Categoria: Beleza

Óculinho Novo

oculos3

Vocês que já me conhecem, sabem que tenho duas características bem vincadas: sou muito vaidosa e padeço de uma espécie de Síndrome de Diógenes. Isto significa que, se puder, tenho muitos exemplares de cada coisa. Just in case e porque gosto de variedade.

oculos2

Sou míope, também já partilhei convosco noutras ocasiões. Sou um pouco negligente. Tenho evitado utilizar lentes com muita frequência, mas nem sempre (quase nunca, aliás!) ando de óculos na cara. É sinal que não vejo assim tão mal, mas dou conta dos olhos sem necessidade porque me canso das armações ou não acho que fiquem bem, de todo, com o que visto e sinto e quero transmitir no dia-a-dia.

Felizmente, há cada vez mais opções low cost com qualidade tanto em lojas físicas como em lojas online e assim, de tempos a tempos, dá para ir ampliando a colecção. Sim, é bom ter algo neutro que sirva para tudo, mas quem não namora armações mais extravagantes? Eu até acabo por atirar uns óculos para dentro de cada mala, e assim garanto que estou sempre prevenida para tudo.

oculos1

Fui desafiada pela Firmoo a escolher uns óculos novos e encomendei o modelo #F044, o que podem ver nas fotos. Como sabem, não são os meus primeiros óculos desta loja e o que posso dizer é que notei que houve uma ligeira subida de preços, que se justifica com uma melhoria na qualidade das armações e lentes. Não que as armações “antigas” fossem más, mas pelo menos o plástico desta armação parece mais resistente. Este modelo específico nem precisou de ajuste nas hastes, o que é uma raridade nestes modelos gigantes, tendo em conta que sou pequenina.

Se precisarem de renovar os vossos óculos, aproveitem. É frequente haver descontos e tudo na Firmoo, e garanto-vos que fica tudo bem mais em conta do que nas lojas físicas!

Testado – Kérastase Résistance Thérapiste

resistancetherapiste

Através do Youzz, tive a oportunidade de experimentar a nova linha de cuidados capilares da Kérastase, a linha Résistance Thérapiste. Tenho muitas coisas para vos contar sobre cabelos e nem estava bem nos meus planos experimentar novos produtos para já, que estava muito satisfeita com a rotina que mantinha. Só que convites destes não se recusam e, assim sendo, estou há um mês a experimentar esta novidade, em conjunto com a minha mãe.

Esta linha destina-se a cabelos muito danificados e submetidos a processos químicos. Tanto eu como a minha mãe (ela mais que eu), temos cabelos super ruins. Espessos, muito secos, rebeldes, sujeitos a colorações frequentes, muito calor e, no meu caso, um alisamento (melhor tomada de decisão de sempre!). Recebi três produtos para testar: o Bain Thérapiste, que é o “champô”; a Masque Thérapiste; o Sérum Thérapiste. Recebi, também, um montão de amostras de cada produto para distribuir.

O champô tem uma textura inovadora para o que estava habituada: assemelha-se mais a um condicionador consistente e quase não produz espuma (ainda menos que os champôs sem sulfatos habituais, sim!). Não deixa o cabelo ressequido. A máscara é super consistente e hidratante, mas não tanto como a que utilizava anteriormente. O sérum é eficaz, ajuda a texturizar o cabelo deixando-o solto mas domado, sem pesar, mas não considero que traga algo de novo. Toda a linha tem uma fragrância intensa e característica, que fica no cabelo por dias. Agrada-me ter o cabelo super bem cheiroso, mas não sei até que ponto a fragrância não poderá ser responsável por eventuais irritações do couro cabeludo.

