Ora cá está algo que já entra cá em casa há algum tempo mas que ainda não tinha partilhado convosco: as polpas de fruta da Brasfrut!

Cruzei-me com elas por acaso no supermercado, na secção dos congelados, e tive que trazer para experimentar. Trouxe logo três, de variedades diferentes (sim, porque a Brasfrut disponibiliza polpa de açaí, acerola, abacaxi, cajá, caju, cupuaçu, goiaba, graviola, lima, manga, maracujá, morango e papaia), até porque cada pacotinho de 100g custa cerca de 0,70€. Tendo em conta que cada pacotinho me serve para cerca de 1L de sumo, fiquei contente.

A preparação é fácil: deixamos os pacotinhos a descongelar ou deitamos directamente na liquidificadora. Dá para fazer sumos, batidos, doces e tantas outras coisas. Peguem nas vossas receitas ou usem as que o site da Brasfrut fornece!
Eu por cá gosto simplesmente de descongelar a polpa e diluí-la em água. Fica muito bom e nem sequer junto açúcar. Aliás, é esse o motivo pelo qual não bebo sumos: são tão doces que me enjoam, e eu gosto do doce natural da fruta.
As minhas polpas preferidas são a de goiaba, a de açaí e a de morango (não é grande novidade, eu sei, mas esta polpa sempre sai mais barata do que uma embalagem de morangos congelados).

Convém não esquecer outro pormenor, é que a fruta faz bem à nossa saúde e intervém em vários aspectos, pelo que se não a comem, que a bebam!

12 comments on “A Guida Aprova: Polpas de Fruta da Brasfrut

  1. Paula: Eu gosto! A maior parte das pessoas é capaz de não conseguir beber isto sem açúcar, mas lá está, é a preparação e o gosto de cada um 😛 Isto é bom porque é mesmo polpa de fruta!

    Beijinho

  2. Olá, também já experimentei e ando à seculos para comprar mas acabo sempre por esquecer pq é tão pequenininho e está sempre a um cantinho! lol…ve se este mês não me esqueço!:P

    Adoro o de abacaxi mas com um pcde açucar 😉

    ***

  3. Obrigado pelo concelho, Guida! Cum catano, na volta tenho mesmo que mandar vir pela net ou a ver se encontro alguma boa substituição. É mesmo estranho na capital não haver esse tipo de papel.

    E sobre o teu post abaixo: Fiquei com curiosidade em experimentar. Na minha faculdade a maioria da comida é macro mas como levo sempre almoço nunca experimento dessas coisas.

    Beijinhos*

  4. Geisa: O de abacaxi já é super doce! 😛 De qualquer forma, não gosto de abacaxi. Nem de ananás.

    Inês: Pois, folhas coloridas da impressora ou papel de lustro em último caso… Realmente, há no Porto e não há aqui! Que parvoíce. Havíamos de querer ter tudo em Lisboa, nós também.

    Se eu tivesse que almoçar na faculdade, também levava comida de casa 😛 Experimenta isto (vá, põe a dieta de lado…), é muito bom 🙂

    Beijinho

  5. Cá está… isto de viver no esquecido Alentejo faz com que alguns dos produtos maravilha que se vêm na cidade por cá não se vejam. Ainda a semana pasada "encomendei" à minha irmã a farinha de aveia com que fiz umas bolachinhas (é que por cá também não há disso, como não há outras tantas coisas).
    Mas esses suminhos, 'pla tua descrição, parecem-me ser uma maravilha. Vou ver se os "encomendo" 😛

    Beijinhos*

  6. Patrícia: Tu não me digas nada, que eu quando fui aí para baixo não levei nada disto pensando que encontrava no Intermarché ou na Coop! E não encontrei, fiquei chateada, e fiquei a chá e água, até porque não há liquidificadora lá em casa.

    Tens a certeza que não há farinha de aveia por essas bandas? É que há uma loja ou duas em Sines que têm ar de vender coisas dessas, e mesmo no Intermarché não sei, não reparei. Na minha terrinha vendem no Ecomarché, que é uma versão mais pequena do Inter 😛

    Com mana por cá fica tudo mais fácil, de qualquer forma.

    Beijinho

  7. Conheci as polpas de fruta no Brazil, provei e fiquei apaixonada por elas…só as bebia cada vez que viajava para o Brazil, agora descobrias em Portugal e é daquelas coisas que não despensso ter em casa..tds são boas!!!

Deixar uma resposta