monica bellucci fumar não fumadores malefícios do tabaco cancro pulmão

Infelizmente, está visto que os maus hábitos são implementados de forma mais fácil e rápida que os bons.

Não tenho nada contra quem fuma (e ainda bem, porque ficaria quase sozinha no mundo), e na minha opinião as pessoas não são melhores nem piores por fumar.

Apesar disso, o que é certo é que há algo que me desagrada profundamente nesse vício e, para meu desprazer, ultimamente tenho descoberto mais pessoas do que desejaria no meu círculo de conhecimentos que fumam.

Se forem uma delas, não fiquem com receio de fumar ao pé de mim. Ficava mais feliz se não o fizessem, mas também não morro por isso.

Ainda assim, fico triste.

Especialmente com a infantilidade/imaturidade/não sei bem o que hei-de chamar a esta atitude de várias destas pessoas que, mesmo estando muitas delas na casa dos trinta anos, são capazes de pedir que não se conte nada sobre o assunto aos seus pais e familiares.

Não sou eu que faço figura de parva. Pois claro que sim, não sou eu que estou a mentir a mim mesma. Como se, eventualmente, nem houvesse gatos escondidos com o rabo de fora para denunciar o mau hábito. Não sou eu que deito dinheiro e saúde para o lixo, e também não sou eu que cheiro mal da boca e do resto.

Vá lá, se forem fumadores, não levem a mal este meu desabafo.

Partilhem comigo as vossas impressões e a ver se, pelo menos, consigo persuadir alguém a deixar de fumar. O que é que há de bom nos cigarros?

Uma pessoa com um cigarro na mão, perde nesse momento 75% da sua beleza aos meus olhos.

8 comments on “A Desilusão dos Fumícios”

  1. Concordo ctg Guida! O pior de tudo isto é o mesmo de sempre a maioria das pessoas começa a fazê-lo porque está na moda, para ser aceite. Confesso que só o cheiro do tabaco me incomoda, odeio estar em sítios que mais que ar há uma nuvem de fumo horrível. Mas é a sociedade em que vivemos. Beijinhos

  2. Como concordo contigo, Guida – “Uma pessoa com um cigarro na mão, perde nesse momento 75% da sua beleza aos meus olhos.”!
    Por mais anos que viva nunca irei compreender este hábito estúpido. Quando surgiu era associado a um certo estatuto social, mas hoje em dia é simplesmente um desperdício de dinheiro e origem de muitas doenças que se podiam evitar (já para não falar em mau hálito, cheiro a tabaco, unhas amarelas…).
    Ok, pode ser um vício difícil de largar, mas nada se alcança sem força de vontade, e hoje em dia há muitas prioridades que vão para além de um vício tão prejudicial – conheço casos de pessoas a passarem dificuldades económicas que preferem gastar dinheiro nas suas caixinhas de cigarros em vez de comprar lanche para os filhos levarem para a escola!
    Podia ficar para aqui a falar e a falar do quanto este hábito é estúpido e desnecessário, mas acho que compreendes o meu ponto de vista 🙂
    beijinhos *
    eighteen and a life

  3. Eu fumo e sou a primeira a admitir que é um vício completamente estúpido. Acredites ou não, eu era completamente anti tabaco quando era adolescente e comecei a fumar aos 19, que supostamente seria aquela idade para ter juízo. Porquê? Todos os meus amigos fumavam, dei umas passas e aquilo parecia momentaneamente aliviar-me um bocado do stress dos exames, coiso e tal. Começou por um cigarro assim de longe a longe, quando me dei conta já andava a comprar. Não deixa de ser parvo, mas enfim. -.-

    O mal nem é só o hálito. Todos nós ficamos a cheirar a fumo, as roupas, o cabelo, a pele fica uma m*rda (mais seca e com uma cor mais pálida), a longo prazo também dá cabo do cabelo. Resistência física noto uma queda brutal, isto porque eu fazia imenso desporto antes de fumar, agora fico logo a arfar que nem um cão só por subir um lanço de escadas.
    Já para não falar que fumar + tomar a pílula = sérios riscos para a saúde… simplesmente não se fala muito nisso.

    Se eu quero deixar de fumar, claro que quero. Mas ainda não quero “o suficiente”, o vício é mais forte.

    • Então, mas se tu até reconheces os contras todos, why not? Devia ser o suficiente, nem que seja aos poucos. Logo chegará a altura. Em breve e com sucesso, é o que eu desejo 🙂

      Como eu sou chata e inconveniente *cof cof* estou a tentar convencer o meu pai e a minha sogra a deixarem de fumar. Eles já são crescidos, deviam ter juízo! Oh well…

      Beijinhos e bons fumícios 😛

      • Eu sei que para quem está de fora, é fácil falar 🙂 Acredita, é um vício mesmo difícil de deixar… Mas quando se quer mesmo, é possível claro!

        E eu sei que isto pode parecer desculpa, mas os ùltimos 4 anos da minha vida têm sido extremamente desgastantes (empregos difíceis desemprego e agora a morte da minha irmã). Há uns meses comecei a reduzir, mas devido ao ùltimo acontecimento, comecei a fumar que nem uma desalmada.

        Mas enfim, tenho mesmo que deixar e pensar seriamente no assunto. Já tenho problemas que chegue, era só o que me faltava dar cabo da saúde.

Deixar uma resposta