Posso dizer que esperava mais desta linha. Não é má, de todo, mas face à rotina que já tinha adoptado antes de conhecer a Résistance Thérapiste, ficou abaixo das minhas expectativas. Sinto que, a nível de hidratação, não cumpre todas as necessidades do meu cabelo, e ainda menos as do cabelo da minha mãe. Sou eu que penteio o cabelo dela e bem noto a diferença! O cabelo não está tão maleável como antes, parece mais áspero. Das pessoas a quem distribuí as amostras, obtive dois tipos de opiniões (ah, é de salientar que os pacotinhos tinham tamanhos generosos e cada amostra deu para duas utilizações, no geral): as semelhantes à nossa cá de casa; as das amigas com cabelos mais “normais” mas ainda assim secos, que adoraram os produtos e que os apresentavam visivelmente mais brilhantes, macios e domados. 

Neste momento, só sobra o champô para contar a história. Este é um dos dramas de quem tem cabelos complicados e que as marcas ainda não entenderam: gastamos máscaras e produtos complementares à velocidade da luz. Adorava que pensassem nisto e concebessem embalagens maiores.

Resumindo e concluindo, é uma linha boa mas não creio que justifique o valor que lhe está associado. Ainda assim, caso estejam interessadas em experimentar (recomendo o champô, o champô!), podem encontrar tudo em salões de cabeleireiro. Em breve, sim, contem com um post com a rotina que deixa o meu cabelo super feliz!

Medalha de Bronze nº6 – Piz Buin

medalhapizbuin

A primeira Medalha de Bronze deste ano não vai só para um produto, ou só para uma linha. A Piz Buin é um dos nomes mais fortes da protecção solar. Há alguns anos que não utilizava produtos da marca. Haja bom senso: se tenho produtos que experimento e dos quais gosto, para quê comprar mais? Quis o destino que, este ano, recebesse alguns desta marca para experimentar e a qualidade não decepciona.

Já levo uns poucos dias de sol em cima e não me arrisco a sair à rua desprotegida. Sou alérgica ao sol, recordam-se? Nunca na vida apanhei um escaldão. Bronzeio com muita facilidade. Desculpas para não usar protector solar? Nunca! Um dos maiores problemas e que desmotiva muita gente quando é hora de ir para a praia ou para a piscina é a textura dos protectores solares. São terríveis, pegajosos, são um sarilho de aplicar e espalhar e ficamos com as mãos numa bodega. Nos últimos anos, têm surgido várias fórmulas em spray, mas poucas são as que resistem aos banhos sem que o produto se dissipe todo.

Os solares em spray da Piz Buin juntam tudo o que há de bom e conveniente no mundo da protecção solar nas suas embalagens: produtos eficazes, de cheiro agradável, fáceis de aplicar, sem serem pegajosos e que duram. O Instant Glow ainda tem o bónus de deixar partículas brilhantes, muito discretas, na nossa pele. Sim, que também têm aparecido alguns protectores solares deste género mas há quem considere que tem muitos brilhantes, com partículas de grandes dimensões.

Este ano, o Verão está a ser muito generoso e esta rubrica promete. O meu Tan & Protect já vai a menos de metade. Não creio que nem ele nem o Instant Glow sobrevivam a Julho. Entre favoritos e novidades, estejam atentas porque muito teremos para conversar sobre protecção solar!

Quais são os protectores solares que têm a uso de momento?

Hidratar no duche? #3

Parece que a febre dos hidratantes/condicionadores de banho já passou, mas nem por isso dei como terminada a minha busca pelo produto perfeito. Porque se é para ser preguiçosa, que seja com eficácia! Assim sendo, tenho para partilhar convosco testemunhos de dois produtos da linha Nativa Spa que tenho utilizado nos últimos tempos e que chegaram ao fim. Em simultâneo. Sim, imaginem o que é hidratar o corpo às prestações para deixar os frascos vazios, vazios. E é com muita pena que este fenómeno acontece, porque já se sabe como são os cheirinhos d’O Boticário e é sempre motivo de tristeza quando chegam ao fim. Nem tudo é mau, e é assim que se abre espaço para abrir e usar novos produtos (a sério, oiçam o conselho que vos dou: não se metam a abrir novos produtos à maluca sob pena de criarem pequenos caos no quarto de banho!). Avante com o que importa:

