Bem sei que o ano já virou há algum tempo, mas se virmos bem só vamos no 12º dia de 366 que fazem o ano 2012. Por isso, ainda é pertinente falar dos objectivos para este ano. Alguns, só! Escolhi doze para partilhar convosco. Há sempre desejos que temos todos os anos e não mudam. Saúde, paz no mundo, prosperidade, sorte no amor, estabilidade, sucesso nos estudos, paz no mundo, saúde, saúde… Sim, chegamos à sexta ou sétima passa de uva e já não temos mais nada para pedir. Depois, há quem faça uma lista com algumas resoluções e objectivos. Também aqui se repete muita coisa, pelo que não faria muito sentido falar de tudo aqui. Então, Guida Maria, aqui vai disto. Doze objectivos razoavelmente fáceis de cumprir para 2012 (veremos!).

  1. Deixar de comer massa diariamente – Assim como o Monstro das Bolachas está para as bolachas, eu estou para a massa. Diria até que estou a ficar com cara de hidrato de carbono. Há coisas piores para comer, mas também há coisas bastante melhores para a saúde. Se pensar que com a massa normalmente vêm sempre agregadas as natas, está mesmo na altura de começar a trocar a massa por legumes (o consumo de outros hidratos de carbono está bem equilibrado). Penso que nem comecei mal o ano: para além de ter cortado na massa, também cortei nas carnes vermelhas que tanto mal me fazem. Tenho sido uma Guida bonita e tenho comido muita sopinha (adoro!), peixe e outras alternativas à carne, brócolos, feijão verde, cenoura e afins. Também reduzi drasticamente as incursões nocturnas à cozinha. A balança também está contente e com isto foram 2kg ao ar desde que entrámos no novo ano.

  2. Aprender sueco – Sempre desejei aprender uma nova língua. Visto que me safo bem com o inglês e até dou uns arranhões no castelhano, apetece-me optar por algo diferente. Por que não alemão? Traumas de guerra não vivida! A sério, gosto muito de muita música alemã, mas a verdade é que me parece sempre que o mundo está em guerra quando oiço alemão. Para além disso, sempre me apeteceu muito conhecer os amigos lá do norte. Se tivesse a hipótese de reconstruir a minha vida na Finlândia ou na Suécia, muito provavelmente aceitava a mudança. Nunca sabemos o que pode acontecer, pelo que aprender sueco pode ser uma boa aposta. Daqui por um ano, não espero ser fluente na língua mas gostava muito de já saber algumas palavras.
  3. Pôr em prática o novo Acordo Ortográfico – Sim, já que falei em aprender uma nova língua, há que ter a certeza que estou bem com a minha língua materna. Sou contra, mas tão contra as mudanças que foram feitas! Mas o mundo anda para a frente e nós temos de o acompanhar. Por isso, ou re-aprendo a escrever ou estou feita ao bife. Mas vamos com calma!
  4. Tirar a carta de condução – Já ando a dizer isto desde os 17 anos. Ou seja, há quase 5 anos. Em 2012, vai ter de ser. Foi um presente recebido em 2010, pelo que tenho de usufruir dele o mais depressa possível. Mais que um presente, é um ganho para a vida!
  5. Aprender a andar de bicicleta – Vou sentir-me completamente idiota se tiver de gastar dinheiro em combustível para fazer um percurso que seria perfeitamente aceitável de bicicleta. Ando muito a pé. Não tenho qualquer problema em andar nos transportes públicos. Mas a bicicleta poupa muito tempo de percurso nalguns casos e ainda faz bem à saúde! Vou ser muito sincera: eu equilibro-me em cima da bicicleta e até consigo pedalar… Desde que o caminho seja plano!
  6. Tirar fotos diariamente durante um ano – Já tentei uma vez, mas cedi à preguiça. Agora é a sério! Tão a sério que comecei hoje, no dia 12 de Janeiro de 2012, mesmo estando podre de sono, deslavada e de pijama. Para quem quiser estar atento, basta acederem ao Tumblr d’A Guida É que Sabe.
  7. Não utilizar dinheiro a crédito – Maldito seja quem inventou os cartões VISA! Às vezes, a preguiça é mais forte do que nós e vai de pagar directamente do cartão “porque as taxas de juros e impostos são míseras”. São míseras o tanas! Estive a fazer contas a esta brincadeira e no ano que passou bem que podia ter poupado algumas dezenas de Euros. Em 2012, redescobri também o mealheiro. Todas as moedas que estão na carteira ao fim do dia, vão para lá.
  8. Praticar exercício regularmente – Já tinha partilhado convosco que era algo que pretendia fazer, e vai mesmo avante. Nos últimos tempos, sinto que estou com falta de vitalidade e parece que sou uma alforreca. Não custa nada ir dar umas corridinhas ao parque, aproveitar os circuitos de manutenção/máquinas que as câmaras municipais têm colocado nos espaços verdes, saltar à corda… Já é melhor que nada!
  9. Viajar – Entenda-se por isto visitar novos países. Quem sabe, uns diazinhos num país ou uma viagem de carro pela velha Europa! Agradecia que quem já praticou a segunda hipótese se acuse e dê dicas de como sobreviver a tal proeza durante 1-2 semanas.
  10. Tomar banhos mais curtos – O problema aqui é que levo sempre eternidades a lavar a juba leónica. Quem tem cabelo comprido, seco e encaracolado sabe do que falo. Depois, é totalmente impossível desligar a torneira durante o duche no Inverno. Perderia ainda mais tempo a encontrar a temperatura ideal da água novamente. Tenho muito amor aos caracóis, mas para os manter há a implicação de ter de lavar o cabelo diariamente. Esticado, quase aguenta uma semana. Acontece que nem sempre há paciência para os ferros e secadores. Estou a ponderar investir num alisamento definitivo.
  11. Passear mais – Conhecer mais sítios. Enriquecer ao nível da cultura. Vou obrigar-me a ter dois passeios por mês, pelo menos. Acabaram os dias de fim-de-semana feita lontra a dormir!
  12. Actualizar o blogue com mais frequência – Prometo! Por mim, pelo blogue e por vós! Por isso, estejam atent@s!

