Categoria: Cozinha

Whey – O que é e para que serve?

Está na hora de falar um bocadinho sobre alimentação e suplementação.

Porquê? Porque há muitos mitos e porque já estou farta, fartinha de ouvir coisas como “cuidado com essas porcarias que andas a tomar” ou “isso é daquelas drogas que os tipos dos ginásios tomam” cada vez que a whey calha na conversa.


Atenção: não sou nutricionista, não pesco um atum de desporto, pelo que neste artigo verão informação básica e acessível para a pessoa comum.

Não se esqueçam da importância de um regime alimentar diversificado e da prática de estilos de vida saudáveis.


batido whey o que é proteína lifestyle exercício físico desporto saúde dieta proteica perda de peso

Infelizmente, apesar de vivermos numa época em que temos toda a informação que quisermos ao nosso alcance, há muitas pessoas que ainda não se dão ao trabalho de pesquisar.

E, meus amigos e minhas amigas, quando desconhecemos algum assunto, o melhor é mesmo aprender.

Não se sintam culpad@s em demasia, que estamos cá para nos ajudarmos uns aos outros e tenho a dizer-vos que mesmo dentro da área da saúde, há muitos profissionais que não sabem o que é a whey.

Na verdade, nem sequer há muitos estudos conclusivos (que eu tenha encontrado) sobre o consumo e os efeitos da whey nalgumas situações específicas (a gravidez é uma delas).

Por mim falo, gosto muito de saber o que estou a ingerir, mas o facto é que há muitas pessoas que utilizam este suplemento e nunca, sequer, se questionaram sobre o que é e para que serve.

A whey é proteína do soro do leite.

O soro do leite é o líquido excedente da transformação do leite em queijos e caseína. Até ganhar a forma de “farinha” que nos é familiar e utilizado como suplemento, é processado:

  • É desidratado
  • Pode ou não ser-lhe conferido algum sabor
  • Pode levar outros aditivos

E é aqui que podem existir reticências. Nem sempre é fácil aferir a qualidade de uma determinada marca ou tipo de whey.

Muitas vezes, sem que o consumidor se aperceba, foram adicionadas farinhas e derivados de ovos e afins, e não é o que se pretende. Desconfiem sempre do que é muito barato.

Porém, quando se trata de um produto de boa qualidade, o seu consumo pode ser benéfico.

Existem vários tipos de whey, conforme podem perceber (se não sabem já!) pelas diferentes embalagens nos diferentes sítios que a comercializam, e que se adequam a diferentes finalidades/necessidades:

  • Há a isolada (que é a que consumo), que é a mais “simples”. É quase toda ela proteína, sem hidratos de carbono ou outros açúcares.
  • Há a hidrolisada, efectivamente mais conhecida/utilizada por desportistas já que passou por um processo que transformou em peptídeos mais pequenos e, consequentemente, absorvidos mais facilmente e de forma mais rápida.
  • Há a concentrada, que é mais calórica e contém uma série de hidratos de carbono, dos quais boa parte se resume a lactose.

batido whey o que é proteína lifestyle exercício físico desporto saúde dieta proteica perda de peso

Há que salientar a importância dos alimentos “simples”, essenciais e por si só suficientes para darem estrutura a um bom regime alimentar. Contudo, como noutras coisas, existem “alavancas”, ferramentas que nos podem ajudar a alcançar ou manter um determinado resultado.

É aqui que entram os suplementos como a whey.

Tem calorias, como tudo o que ingerimos. É uma proteína, as proteínas são essenciais na estrutura dos nossos tecidos, são usadas na produção de tecido muscular e reparação de tecidos danificados.

Há situações em que necessitamos de um maior aporte proteico – como a gravidez e a amamentação, para além da prática desportiva.

É desta última que surge a fama da whey enquanto suplemento na manutenção da massa magra, ainda que seja também é um auxiliar importante nalguns regimes alimentares – em especial os que potenciam a perda de peso, embora também possa ajudar muito no processo inverso, quando o objectivo é “engordar”.

O que é que a whey tem de tão fantástico?

Promove a saciedade e ajuda na tal questão da manutenção estrutural dos tecidos do corpo.

