Categoria: Masculino

Expocosmética 2017 – O Rescaldo

expocosmetica
Nós no stand da Blogazine. Desculpem a qualidade maravilhosa e contra a luz, foi a fotografia que se arranjou e está mui linda ♥

Se eu podia viver sem ir à maior feira de estética e beleza que acontece no nosso país?

Podia, mas não era a mesma coisa!

Cheguei à conclusão que já ando nestas aventuras de partir num autocarro para abastecer de tintas, cremes e betumes há quase 7 anos. Quem corre por gosto não cansa e por muito desgastantes que estes eventos possam ser, em proveito da vaidade justifica-se a proeza. Foram raríssimas as ocasiões em que falhei a minha visita.

Manter um blog tem-me dado o privilégio de conseguir uma credencial especial nos últimos anos que me poupa as filas intermináveis para entrar e ainda dá direito a algumas novidades para experimentar, o que agradeço à organização do fundo do coração. Tenho que dizer que acima do networking, o que continua a fazer com que abdique de folgas e descanso ao fim de tantos anos são as compras.

Não estarei a exagerar se vos disser que em cada uma destas visitas poupo centenas de Euros. Com o PVP habitual? Não compraria 1/10 dos cosméticos e que, sim, utilizo e volto a comprar uma e outra vez. Não trago só as minhas compras: aproveito e levo a lista de compras das mulheres (e homens, vá) da família. Trago o mínimo possível porque não há costas que aguentem nem tempo para bisbilhotar tudo. Pensem, por exemplo, em tintas para o cabelo e não me venham cá com tretas de que só pinta o cabelo quem quer. Há quem goste do cabelo grisalho, mas não é o meu caso. Para mim, no que diz respeito à minha imagem, é só uma vulnerabilidade, é sinal de velhice e desleixo e não é algo que queira mostrar.

Adiante, blogs. Adoro conhecer quem, como eu, mantém blogs. Adoro a humildade e o esforço da organização da Expocosmética para nos dar uma oportunidade digna e percebo que não consigam controlar tudo o que se passa tanto por parte dos autores convidados como pela que compete aos stands e marcas. Eu iria de qualquer forma, com ou sem convites.

expocosmetica
A Maria, eu e o Luís. Foto pela Ana Isabel.

Este ano, o Luís voltou a ir comigo. Porque quis! Que eu cá não obrigo ninguém a fazer nada, mas agradeço a companhia e a ajuda. Durante a maior parte do tempo, a Maria esteve connosco e lá fizemos os três (os quatro!) o nosso percurso.

Adorei rever caras que já são constantes na Expo como a Embelleze, a Andreia e a Inoeh. Trouxe novidades de todas elas e estou mortinha por mostrar tudo. Sucedeu o mesmo com a Flormar, marca que praticamente desconhecia (apesar de ter um batom deles há anos e uma loja muito perto de mim), com a By Simone G. e a Lupa/Bioseivas, que são novas para mim e deixaram-me em êxtase com os seus produtos capilares bastante promissores.

Passei noutros expositores para fazer compras e ainda dei um saltinho aos que estavam no roteiro enviado a todos os bloggers convidados, estando marcados como pontos de interesse com novidades para nós. Não vou dizer nomes.

Tenho de referir algumas situações que presenciei e que foram desagradáveis.

Cada acção gera uma reacção e não há cooperação possível quando as partes envolvidas não sabem o que estão a fazer. Passo a descrever:

  • No stand de uma das marcas mais importantes de estética do nosso país – à nossa frente, estava uma amálgama de miúdas com blogs. Não consegui ouvir o que as representantes da marca estavam a dizer, mas ouvi as meninas a dizerem entre si que ainda faltava passarem nos sítios x, y e z para irem buscar as suas borlas. Uma dizia “Ai, será que também me dão? Ao pé de vocês ainda sou um bebé!”. Tenho vergonha alheia.
  • No stand do ponto anterior – quando, finalmente, conseguimos alcançar as senhoras da marca, o que nos disseram foi… Bom, não nos disseram nada a não ser que os brindes que tinham para bloggers tinham acabado. Assim, a seco. Fiquei sem perceber o que se passava ali porque não se apresentaram, não apresentaram a marca, não apresentaram novidade alguma. Merecem abordagens como a que referi acima.
  • Num stand de protectores solares – A verdade é que fiquei sem conhecer a gama de produtos que disponibilizam, porque se focaram nuns bronzers das Kardashian. Tenho ali um papel com uma breve descrição sobre alguns produtos que nada me dizem porque não mos mostraram. Ah, e tenho uma bolsa com meia dúzia de amostras em sachet de bronzeadores e protectores solares que nunca conseguirei usar porque, obviamente, como é que é suposto testar protector solar só numa perna ou só num braço? Queremos que falem bem de nós, disse a representante da marca. Okayyy!
  • Mais um stand, desta vez de produtos de spa – Última história, prometo! Mostram-nos um hidratante muito bem cheiroso, facto. Mostram-nos outro hidratante bastante engraçado, sobe o entusiasmo. De seguida, dizem-nos que podemos tirar as fotos que quisermos ao espaço (a sério?) e dão-nos um sachet de anti-rugas, salientando que a amostra não é para a nossa idade. Mais uma vez, queremos que falem bem de nós.