hidratanteameixa

  • O Hidratante de Banho Exótico de Ameixa é aquele aroma lindo de viver que toda a gente quer para si. Posso assegurar-vos que até em terras estrangeiras a ameixa arrebata corações, está mais do que comprovado. Posto isto, adorava que este tivesse sido o hidratante de duche perfeito, mas não é. É bom, sim senhores, mas não é tudo na vida! O produto em si é muito prático, num frasco com doseador. Efectivamente, deixa a pele algo hidratada, mas para mim não é suficiente. Não é o tal. Talvez quem tenha a pele normal se dê na perfeição com ele, ou então que seja utilizado antes de um hidratante comum, mas se for assim, qual é o sentido? A minha pele seca pede mais.

caldahidratante

  • Um bocadinho diferente do que é habitual neste domínio, há a Calda Hidratante Exótica de Castanha de Kukui & Tâmaras. Diferente, porque não tem o aspecto nem a consistência de um hidratante, mas também não é um óleo. É uma espécie de gel que se utiliza da mesma forma que qualquer outro hidratante de banho. Só pelo nome, parece a coisa mais apelativa do mundo, e é. O cheiro é docinho qb, e é uma delícia de se utilizar no fim do duche. Aqui, sim, encontrei o que pretendo num hidratante de banho! É muito eficaz e prático. Só é pena que não existam mais fragrâncias disponíveis, mas acho que vivo bem só com a existência desta.

Tenho mais para dizer sobre produtos desta família, mas fica para outros posts, que a história já vai longa e era mesmo destes dois meninos que vos queria falar. Já conheciam algum deles? Que “cromos” têm para a troca nesta questão dos hidratantes de banho?

Argent Makeup para as Newbies

Já foi há algum tempo que chegou o pincel nº 202 da Argent Makeup, e eu ainda não vos tinha falado dele. Como a marca já tem uns aninhos e, entretanto, muitas pessoas novas chegaram aqui ao burgo, melhor do que falar só do pincel, achei que poderia ser interessante dar um lamiré a todos os modelos que já existem e falar um bocadinho sobre a marca com a quem a sonhou e concretizou, a Tânia do La Femme d’Argent. Já sabem que tenho muito jeito para os vídeos (não, não, não!), mas melhor do que escrever é falar e, por isso, resolvemos gravar o vídeo acima.

202girly

Caso queiram dar uma espreitadela no que já foi dito por mim sobre a marca, podem sempre fazê-lo clicando aqui. Com tudo o que já foi dito, não é necessário alongar-me muito mais, já que poderão ver a apresentação do pincel mais recente e até já falo da minha experiência. A questão do tamanho, que é uma espécie de “intermédio” do que é habitual encontrar num pencil brush, para mim é fulcral!

Como complemento, deixo-vos um outro vídeo que gravámos quase em simultâneo para o canal da Tânia, com as nossas respostas à tag Espelho Meu, que anda a circular por muitos blogs e canais.

10 do Momento

Há muito tempo que não publico um post destes. A bem da verdade, pouco publico ultimamente, não é? Não pode ser e tenho de ver se encarrilo de uma vez por todas. Já sei que é difícil acreditar, mas um dos motivos que levou a que não publicasse nenhum destes tops que antes eram algo frequentes aqui no blog foi mesmo o facto de não ter experimentado muitas coisas. Elas chegam às minhas mãos, é verdade, mas nem sempre é fácil dar conta do recado em tempo útil.

Poderia falar aqui dos produtos que se tornam constantes na minha vida (em equipa que ganha, não se mexe!) ad infinitum, mas se já sabemos que os produtos são bons, para quê passar a vida a bater no ceguinho? Então, ou há coisas novas para acrescentar ou não vale a pena. Nesse sentido, gosto de testar tudo como deve ser. Preciso de tempo para tal, e tem sido complicado gerir tudo o que tem acontecido na minha vida. Às vezes, temos de redefinir prioridades.

