spartoo, ainda há outra vantagem: é que os saldos são mesmo saldos, com preços aliciantes. Há descontos até 70% (eles são modestos, dizem que os saldos só vão até aos 60% mas se vasculharem vão ver que até encontram descontos maiores), mesmo nas marcas mais caras. Há sapatos, malas e peças de roupa (t-shirts e blusas) a preços tão absurdos como 12€.

Como tenho bastantes pontos de fidelidade (sim, sabiam que por cada compra que fazem no Spartoo ganham pontos que depois podem converter em dinheiro?), vou aproveitar para comprar umas pantufas novas. Depois, tratarei de presentear o meu irmão com uns ténis novos.

Não sei como é convosco, mas eu gosto de escolher as peças que andei a namorar e que estão a preços mais baixos no conforto do lar.

Podiam ser da avó Teresa

Na semana passada, chegou a minha terceira encomenda do Firmoo. Parece-me um bom mimo: uns óculos novos regularmente, porque o visual e a auto-estima merecem. Este foi o par que demorou mais a ser enviado, que entre a expedição e a chegada até mim passaram duas semanas graças às greves que têm havido. Desta feita, optei por estes óculos enormes de massa preta. A minha mãe diz que eu pareço um palhacinho com eles postos. A mim, lembram-me alguns óculos da avó Teresa há cerca de 40 anos atrás. Vejo-os nas fotos e alguns até chegaram às minhas mãos. Os graduados, mantenho-os por piada e não posso usar porque são autênticos fundos de garrafa, para além de o arranjo num oculista ser tremendamente caro. Os óculos de sol, sim, uso-os com orgulho. E com precaução, que bem sei que a preocupação com os malefícios do sol é relativamente recente.

Uma coisa é certa: com estes óculos é que não corro mesmo o risco de ver tudo desfocado por olhar por fora da armação… Porque não consigo! À semelhança dos outros óculos que encomendei, são super leves. Tenho consciência que eventualmente não os vou usar tanto como os outros dois pares, especialmente porque gosto de trazer apenas um estojo de óculos na mala onde caibam os óculos de ver e os óculos de sol. Estes não cabem num estojo de dimensões normais, sequer. Ainda assim, gosto bastante deles.

Sei que, graças a mim, alguns de vós têm encomendado os vossos óculos no Firmoo e o feedback tem sido bastante positivo. Não se esqueçam que, no que puder, estou cá para vos ajudar com eventuais dúvidas. Em breve, pretendo fazer um vídeo sobre a minha experiência pelo site, que sempre é mais fácil para resumir tudo o que já disse até agora.

Ah, fico à espera que os vencedores do sorteio de Natal depois falem das suas experiências.

Para quem pretende fazer a sua primeira compra, não se esqueçam que o site tem um programa de primeiro par grátis (onde só pagam os suplementos e portes) ou o código WELCOME que dá direito a um desconto de 40% e portes grátis. Vejam o que é mais vantajoso para vocês. Os portes não chegam aos 15€ – depende sempre das taxas de câmbio, mas posso dizer-vos que no fim-de-semana passado encomendei uns óculos para oferecer no natal e paguei 12,63€ de portes. Aliás, não se esqueçam que é sempre uma boa sugestão de presente!

Poupar nos brinquedos

Já que falta menos de um mês para o Natal e convém não deixar as compras para a última da hora, faz todo o sentido começar a dar algumas sugestões a quem ainda não dedicou tempo nenhum ao assunto mas pretende oferecer alguns presentes. Eu cá já tenho os meus presentes mais ou menos orientados. Ainda não consegui amadrinhar uma carta à minha medida no Pai Natal Solidário, mas também não estou de braços cruzados e com certeza contribuirei para melhorar o Natal de alguém.

Os presentes da pequenada, para mim, costumam ser dos que tenho mais dificuldades em escolher. Por um lado, gosto dos brinquedos tradicionais e raramente encontro algo ao meu gosto e que saiba que os meus pequenos receptores vão gostar também. Depois, parece que é tudo caríssimo. Por fim, fico sempre com algum receio que mais alguém ofereça um presente igual porque normalmente vamos todos fazer compras aos mesmos sítios.

No Showroomprivé há neste momento uma campanha com peluches, jogos didácticos, bonecos, jogos de construção, piões, puzzles, carros telecomandados e muito mais. Resumindo: há brinquedos para todos os gostos.

Brinquedos Showroomprive

Jogo de construção, 35,00€ 15,00€

Brinquedos Showroomprive

Puzzle de madeira, 25,00€ 12,00€

Brinquedos Showroomprive

Serviço de cozinha, 25,00€ 10,00€

Brinquedos Pet Shop Showroomprive

Almofada Pet Shop, 50,00€ 25,00€

Brinquedos Showroomprive

Chorão com carrinho, 50,00€ 24,00€

Esta campanha especial dos brinquedos está no ar até dia 3 de Dezembro.

Já se inscreveram no Showroomprive?

Um par de cada cor, por favor!

Há uma semana apresentei-vos o Firmoo e um meu primeiro par de óculos da loja online. Como disse nesse post, confiei bastante na loja desde o início e mesmo antes de receber o meu primeiro par já estava a encomendar o segundo. Utilizei o código WELCOME e tive direito a um desconto de 40% e portes grátis. Paguei cerca de 15€.

Mais uma vez, fiquei bastante satisfeita com o meu pedido. Os óculos são mesmo como nas fotografias do site e como os imaginava. O azul da armação é lindo, não é azul deslavado como temi que pudesse ser. A armação é leve, embora mais consistente que a do outro par, e vejo igualmente bem.

À semelhança dos óculos que me foram oferecidos, estes também caíram na alfândega mas também não tive de pagar taxa nenhuma e vieram igualmente bem acondicionados numa caixa rígida. Traziam mais uma chave de parafusos bastante prática.

Está visto que agora, volta e meia, lá vou eu encomendar mais uns pares para ter óculos a condizer com a minha vontade. As pessoas cá de casa já ficaram convencidas e estão a registar-se no Firmoo para também poderem usufruir deste código ou do programa de primeira compra.

Tenho recebido várias questões sobre a qualidade dos óculos do Firmoo e apesar de não ter qualquer queixa a apresentar gostava de saber se mais alguém experimentou esta loja online.