Bom, o título é um exagero mas já andava à procura do casaco de cabedal preto perfeito há algum tempo. Nunca encontrava nada que me enchesse as medidas. Ou eram demasiado justos, ou eram demasiado folgados. Nalguns, o cabedal parecia demasiado grosso, pesado e pouco maleável. Noutros, parecia que podiam rasgar a qualquer momento. Não me importava que fosse sintético, desde que fosse de boa qualidade (vê-se por aí cada tecido de napa estranho!). Em tempo de tachas, ainda se torna mais complicada a busca pelo casaco ideal nas lojas porque quando há modelos giros, normalmente são estragados com picos de gosto duvidoso e já se sabe que toda a gente vai andar igual.

Quando vi este modelo da Only no Spartoo (eu avisei que por lá não encontram só sapatos), fiquei logo com a pulga atrás da orelha. É feito de tecido sintético, com costura acolchoada na frente e com mangas em malha. É muito giro e diferente da maior parte dos blusões que tenho visto por aí. A gola redonda e o cintado foram o que mais gostei, e tive de pesquisar mais imagens na Internet para ver se correspondia ao que eu estava a imaginar. O preço? 60€. Negócio fechado, encomendei-o e cá está ele.

Sei que as comparações de tamanhos podem ser úteis, pelo que vos digo aqui que escolhi o S e como vêem fica justo (mas não desconfortável). É importante salientar que por baixo tenho um vestido de lá e uma túnica de ganga. Tive as minhas dúvidas entre o S e o M, mas encontrei imagens de uma modelo de 1,75m que não me pareceu escanzelada de todo e vestia o S, pelo que decidi arriscar e a experiência correu bem.

Agora, tenho os blazers da Only a tilintar na minha cabeça.

Blusão – Only
Vestido – Vêti (antigo)
Túnica – Vêti (antigo)
Botas – Dr Martens
Laço – Marias
Batom – O Boticário

4 comments on “Casaco novo, vida nova”

Deixar uma resposta