Quando aliada à prática de exercício físico, ajuda a perder massa gorda e ganhar massa magra (músculo), ajuda a acelerar o metabolismo, dá energia e ajuda a evitar o cansaço e alguns transtornos associados.

A forma mais comum de a consumir é em batido, mas pode ser utilizada em 1001 receitas diferentes (se tiverem por aí alguma daquelas bem boas que merecem ser partilhadas, façam favor!).

Não consumo whey há muito tempo, confesso: desde ouvir falar (que também desconhecia do que se tratava) a experimentar, passaram tempos valentes e só há pouco mais de meio ano é que a integrei no meu regime alimentar.

Depois de saber que estou grávida, fiz questão de esclarecer que não seria maléfico e adaptei dentro do que já comia.

Por que haveria de excluir uma fonte tão boa de proteína se, ainda por cima, estou numa fase em que preciso tanto dela?

Mas façam o que eu digo, não façam o que eu faço: estou só a tentar desmistificar a whey e quem vos pode ajudar a decidir melhor sobre o seu consumo são os profissionais de saúde que vos acompanham habitualmente, nomeadamente os nutricionistas.

Não se esqueçam que tudo o que é de mais faz mal!

O consumo excessivo de proteínas potencia o risco de formação de cálculos renais e doenças cardiovasculares, entre outros problemas.

Para além disso, e se o vosso propósito é perder peso, não se esqueçam: as calorias estão lá na mesma e continuam a ter de equilibrar e variar o que ingerem, para além de que não se deve investir numa dieta hiperproteica por longos períodos de tempo nem desvalorizar a prática de exercício físico.

Encomenda Myprotein

Encomenda Myprotein Portugal fitness desporto exercício físico proteína whey manteiga de amendoim review

Desengane-se quem pensa que só os atletas, desportistas e pessoas que fazem dietas especiais é que procuram determinados tipos de alimentos e suplementos.

Pessoalmente, não gosto de restrições nem sacrifícios.

Desconfio que ainda não sou uma bola autêntica porque sou niquenta. Não gosto de muitas das comidas que fazem mal (especialmente as que são doces) e que, no geral, são adoradas.

Também não sou propriamente adepta de suminhos e saladinhas, nem de coisas light, nem sequer me apanham nas tramas das paleo coisas. Adoro comer, de tudo um pouco.

Durante a gravidez, procuro ter mais cuidado com a minha alimentação mas não abdiquei de nada do que comia antes.

Apenas modero quantidades, horários e procuro fazer algumas trocas e substituições em determinados alimentos. Acreditem que não há aqui marosca, até porque tenho algumas restrições na prática de exercício físico e estou mais lontra do que nunca.

Há uns tempos, a Myprotein desafiou-me a experimentar alguns dos seus produtos e eu aceitei.

Quando recebi a minha encomenda, mostrei-a no Instagram e fiz questão de experimentar tudo como deve ser para agora poder falar com segurança das minhas escolhas. Preciso de destacar:

  • Fiquei surpreendida por descobrir que a loja disponibiliza muito mais para além dos típicos suplementos para quem pratica desporto. Há uma grande oferta de produtos para quem procura, simplesmente, ter uma alimentação mais saudável;
  • Li tudo o que pude antes de escolher o que quer que fosse, pois quis ter a certeza que se tratavam de produtos de grande qualidade e que não trariam riscos para a minha saúde ou da Teresinha;
  • Ainda assim, caso tenham dúvidas, esclareçam-nas junto da loja e/ou informem-se junto de profissionais de saúde antes de consumir algo que transcende o vosso regime alimentar habitual. Não sou nutricionista e muito menos conheço os vossos estilos de vida ou historial clínico, e com a saúde não se brinca!

Postos estes três pontos, passemos ao que interessa, que são as minhas escolhas:

Whey Protein Isolado de Chocolate

Encomenda Myprotein Portugal fitness desporto exercício físico proteína whey manteiga de amendoim review

Antes que perguntem: não há muitos estudos sobre o consumo de whey na gravidez e as opiniões dos profissionais de saúde sobre esta matéria podem variar.

whey é proteína do soro do leite, que sofre alguns processos (para se adequar a diversas finalidades e ter diversos sabores, essencialmente) até chegar a nós. Prometo que em breve sai um post com tudo o que sei sobre whey e como utilizo.

