boticário nativa spa edição limitada bem vinda primavera beleza beauty resenha review blog opinião

Que seja desta que os dias mais amenos chegam para ficar.

Temos sido presenteados com anos sem meias estações, ultimamente, mas 2015 até tem sido um ano simpático. Os primeiros dias de Janeiro não deram grande margem para erros (espero eu!) e, salvo excepções, até que nem estamos mal de todo.

Uma das novidades a condizer com a estação vigente é a linha Nativa Spa Bem-vinda Primavera d’O Boticário, inspirada nas flores que nascem por esta altura.

Já cá anda há duas semanas, sensivelmente, mas só agora é que me parece que faz sentido falar dela. Houve ali uns dias esquisitos com tempo que nem era da Primavera, e estava mais que visto que ainda voltaria o frio e a chuva.

Assim, não há jeito, porque ou bem que dizemos verdades ou então andamos a espalhar falsos alarmes e depois anda toda a gente triste porque criou expectativas altas relativamente à meteorologia e afinal saem baldes de água e granizo. Nem pensar.

Agora sim, seja muito bem-vinda e bem aparecida, dona Primavera!

Esta linha é constituída por quatro produtos:

  • Um creme de mãos
  • Uma loção hidratante corporal
  • Um sabonete líquido
  • Uma água de colónia

Nos últimos tempos, a linha Nativa Spa tem assistido à adição de novos elementos surpreendentes pelos cheiros, pelas texturas e pelos formatos.

Esta edição limitada, embora não traga nenhuma novidade extravagante (os produtos são excepcionais, como é habitual, e encaixam-se nos formatos já existentes e a fragrância não é de nenhum fruto exótico especial de corrida), merece uma atenção especial.

Há que salientar que não sou pessoa de cheiros florais em produtos cosméticos.

Habitualmente, tenho outras preferências. A minha primeira impressão quando cheirei e apliquei os produtos desta linha na loja não foi extraordinária. Sim, cheiram a flores. Cheiram a Primavera!

Não tenho outra descrição para este primeiro impacto. O que me surpreendeu e cativou foi o facto de, ao longo do dia, a fragrância ir mudando completamente na minha pele. Permanece, cheira efectivamente a flores, mas vai mudando.

E as notas, conforme se vão evidenciando, são absolutamente deliciosas!

Não sei se me fiz entender, mas se ainda não foram receber a Primavera de braços abertos, aconselho-vos a passarem n’O Boticário mais próximo e a fazerem a experiência.

Nem é preciso pulverizarem a colónia, experimentem com o creme de mãos e vejam se tenho ou não razão.

Deixar uma resposta