alpargatas alpercatas sapatilhas lona espadrilhas havaianas
Rocket Dog | Little Marcel | Eleven Paris | Coca-Cola | Pare Gabia | Havaianas

Juro que não compreendo as pessoas.

Bem sei que é frequente gostar de coisas que aos olhos dos outros são bizarras. Não gosto de rebanhos nem que me digam que determinada peça ficou démodé.

Eu cá visto o que quero e o que me apetece, quando quero e quando me apetece. Guardo tudo nos armários, mesmo quando as vontades mudam, porque um dia volto a engraçar com o que guardei.

Quando determinada peça chega à ribalta, decidir se sou ou não adepta da tendência é muito simples: se gostar, venha a mim; se não gostar, bem posso ver toda a gente trajada que nem os meninos do colégio, que por aqui a moda não pega.

Há uns tempos atrás, há coisa de dois ou três anos, tinha o mundo inteiro a implicar comigo porque gostava de alpargatas. Corria tudo à procura das Paez mais giras, já que não encontrava os modelos mais tradicionais em lugar nenhum.

Finalmente, começaram a surgir algumas alpargatas simples nas lojas do costume e até consegui comprar alguns pares a 1,99€/cada. Fiquei toda contente. Na altura, era raro encontrar alguém que gostasse das alpargatas da maneira que eu gostava.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.

Para minha felicidade, este ano é facílimo encontrar alpargatas giras, de todas as maneiras e feitios. Na rua, é o calçado que mais se vê nos pés das pessoas. É uma pena que só agora se tenham apercebido do encanto das alpargatas. Isso e o facto de as benditas terem sofrido o peso da inflação. Juro!

E vocês, gostam das alpargatas ou é algo que os vossos pés não vão ver neste Verão?

7 comments on “Na Vanguarda – Alpercatas”

  1. Eu não consigo gostar desses sapatos :/ São tão deselegantes e não ficam bem com nada…Para mim são quase os substitutos dos crocs.

  2. É verdade! Em pés pequeninos tudo fica mimoso 🙂 (o que não é o meu caso kkkk) Mas ainda bem que existem gostos e estilos diferentes, porque se andássemos todos vestidos da mesma maneira, isto era chato até dizer chega! 😛

Deixar uma resposta