10junho15

Agora, cá estou eu com duas mãos cheias de coisas boas para vos dizer. Porque ultimamente tenho descoberto autênticos milagres e recuperado outros tantos, e não se pode deixar passar um evento destes! Não há muito para dizer sobre maquilhagem, que não tenho utilizado muita. Assim, e com jeitinho, cá vamos nós:

  1. Creme Reparador de Calosidades com aroma a coco, Nativa do Brasil (lojas especializadas)- Trouxe este creme da Expocosmética e já sabia que seríamos bons amigos. Tem muita vaselina, mas não tem só vaselina e noto grandes diferenças na hidratação dos meus pés. Aplico antes de dormir e calço meias (que o creme é mesmo muito rico e consistente e torna-se pegajoso). De manhã, acordo com pés de bebé. O cheirinho a coco é um bónus!
  2. Máscara de Elasticidade Afro, Real Natura (lojas especializadas)- Comprei por sugestão da Ana Rita, que comprou por recomendação da Thaisa. Esta é, sem sombra de dúvidas, a melhor máscara de cabelo que já experimentei (no meu cabelo e no da minha mãe) e o melhor é que é barata (1kg custa 7€ e picos, quando não há promoções nas lojas!). Merece um post só para ela, mas só posso gabá-la e aconselhá-la a toda a gente que tem cabelos encaracolados ou muito frisados, espessos e secos/danificados. Experimentem! Agora, até fico desgostosa de pensar que tenho umas poucas máscaras para gastar antes de se justificar repor esta.
  3. Leite Corporal Multiconforto Cold Cream, Mixa (super e hipermercados) – A marca francesa Mixa chegou a Portugal há pouco tempo e eu tenho para testar um saco cheio de produtos. Só pelo cheiro a bebé, vale a pena espreitar a oferta da marca no mercado. Não me vou alongar muito por agora, mas tenho de partilhar convosco que sou fã de cold cream e foi muito fácil decidir que queria começar por testar este hidratante. Normalmente, é um martírio utilizar o mesmo creme até ao fim da embalagem sem intercalar com outros, mas desta feita está a ser um prazer. Tudo é perfeito: o cheiro, a textura do cold cream sem ser pesada, a sensação de hidratação, a ausência de desconforto…
  4. Quenching Serum SOS, Caudalíe  (farmácias e parafarmácias, está com desconto na Skin)- Já falei dele aqui, aqui e aqui, e dificilmente volto a dispensá-lo. Fi-lo para dar lugar a outros séruns temporariamente e a minha pele queixou-se logo. A sério, se não o conhecem, dêem-lhe uma oportunidade e vão ver que será um casamento feliz!
  5. Champô Crina, Real Natura (lojas especializadas)- Está visto que ando apaixonada pelos produtos de cabelo da Real Natura. Comprei este por ter feito milagres pelo cabelo de um amigo meu, deixando-o forte e muito crescido em tempo record, e decidi dar-lhe uma oportunidade. Cumpre as promessas propostas e eu não poderia pedir mais! Ok, se calhar tenho de fazer mesmo um post com a minha rotina capilar de ultimamente, porque ando mesmo satisfeita.
  6. Nano Shark Nail Treatment, Kinetics (lojas especializadas) – Já era fã do secante rápido e de alguns vernizes mais extravagantes, pelo que decidi experimentar esta base endurecedora (que também pode ser utilizada como top coat). Faz milagres! Promove uma boa aderência do verniz à unha e impede que esta quebre tão facilmente. Custou-me 5€ na Expocosmética e deixa-me mais feliz que produtos semelhantes de marcas mais caras.
  7. Spray Leave-in Protecção da Cor Vinoterapia, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Escolhi este produto por ter FPS e, sendo líquido e em spray, dá um jeitaço no Verão. Posso dizer-vos que não é pegajoso, deixa o cabelo mais hidratado e tem um cheiro delicioso. É uma espécie de protector solar para o cabelo e isso faz com que não o dispense da minha bolsa de praia/piscina. Merece uma Medalha de Bronze, lá chegaremos!
  8. Champô Seco Cool & Crisp Fresh, Batiste (loja online Maquillalia) – Desde que fiz um alisamento progressivo em Setembro, tornou-se muito fácil manter o cabelo liso ou pouco ondulado (sim, os efeitos perduram!). Como tal, não necessito de o lavar com tanta frequência e quando preciso e estou com pressa, posso recorrer ao champô seco. Estou fã, super fã. Já falei deste meu amor aqui. E, sim, ainda é o mesmo spray.
  9. Óleo de Massagem Exótico Baobá + Tamanu, O Boticário (lojas e revendedoras O Boticário) – Bom, não tenho muita experiência no que toca à parte de receber massagens mas na perspectiva de as fazer tenho de dar o mérito a este óleo. Fluido sem ser demasiado líquido (não escorre!), não seca logo mas não fica super pegajoso, é super bem cheiroso e provoca uma sensação de calor bastante agradável. Adoro!
  10. Infallible Lips 2 Step na cor 506 Red Infallible, L’Oréal Paris (perfumarias, super e hipermercados) – Vocês sabem que sou apaixonada por batom vermelho. Se for de longa duração, melhor ainda! É o que se passa com este: primeiro, aplica-se o batom líquido. Depois, o bálsamo hidratante. Não é o meu primeiro batom desta linha, nem o primeiro vermelho, mas é a cor do momento. É super confortável, não deixa a pele dos lábios a repuxar e garanto que é à prova de noitadas e tudo!