Não faço um consumo regular, mas utilizo em substituição/complemento de outros alimentos nutricionalmente menos interessantes para mim (mais calóricos e absurdamente ricos em hidratos de carbono), como já fazia antes.

Neste caso, trata-se de whey isolada, “limpinha”, sem mixórdias, com a melhor relação qualidade/preço do mercado, com óptimo feedback por parte de outros consumidores e de proveniência segura.

Há sem sabor, há com uma variedade infinita de sabores e eu escolhi chocolate. Porquê? Porque sou doida por chocolate.

Adorei, satisfaz bem o desejo por chocolate e é fácil de preparar (não cria tantos grumos como produtos semelhantes de outras marcas). Não verifiquei qualquer efeito indesejado, portanto, fui cativada!

Chocolate Quente Proteico

Encomenda Myprotein Portugal fitness desporto exercício físico proteína whey manteiga de amendoim review

Mais uma vez, whey. Uma adaptação de achocolatado óptima que é mesmo para ser bebida quente. Já disse que sou doida por chocolate?

Um dos meus lanches de eleição é mesmo o chocolate quente, mas não me parece boa política bebê-lo todos os dias na sua forma tradicional.

O achocolatado que utilizamos habitualmente é excessivamente açucarado e calórico. Este produto é uma óptima alternativa!

Docinho, pode ser preparado com água a ferver (juro que fica delicioso na mesma) ou leite e sempre é menos mau que a bomba do leite com chocolate tradicional.

Mybar Zero

Encomenda Myprotein Portugal fitness desporto exercício físico proteína whey manteiga de amendoim review

Sejamos francos: dizer que estas barrinhas proteicas são tão prazerosas de comer como um chocolate ou barra de cereais típica com chocolate, carregada de açúcar, seria mentir. Não é a mesma coisa mas engana bem.

Mais uma vez, escolhi… Chocolate! Imaginem uma barrinha de snack com sabor doce, que efectivamente lembra o chocolate (sem aquela carga intensa habitual) e com textura de caramelo. É isto.

Tive de partilhar com várias amigas e é consensual: não são chocolates, mas são bem boas e fazem um jeitaço na mala, para as emergências!

Manteiga de Amendoim

Encomenda Myprotein Portugal fitness desporto exercício físico proteína whey manteiga de amendoim review

Na mesma medida que deliro com chocolate, deliro com amendoim.

Quanto à manteiga de amendoim, bom, tendo a evitar as que habitualmente encontramos no supermercado. Estão pejadas de componentes desnecessários, são super calóricas e – porquêeeeee? – têm muito açúcar.

Não entendo a lógica, sou fã de doces com manteiga de amendoim (há que dizer que raramente está por “diluir” sob estas apresentações), mas dispenso as artificialidades em frasco.

Imaginem agora um balde de 1kg de manteiga de amendoim, só amendoim triturado sem mais nada a 5.99€. Invistam!

Já ouvi dizer que há quem estranhe o sabor tão puro do amendoim sem o sal e o doce habituais, mas por aqui foi uma transição maravilhosa.

Tem um truque: à temperatura ambiente, pode ficar menos consistente. Para que fique mais “rija”, aconselho que a guardem no frigorífico.

Escusado será dizer que fiquei fã da Myprotein e farei compras por lá, até porque é muito frequente terem promoções bem catita (para juntar aos preços imbatíveis que já têm habitualmente).

A título de curiosidade, sabiam que a Myprotein comercializa frutos secos em melhores condições de acondicionamento e a preços mais baixos que os mercados habituais?

Dia de Plantar Melancias

melancias lidl blog lifestyle família family baby blog compras
Fotografia por Graziela Costa

Ultimamente, muito se disserta neste blog sobre a melancia Teresa.

Há outras agriculturas na vida, e no início do mês surgiu a oportunidade de aprender mais sobre as melancias de verdade, aquelas docinhas e grandonas do fim da Primavera.

