benamor

Por mais hidratantes de rosto que utilize, existe um que acabo sempre por recuperar. Quando tudo o resto falha, existe uma bisnaga que faz milagres como nenhum outro produto, independentemente do estado da minha pele. Confesso que nem sempre lhe dou a atenção merecida com tantas novidades e tantos hidratantes que acabo por experimentar, mas existe sempre um bom stock deste produto lá em casa. Falo do Benamôr, da Nally, velhinho português que era usado pelas nossas avós e continua a fazer sucesso entre as gerações mais jovens. Com tantas tecnologias, tem mesmo de haver motivos fortes para o Benamôr continuar a ser utilizado. Eu já falei dos meus há muito tempo, e gostava que quem chegou aqui ao blog há menos tempo fosse espreitar a tag:

  •  http://aguidaequesabe.com/tag/benamor/

O único senão, para mim, continua a ser o facto de não ter FPS. Como, de qualquer forma, tenho de aplicar sempre protector solar, não é por causa disto que eu e o Benamôr deixamos de ser bons amigos.

17 comments on “”

  1. Tenho uma pele sensível bastante temperamental que vai dum extremo ao outro num ápice, pelo que tenho de tentar minimizar os inconvenientes que vão acontecendo. Ora tenho a pele extremamente seca, ora parece uma fritadeira. Em qualquer uma das situações, consigo dar-me bem com o Benamôr e encontrar um ponto de equilíbrio. Algumas pessoas com pele oleosa podem, contudo, achá-lo um pouco pesado. Aí no link da tag do Benamôr no blog, existe algures uma lista de locais que vende. Até nalguns Continentes existe 😉

  2. Já usei uma bisnaguinha do Benâmor e adorei-o. Quanto ao cheiro, bem, no início era estranho, mas depois habituei-me. Queria voltar a adquiri-lo, mas já não o encontro na farmácia onde o comprei pela primeira vez! :/
    Beijinhos

  3. Já usei uma bisnaguinha do Benâmor e adorei-o. Quanto ao cheiro, bem, no início era estranho, mas depois habituei-me. Queria voltar a adquiri-lo, mas já não encontro o creme na farmácia onde o comprei pela primeira vez! :/
    Beijinhos

Deixar uma resposta