Já sabem que, em momentos oportunos, dedicarei posts aos produtos que aparecem nesta lista e ainda não foram falados no blog. Para as carteiras apertadas, fear not! Não adicionei os preços dos produtos porque não sei, já que muitos deles foram comprados em promoção e nem tenho informação das marcas para complementar. Contudo, asseguro-vos que à excepção do sérum da Caudalíe (cujo preço ronda os 28€), todos os produtos custam menos de 10€.

Espero que gostem tanto desta selecção quanto eu!

Cuidados que são uma jóia!

cienouro1

A nossa pele vale ouro. É ela que, em primeiro lugar, nos protege de tudo o que é agreste neste mundo. Faz parte do nosso cartão de visita, e boa parte da nossa beleza depende dela.

O segredo para que a nossa pele brilhe ao máximo passa essencialmente por investir numa boa saúde (através da prática de estilos de vida saudáveis, sem esquecer a alimentação e que a água também faz falta!) e em bons cuidados.

Longe vão os tempos em que os bons produtos ficavam restritos a um grupo de pessoas com maior poder económico. Querem melhor evidência que os estudos que têm saído sobre produtos que facilmente encontramos nas grandes superfícies?

ciengold

Com certeza, já terão ouvido falar nos famosos hidratantes de rosto Cien, que são brilhantes no entender da Deco Proteste. E se vos disser que a partir do dia 21 de Maio chega ao Lidl uma linha premium preciosa? Se a nossa pele vale ouro, por que não tratá-la com ouro? A linha Cien Gold trará produtos cujos preços variam entre os 3,99€ e os 5,49€ e que contêm 1% de ouro na sua constituição. Um luxo, não é verdade?

Recebi para testar o Sérum Anti-rugas e o Hidratante Triplo Efeito e a experiência promete – creio que a minha mãe beneficiará mais da utilização destes produtos do que eu, pelo que se disponibilizou (oh, que sacrifício!) para utilizar tudo como deve ser e partilhar connosco a sua opinião. Eu estou de olhos postos na máscara e no esfoliante, que pretendo adquirir assim que encontrar.

Assim que tiver feedback, venho a correr contar-vos como correu. Até lá, gostava muito que partilhassem comigo as vossas opiniões se experimentarem algum produto desta linha.