O convite foi feito pelo Lidl, o interesse era grande (adoro plantas e o campo!) e lá rumámos à Herdade da Comporta num sábado de manhã para nos divertirmos e aprender coisas novas. Foi muita fruta!

melancias lidl blog lifestyle família family baby blog compras

Foram explicados alguns factos importantes sobre as melancias e como funciona esta indústria no nosso país.

Tivemos a oportunidade de plantar alguns exemplares e, se correr tudo bem, lá para o fim de Junho (as melancias levam entre 90 a 110 dias desde a plantação até estarem prontas a comer) estarão maduras.

melancias lidl blog lifestyle família family baby blog compras chef hernani ermida

O almoço não foi esquecido, e esteve a cargo do Chef Hernâni Ermida. Obviamente, todos os petiscos envolviam melancia (que, nesta altura do ano, teve de ser importada).

Já experimentaram melancia grelhada? Eu desconhecia, mas fica muito boa.

melancias lidl blog lifestyle família family baby blog compras

Foi um dia bastante agradável e em boa companhia que espero repetir em breve, já que está previsto irmos buscar as nossas melancias quando estiverem completamente desenvolvidas.

melancias lidl blog lifestyle família family baby blog compras
O grupo do dia.

Páscoa Feliz!

Chocolate Lindt Páscoa
Chocolates Lindt, edição Páscoa 2016

Espero ainda vir a tempo de vos desejar uma santa e feliz Páscoa, se a festejarem!

Se não a festejarem, bom… Vá, aposto que não há ninguém que se recuse a festejar à francesa, com montes de chocolates.

Eu cá não sou de grandes missas e catolicismos, mas gosto muito da tradição pagã da troca dos ovos. Como podem ver pela foto, hoje encharco-me em doces (um dia não são dias!).

Não há ovo, mas para o ano já tenho uma boa desculpa para anular esse problema. Estejam descansad@s, que não vou dar chocolates à Teresinha pequenina: para bem da saúde dela, como-os eu.

Workshop de Iniciação à Costura

Costura Companhia das Agulhas workshop diy faça você mesmo aprender a coser

Há duas semanas, recebi um convite da Companhia das Agulhas para ir a um workshop de iniciação à costura.

Calhou que nem ginjas: agora que estou em mudanças, estava à procura de algo semelhante porque, já que tenho máquina de costura, convém saber utilizá-la.

É claro que a mamã sabe e ajuda. Ela tem todos os conhecimentos e, por isso mesmo, pensa que há coisas que são tão básicas que toda a gente as sabe empiricamente.

Consequentemente, não tem a paciência necessária e a simples tarefa de montar a máquina é uma odisseia neste domicílio.

Costura Companhia das Agulhas workshop diy faça você mesmo aprender a coser
Bloggers a aprender a costurar. Fotografia retirada do Facebook da Companhia das Agulhas.

Quero poder ser eu a arranjar as roupas na minha casa e, quem sabe, fazer projectos lindos completamente de raiz.

Assim sendo, adorei a proposta e não podia dizer que não. Rumei à Companhia para, numa tarde, aprender os básicos da costura à máquina.

Há coisas básicas (não sei como é que, hoje em dia, há quem não as saiba fazer!) das quais sei tratar à mão, como coser botões e bainhas, mas no demais não sei fazer nada.

No total, éramos 5 bloggers sem grande experiência no assunto, e posso garantir que nos portámos todas muito bem.

Com a ajuda da Ju e da Sofia, conseguimos preparar e confeccionar um individual com espacinhos para os talheres bem giro e que, falo por mim, tem feito muito sucesso!

Mas nem só de costura para nabiças é feita a Companhia: há cursos e workshops para todos os fins e dificuldades, aulas livres, cursos de malha…

Costura Companhia das Agulhas workshop diy faça você mesmo aprender a coser

Em jeito de conclusão: adorei a tarde e saí do workshop bastante motivada para aprender a trabalhar com a minha máquina. Há esperança. E posso dizer-vos que se eu consigo, vocês também conseguem!