E vocês, que objectivos têm para 2012?

 

12 comments on “12 Objectivos para 2012

  1. Olá Guida,
    Boas resoluções, sem dúvida que a carta de condução é das melhores 😡 LOL Eu confesso que foi mais fácil entrar na Universidade do que tirar a carta, apesar de ter passado a tudo à primeira.
    Quanto a aprender sueco.. Lycka till 😛
    XOXO

    • Vamos a ver o que é mais complexo: a carta de condução ou o sueco 😛 Da faculdade nem falo, porque sinto que não fiz o menor esforço para lá estar. Fui (e sou…) cá uma calona durante o meu percurso de estudante!

      Beijinho

  2. Bom ano Guida!
    Espero que consigas por em prática tudo 🙂 Deixo-te só uma dica, não cortes definitivamente as carnes vermelhas :$ eu fiz isso durante alguns anos e durante a época de universidade e agora tenho uns níveis de ferro e anemia que metem medo. Por isso, corta só um bocadinho ou substitui por outra alternativa. Pode não ter nada a ver, mas não deve ter ajudado.

    Também sou super viciada em massa :X é a minha comfort food :X tenho que ver também isso!

    Não estou a tirar fotografias a mim todos os dias mas ao meu dia-a-dia e está a ser muito divertido.

    Beijinho!

    • Bom ano! 🙂
      Deus me livre de não comer mais bifes, picanha e veado puxa 😛 O problema é que me caem sempre muito mal no estômago, especialmente a carne de porco. Por isso, vou reduzir. De qualquer forma, tenho tanto amor à picanha e aos bifes como tenho aos espinafres e agriões, deixa lá 🙂 Também ando sempre em cima do ferro, fico tão triste de cada vez que não me deixam dar sangue por causa da hemoglobina que passo a vida a certificar-me que ando bem alimentada e nutrida.

      Beijinho

Deixar uma resposta