Bem-vinda, Primavera!

bemvindaprimavera

Que seja desta que os dias mais amenos chegam para ficar. Temos sido presenteados com anos sem meias estações, ultimamente, mas 2015 até tem sido um ano simpático. Os primeiros dias de Janeiro não deram grande margem para erros (espero eu!) e, salvo excepções, até que nem estamos mal de todo.

Uma das novidades a condizer com a estação vigente é a linha Nativa Spa Bem-vinda Primavera d’O Boticário, inspirada nas flores que nascem por esta altura. Já cá anda há duas semanas, sensivelmente, mas só agora é que me parece que faz sentido falar dela. Houve ali uns dias esquisitos com tempo que nem era da Primavera, e estava mais que visto que ainda voltaria o frio e a chuva. Assim, não há jeito, porque ou bem que dizemos verdades ou então andamos a espalhar falsos alarmes e depois anda toda a gente triste porque criou expectativas altas relativamente à meteorologia e afinal saem baldes de água e granizo. Nem pensar. Agora sim, seja muito bem-vinda e bem aparecida, dona Primavera!

Esta linha é constituída por quatro produtos: um creme de mãos, uma loção hidratante corporal, um sabonete líquido e uma água de colónia. Nos últimos tempos, a linha Nativa Spa tem assistido à adição de novos elementos surpreendentes pelos cheiros, pelas texturas e pelos formatos. Esta edição limitada, embora não traga nenhuma novidade extravagante (os produtos são excepcionais, como é habitual, e encaixam-se nos formatos já existentes e a fragrância não é de nenhum fruto exótico especial de corrida), merece uma atenção especial.

Há que salientar que não sou pessoa de cheiros florais em produtos cosméticos. Habitualmente, tenho outras preferências. A minha primeira impressão quando cheirei e apliquei os produtos desta linha na loja não foi extraordinária. Sim, cheiram a flores. Cheiram a Primavera! Não tenho outra descrição para este primeiro impacto. O que me surpreendeu e cativou foi o facto de, ao longo do dia, a fragrância ir mudando completamente na minha pele. Permanece, cheira efectivamente a flores, mas vai mudando. E as notas, conforme se vão evidenciando, são absolutamente deliciosas! 

Não sei se me fiz entender, mas se ainda não foram receber a Primavera de braços abertos, aconselho-vos a passarem n’O Boticário mais próximo e a fazerem a experiência. Nem é preciso pulverizarem a colónia, experimentem com o creme de mãos e vejam se tenho ou não razão.

Etiquetagem

Estava para aqui a gatafunhar um texto sobre o assunto dos padrões de beleza e estereótipos para publicar um dia destes. Não era urgente, até porque pretendia meditar mais sobre uma conversa que se desenrolou hoje de manhã. Não só matutei muito no assunto, como agora me deparei com o vídeo que vos mostro, de uma campanha da Dove, pelo que me parece que este post estava premeditado para agora.

Nós, pessoas, nós, mulheres, somos tão ruins connosco próprias que dá dó. Dizia uma senhora baixinha e obesa algo como “Sou simpática e inteligente, tinha de ser feia. As coisas têm de se equilibrar, não ganhei a lotaria genética, não sou alta, magra nem loira, mas tenho bons dons”. Foi no contexto académico, e o tom era de brincadeira, mas mesmo assim fiquei cheia de comichões. Olha que gaita, então agora só somos bonitas se formos altas, magras e loiras? Se formos top models? Era o que mais faltava! Não falem por mim, que eu não deixo.

Ainda não consegui compreender como é que pessoas que, aparentemente, são inteligentes e bem formadas depois são tão fúteis e se espalham com as questões da autoconfiança, do autoconceito e da autoimagem. A sério, duh, a sério que não se valorizam? A sério que não vêem beleza na diversidade, ou vêem mas só nos corpos alheios? É que isto de dizermos a quem gostamos que está muito bem fisicamente e que tem de se deixar de parvoíces é muito giro, mas muitas vezes não fazemos o mesmo por nós. E, acreditem, o amor próprio faz milagres e traz-nos as melhores ferramentas de beleza.