Com mais ou menos persistência, é preciso é ter vontade de aprender. Para saberem mais sobre a Companhia das Agulhas, é só consultarem o site que está lá tudo (modalidades, preços, morada e tudo o que possam imaginar).

Limão & Gengibre – Lipton

Lipton limão e gengibre chá herbal lemon ginger cozinha saúde

Um dos potenciais problemas que surgiram à minha alminha quando descobri que estava grávida foi o limite imediato do consumo de certos chás.

E agora? As grávidas não podem beber muito café nem chás com substâncias semelhantes à cafeína!

Vi a minha vida a andar para trás porque adoro chá.

Tenho um apêndice da mão, sempre, que é uma caneca gigante de chá que nunca fica vazia. O meu preferido é o chá verde que, durante os próximos tempos, está riscado da lista.

É claro que há milhentas opções de chás deliciosos mas, ainda assim, não têm aquele sabor. A camomila e a lúcia-lima têm sido as minhas melhores amigas.

Por vezes, apetece-me algo com mais sabor. Adoro chás de gengibre e limão, idealmente preparados em casa na sua totalidade.

Contudo, nem sempre é prático.

Existem várias marcas que disponibilizam saquetas de chá de limão e gengibre, mas tenho verificado que são caras para a qualidade apresentada.

Recentemente, descobri que a Lipton também já tem esta variedade e estou muuuito satisfeita, deliciada com o belo néctar.

O melhor é que o gengibre ajuda a eliminar certas sensações de enjoo, que embora não me incomodem muito nesta fase, por vezes surgem. Suaves, mas existem.

Sim, há restrições ao consumo deste chá, já que tem chicória na composição.

Com moderação, sempre dá para tirar o gostinho. No geral, não fará mal a ninguém (mas convém sempre informarem-se caso tenham alguma patologia ou tomem medicação).

Adoro gengibre e adoro limão, e já tardava em encontrar uma opção de preparação rápida acessível e saborosa. Bravo, Lipton!

Restaurante Maria Albertina

Restaurante Maria Albertina zomato gold foodie review

Numa destas noites, como bons comilões que somos, aceitámos o convite do restaurante Maria Albertina e rumámos à Parede para jantar.

Após andarmos perdidos por ruas até então desconhecidas, conseguimos encontrar o local. Quem o vê por fora, se não conhecer, não imagina o que está escondido por trás da porta.

O Maria Albertina é um estabelecimento que serve comida típica portuguesa.

Tem uma configuração um pouco diferente do típico e velhinho restaurante: o espaço é amplo mas acolhedor, com uma decoração que alia elementos tradicionais e antigos à modernidade dos dias que correm.

Os menus são conhecidos e apreciados pela população portuguesa, no geral, mas têm um toque especial dado pelo Chef Eduardo Cardoso, responsável pela cozinha e cuja carreira inclui vários restaurantes nacionais e internacionais com Estrelas Michellin.

Optámos por pedir pratos que fossem familiares ao nosso paladar.

O L. optou por ficar pelas típicas entradas (pão com manteiga, queijos e afins), mas eu experimentei os cogumelos frescos salteados. Bem sei que é um petisco simples, mas é dos que mais gosto e nem sempre fica perfeito. Aqui, não tenho nada a apontar! Estavam no ponto, deliciosos.

Posteriormente, optámos por pedir ambos o mesmo prato (neste restaurante, aconselho que peçam 1 dose por pessoa!): abanicos de lombo de porco ibérico com puré de maçã. Por norma, viria com batata a murro, mas preferimos trocar por batata frita (porque somos gulosos).

Sobre eles, tenho a dizer que estavam muito bons. Não estavam demasiado passados, estavam bem condimentados (como pede o paladar do português) e os acompanhamentos estavam igualmente bem confeccionados.

Passámos à sobremesa, com muitas indecisões.

É que a oferta é muito variada e as sobremesas tinham óptimo aspecto. O L. pediu mousse de chocolate preto e eu escolhi o cheesecake de framboesa à chef (mas fiquei a meditar nas farófias!). As sobremesas são servidas em dose generosa e ambas estavam deliciosas.