Fazemos assim: por cada motivo de queixa, têm de haver vários daqueles bonitos que gostamos de ver por aqui. Garanto-vos que existem e que vão ver que, contrariamente ao que possam pensar se leram o post até aqui, há coisas boas a destacar desta edição da Expocosmética. Durante este mês, pinky promise: vou deixar aqui tuuudo aquilo de que gostei com todos os detalhes. Porque o que é bom merece ser partilhado!

Expocosmética 2016 – O Rescaldo

Muito me têm perguntado vocês sobre as minhas compras na última edição da Expocosmética, que já passaram algumas semanas e eu tenho permanecido silenciosa. Assim muito resumidamente e para começar, consegui trazer tudo o que queria da minha wishlist.

Não foi complicado, até porque este ano a feira abriu mais cedo para um grupo mais restrito que o público geral e inicialmente não houve tanta confusão. Aplaudo de pé esta ideia e espero que permaneça nas próximas edições! Não é tanto por mim (embora agradeça), que não sou mais que ninguém, mas reconheço que para os profissionais simplifica a tarefa das compras.

Senti que houve uma menor adesão por parte de bloggers e público amador e que, por outro lado, houve uma maior oferta que noutras edições da feira. Continuou muito voltada para a estética profissional, em especial para as unhas e cabelo, mas havia uma maior diversidade e notei que houve empenho em atender ao interesse masculino pela beleza.

expocosmética

Passando ao que vos interessa, compras e ofertas – o que podem ver na foto. Já não consta do registo a remessa inicial, porque entreguei logo à minha mamã aquilo que me tinha pedido, e seleccionei logo as ofertas de forma a encaminhá-las para quem as poderia utilizar (entenda-se, tudo o que era gel e semelhante, ficou nas mãos do L.).

Trouxe as minhas tintas e oxidantes da Farmavita e duas Wet Brush da Pluricosmética, onde fui recebida com o carinho de sempre. Ainda vim de lá carregada de amostras boas (muitas delas em tamanhos muito generosos, como podem verificar!) e com uma maleta da Wella com dois produtos de cabelo para experimentar. No stand da Embelleze, comprei a Blindagem Capilar (normal e com óleo de argão), a Queratina Líquida e a Recarga de Queratina de que já tinha falado, e ainda me ofereceram mais uma unidade desta última e o Boost Gold, que desconhecia. Da Kinetics, trouxe o Nano Shark e o Kwik Kote, como não podia deixar de ser, e ainda me ofereceram um verniz Solar Gel. Ainda trouxe ofertas da Andreia (merecem um post especial) e fiquei a catrapiscar uma das novidades da marca, e da Inoeh.

Tinha-vos falado de outras potenciais compras, mas o preço não compensava e acabei por não investir. No total, saíram-me do bolso cerca de 50€ que, noutras ocasiões, rapidamente se transformariam em mais que o dobro.

Já sabem, irei mostrar-vos as novidades detalhadamente, mas caso queiram saber algo específico ou que dê prioridade a alguma das minhas compras, sintam-se à vontade para perguntar!

Unseen+Marilyn+Monroe+pictures-latest-1

Sou o mau feitio em forma de gente e tenho perfeita consciência disso. Calha ter herdado certos hábitos familiares, também, e sei apreciar o cavalheirismo. A boa educação não fica mal a ninguém e há atitudes que nunca passam de moda. Apesar de não ser o primor da pontualidade (longe disso!), e de ser muito condescendente com quem é como eu, o cenário muda completamente quando se trata de um encontro com alguém cujos interesses são outros. Vocês sabem do que falo. Afinal, há interesse e motivação suficientes para chegar a horas ou há algo mais importante do que a nossa companhia?

O meu presente para o papá

zaad amber perfume homem dia do pai boticário presente

Escolher presentes para o meu pai não é algo que me aflija.

Felizmente, conheço bem os gostos dele e, para facilitar, atrevo-me a dizer que ele é vaidoso. Poderia escolher de tudo: roupa, cremes, perfumes, relógios, CDs, DVDs, o que me passasse pela cabeça.

Roupa é algo que não gosto de lhe oferecer, que ele tem um roupeiro grande com cento e tal camisas (sim, leram bem) e passa a vida a dizer-me que tenho roupa a mais. Eu, que tenho um roupeiro de tamanho infantil.

Numa das nossas últimas incursões a’O Boticário mais próximo, perguntei-lhe se já conhecia todas as fragrâncias masculinas que estão disponíveis e ele lá se pôs a cheirar tudo.

Acham que pulverizou nos papelinhos reservados para esta finalidade das experiências? Qual carapuça,

Isto põe-se é na camisola que assim é que sinto o cheiro como deve ser!

Tolices daquelas que nos fazem rir.

No meio de tanta mistura, o papá disse-me:

Gosto deste. Gosto do Zaad Amber.

Faça-se a vontade dele, que os pais merecem tudo de bom neste mundo!

Por questões práticas, ofereci-lhe o presente à meia-noite. Olha, é o perfume que eu gostei!

Não sabe tão bem oferecer o presente certo às pessoas certas?

E vocês, têm algo de especial para os vossos pais neste dia?