O vídeo da Dove é de dar cabeçadas na parede. Contra mim falo, possivelmente, que também tenho os meus piripaques pontuais, mas não gostava de encarnar em mais ninguém. Estou bem como estou, brinco e tiro partido do que tenho. Pergunto-me até que ponto estas inseguranças todas não derivam da maldade e mesquinhez da sociedade e dos media. Vivemos num mundo cruel, mas sou da opinião que em muitos casos a capacidade de assertividade poderia ser suficiente para resolver os dramas de muito boa gente.

Embora respeite a decisão, fico espantada com a quantidade crescente de pessoas que têm assumido as suas inseguranças e feito drásticas e perigosas modificações de cariz estético. Para quê? Será que é mesmo para agradarem a si próprias? Desde os “namorados” calhaus que são ofensivos e tecem comentários desnecessários, passando pelas famílias que tanto metem o nariz nos nossos pratos, é claro que algo não está bem na nossa cultura. Não podemos deixar que nos afectem com coisas tão parvas, nem podemos fazê-lo a outrem. Parece que, de repente, temos de obedecer a certos padrões e estereótipos (mais do que nunca, e que vão mudando velozmente), senão somos o “intruso” no meio do grupo.

É uma questão de educação: de todas as partes e para todas as partes. Se somos confiantes, somos fúteis, arrogantes e presunçosas. Se não somos, somos umas fracas. Cobram muito de nós. Parece-me que quanto mais se fala do assunto, piores são os resultados e maiores são os dramas! É vivermos felizes como somos e com o que temos e deixarmo-nos de lamúrias da treta. Pode ser?

Clube de Bloggers Artistry

DSCN9536 cópia

Há umas semanas, a convite da Tânia, desloquei-me ao Just A Showroom para ficar a par do que de bom produz a Artistry. Não estava por dentro de todas as novidades, mas o pouco que conhecia (que quem experimenta não tem queixas a fazer, pelo contrário!) deixava-me curiosa e disponível para estes momentos de convívio e experimentações.

DSCN9546 cópia

Fiz uma análise à pele sob luz ultra-violeta, numa máquina especial, que mostrou o que já sabia: a minha zona T é uma pequena fritadeira, sendo o restante rosto bastante seco. A desidratação reina, e se não tiver cuidado, há manchas em formação que poderão surgir em grande força. Bendito seja o protector solar, que uso religiosamente todos os dias.

Posteriormente, experimentei o Gel de Limpeza Equilibrante, que é bastante suave e igualmente eficaz na limpeza da pele; o Remodelador Suavizante, que é uma espécie de máscara com efeito peeling que deixa a pele super lisa sem qualquer desconforto ou vermelhidão pelo caminho; o Tónico Equilibrante; a Loção Equilibrante.  Fiquei bastante surpreendida pela positiva com a sensação da aplicação dos produtos. É claro que, com uma utilização, não dá para apurar grandes resultados mas a verdade é que o facto de não terem provocado nenhuma reacção de desconforto ou alergia na minha pele já foi algo a destacar.

DSCN9557 cópia

Não viria embora com cara de bicho, e também pude ser maquilhada com produtos Artistry. Já conhecia alguns dos produtos da marca, nomeadamente a base Ideal Dual Powder, da qual já tinha falado há muito tempo aqui e que adoro.

Resumidamente, foi o que se passou nesta tarde no Just A Showroom e que tod@s vós podem experimentar gratuitamente sob marcação. É uma boa oportunidade de ter mimo e de conhecer bons produtos e, quiçá, iniciar um novo negócio. Ah, caso desejem fazer comprinhas com desconto, avisem. É que consta que há condições especiais para os leitores cá do sítio!

Para casa, trouxe um goodie bag do qual falarei mais tarde porque tive agradáveis surpresas que merecem destaque noutro post. Fazem ideia do que poderá estar dentro do saco?