Outro dos aspectos que nos fez adorar a experiência e ficar com vontade de a repetir foi o atendimento.

Ostaff é super atencioso e simpático, e mesmo com a casa cheia não escapou nenhum detalhe, o serviço foi rápido e quiseram sempre ter a certeza que tudo estava do nosso agrado.

Os preços habituais não são nada do outro mundo, sendo que, em média, gastarão cerca de 25€/2 pessoas por refeição. Aconselho que façam reserva com antecedência, já que aos fins-de-semana o restaurante fica cheio.

Fomos informados que, durante a semana, costuma haver menos movimento. Pareceu-me um espaço com bastante potencial para jantares de grupo, e inclusivamente decorreram dois ou três durante a nossa visita.

Sem dúvida, foi uma boa surpresa e é uma óptima opção para comer fora sem ir à falência nas imediações de Cascais.

Maria Albertina Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

O Milagre do Oxigénio Activo

Com a vossa licença, deixem-me falar de algumas temáticas menos agradáveis como os cuidados do lar.

Em vias de mudar de casa (novidade, não é?), tenho em mãos um grande desafio.

Daqui para a frente, serei responsável pela gestão de um lar, o que significa que tenho prestado muito mais atenção a todos os processos e opções que me vão ajudar a realizar todas as tarefas de forma eficaz.

Se a minha experiência puder ajudar alguém, ou se tiverem conselhos que podem ser úteis para mim, por favor, dêem sinais de vida!

detergente oxi action tira nódoas limpeza lavagem de roupa essenciais como lavar roupa
Imagem retirada do blog Lilinha Angel’s World

Já vos mostrei exemplos muito práticos da utilização de detergentes com oxigénio activo, como podem conferir nesta tag do blog, mas a verdade é que eles não servem só para deixar o calçado como novo.

Como devem saber, a utilização primária deste tipo de produto é nas nódoas em têxteis.

Sejam elas nódoas de café (nada como os conselhos das marcas para que tudo funcione na perfeição), de sangue, de terra, gordura… O que vos passar pela cabeça.

Existem vários formatos de detergente/tira-nódoas com oxigénio activo. Pessoalmente, estou familiarizada com os pós e géis. Já li artigos em que é posta em causa a eficácia destes detergentes, mas o que vos posso dizer é que funcionam.

Aceleram em muito o processo de limpeza e permitem obter resultados que, de outra forma, seriam impossíveis.

detergente oxi action tira nódoas limpeza lavagem de roupa essenciais como lavar roupa
Imagem retirada do blog Lilinha Angel’s World

Os conselhos que vos posso dar é que tenham cuidado com a utilização, já que alguns tecidos mais delicados ou coloridos podem ficar danificados.

Leiam bem as instruções do oxi action que comprarem e, em caso de dúvida, testem em áreas pequenas e discretas – e que enxagúem bem as peças no final, sem expor ao sol.

Atenção, que este tipo de produto não substitui o detergente habitual, mas é um complemento muito útil.

Posso garantir-vos que até os sofás velhos forrados a tecido ficam como novos depois de uma esfrega com uma mistura de água e detergente com oxigénio activo!

Sobremesa docinha e sem açúcar de quark + whey

quark whey sobremesa proteína light saudável nutrição zumbu zumub receita

Quem diz sobremesa, também diz snack!

Falei-vos, muito por alto, das mudanças que tenho feito na minha alimentação, que tenho feito algum exercício e que tenho recebido algumas ajudas.

Tenho um longo caminho a percorrer, é certo, mas grandes mudanças requerem grandes adaptações. É melhor fazer as coisas com calma, para correr tudo bem.

Nunca fui muito gulosa por doces, mas agora que tenho tentado implementar mudanças, verifico que até faço mais asneiras do que gostaria de assumir.

Não me martirizo muito com esse assunto, mas se posso melhorar alguma coisa (que as comidas gordas e os lanches e jantares fora continuam – sou muito comilona e não abdico de alguns comodismos!), por que não?

Depois de uma grande refeição de alarve, por que não evitar a gordura e o açúcar desnecessários da sobremesa? Não quer dizer que não se coma algo para servir de consolo.

Andei a investigar maneiras de utilizar o whey de caramelo que recebi, e resolvi juntá-lo com queijo quark. Podem adquirir o whey na Zumbu, o queijo quark é do Lidl.

Olhem, fica uma delícia e é muito fácil de fazer: é só juntar uma porção de whey (neste caso é de caramelo, mas pode ser de outros sabores) com 250g de queijo quark magro e juntar quatro ou cinco colheres de sopa de água, para ganhar uma consistência mais cremosa.

E é isto. Sim, é assim tão simples!

Sei que estes alimentos podem suscitar algumas dúvidas, e em breve planeio falar mais e melhor sobre eles.

Por isso, se tiverem alguma questão (ou sugestão, se tiverem receitas para partilhar, agradeço muito!), não se inibam e enviem-ma para que possa responder.

Snacks Fora de Casa

zumbu zumub snacks whey fitness exercício físico desporto proteína dieta

Dei por mim, no fim das férias, a pensar que pareço uma foca.

Digam o que disserem, tenho a perfeita consciência de que não estou pessimamente mal. Estou de bem comigo mesma e com a minha imagem. Mas sei que poderia estar melhor. Sei que poderia ser muito mais saudável!

Não gosto de fundamentalismo, seja este de que ordem for. A nossa passagem por este mundo é curta, pelo que deve ser optimizada. Cada um saberá melhor o que prefere para si próprio.

Eu, se puder ser feliz, divertir-me e manter uma boa qualidade de vida – que inclua certos prazeres mas sem descurar a saúde, considero que estou no caminho certo.

Voltando ao meu descontentamento, há cerca de um ano e meio, comecei a mexer-me.

Gosto de dar as minhas corriditas, sem grande rigor, que me fazem sentir muito bem.

Modifiquei alguns hábitos alimentares. Não como tantas coisas más, e quando as como tento que seja em quantidades menores. Procurei estabelecer algumas rotinas.

O problema é quando temos aquela fome chata entre refeições e a preguiça é grande, sendo mais fácil pegar em snacks gordos que nos saltam à vista nos cafés e supermercados do que investir em lanchinhos saudáveis.

Por que hei-de eu fazer sandes quando tenho barrinhas cheias de açúcar prontas a comer? E os batidos, não é tão fácil atirar com natas e chocolates para dentro da misturadora?

É claro que o resultado fica a vista: passado pouco tempo, lá volta a fome. O exercício não rende. A forma não melhora grande coisa. Comecei a ter mais atenção a estes detalhes. Leio rótulos com mais atenção e analiso bem o que cada alimento me fornece.

Não sou extremista com esta medida, mas tento evitar certas gorduras e assegurar que tenho o aporte calórico e nutricional de que necessito para o meu estilo de vida.

Tive uma ajuda importante: a Zumbu aliou-se ao blog e, para começar, enviou produtos (alguns deles são amostras, mas em bons tamanhos!) que estão a ser úteis neste meu percurso.

Tenho whey de caramelo e barritas de cereais e frutos vermelhos com alto teor de proteína. Gosto de dar preferência aos alimentos na sua forma original, mas como referi atrás, a preguiça impera, por vezes.

E dá jeito ter estes elementos facilitadores por perto. Dão imenso jeito para lanches apressados ou imprevistos (gosto de ter estas barritas a jeito na mala).

Especialmente se tiver em conta que são deliciosos (docinhos!) e, por isso, não sinto a menor diferença para as barritas habituais ou outros batidos.

Se tiverem por aí receitas de sobremesas com whey, agradeço!

Uma coisa é certa: não se metam em dietas malucas e tenham atenção a tudo o que lêem.

Reforço que estes snacks não substituem uma alimentação variada e equilibrada e devem ser consumidos, tal como em tudo, com moderação.

Têm um elevado teor proteico, que pode ser útil a quem pratica exercício físico e/ou quer uma ajudinha na manutenção do peso, mas tanto o excesso de proteínas como o deficit de hidratos de carbono são prejudiciais para o nosso organismo.

Têm alguma dúvida ou dicas preciosas para dar? Por favor, contem-me tudo!